Após ser vítima de gordofobia, cantora baiana Aila Menezes, vence processo judicial: ” Falavam que eu era a imagem e semelhança do diabo”

Depois de muitos transtornos, uma notícia muito boa está sendo divulgada essa semana. Isso porque, depois de ter sofrido vários ataques gordofóbicos e ameaças de morte, a vocalista Aila Menezes, da cidade de Vitória da Conquista, conseguiu vencer um processo judicial pelas agressões sofridas. O caso corria em segredo de justiça, mas Aila Menezes contou que a situação se deu início, após um pré-candidato a vereador ter a insultado durante um show seu. ela conta que “Vencer esse processo devolveu o meu sorriso”.

Segundo o site Bnews, apesar do caso ter corrido em segredo na justiça. O infrator terá que se pronunciar em suas redes sociais, pedindo desculpas pela sua conduta. Entretanto, o valor da indenização não foi divulgado.

Ainda de acordo com o site, em entrevista para o G1, Aila contou que o parlamentar teria pegado um vídeo que ela publicou em suas redes sociais em julho de 2020. O vídeo é um trecho da gravação de seu show, que ela realizou em Salvador, antes da pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o político que não teve o nome divulgado, usou o vídeo para criticar o seu corpo e a forma com ela estava vestida.

“Ele colocou que eu era uma mulher que não me respeitava, associou meu show à prostituição, assédio e coisas do tipo. Sendo que no show eu estou com um figurino que Luísa Sonza, Anitta e tantas outras mulheres maravilhosas usam, mas o fato de eu ser gorda, baiana, nordestina e fora dos padrões incomodou” disse a artista.

Aila conta que após todos esses transtornos, ela precisou ter um acompanhamento de profissionais da saúde, para cuidar das crises de pânico e ansiedade.

“Quando eu fazia live cantando no Instagram, eles entravam de galera para me destruir, para me atacar. Falavam que eu era a imagem e semelhança do diabo, que iam arrancar minha pele”,

“Eu tinha uma crise de pânico horrível, que meus pais não sabiam o que fazer, eles ligavam desesperados para o psiquiatra. Eu começava a gritar dentro de casa de tanta mensagem que eu recebia, tive que parar de usar a internet praticamente”, concluiu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.