Golpista que se dizia jogador de futebol é detido pelo 2º dia seguido no Ceará, após aplicar calote na hora de pagar a conta

O falso jogador de futebol que aplicou calote no domingo (28) de R$ 4,3 mil em um bar de Fortaleza, praticou o mesmo golpe no dia seguinte, na Praia de Canoa Quebrada, no município de Aracati, no Ceará. Relatos de um policial ao portal G1, confirmam que o mesmo homem suspeito entrou em um restaurante na segunda-feira (29), consumiu comidas e bebidas e disse que não tinha dinheiro quando era pra pagar pelos itens consumidos.

O policial de Aracati disse que o homem que aplicou o golpe foi agredido por moradores e funcionários do bar. Após ter sofrido agressão, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia Regional da Polícia Civil de Aracati. O homem foi ouvido pela polícia e liberado na sequência “por ser crime de menor potencial ofensivo”, informou a Secretaria da Segurança do Ceará.

O caso está sendo apurado pela Delegacia Regional de Aracati, informou a Secretaria da Segurança Pública. O homem suspeito foi ouvido, liberado, mas está sendo investigado pela polícia. O suspeito de ter cometido este crime assinou um termo circunstanciado de ocorrência (TCO).

O mesmo homem havia entrado em um bar no Bairro Varjota, em Fortaleza, no domingo, e após dá a ‘carteirada’ como jogador de futebol, pediu bebidas para vários clientes do local. O valor gasto no consumo de bebidas caras como whisky, espumantes, além de energéticos, cerveja, drinks, água e porções de picanha importada, chegou a R$ 4.363,13, de acordo com a nota fiscal emitida.

Após ter sido encaminhado para a delegacia, o homem foi ouvido e liberado na sequência. O representante do estabelecimento que esteve na delegacia preferiu não seguir com a representação criminal contra o suposto jogador.

O homem estava acompanhado por dois seguranças e dois motoristas de aplicativo, quando chegou ao local no fim da tarde, segundo relatos dos funcionários do bar. Logo em seguida, o homem se apresentou como jogador de futebol, fazendo vários pedidos e convidando algumas mulheres para estar com ele. A partir daí, começou a oferecer bebida para as mulheres e para os homens que foram apresentados como seguranças.

O homem mandou garçons servirem bebidas caras até mesmo para o cantor e para a banda que estava se apresentando no local, segundo relato de funcionários. A polícia foi acionada pelos responsáveis pelo bar e encaminhou o homem para a delegacia. Os agentes informaram que o representante do estabelecimento esteve também na delegacia, mas preferiu não dá andamento à denúncia criminal contra o suposto jogador.

O advogado Luciano Dantas, membro da Comissão de Estudos em Direito Penal da OAB, explicou que o infrator pode ser enquadrado pelo crime de estelionato. Havendo a condenação, a detenção prevista é de 15 dias a dois meses, ou multa.

Segundo o artigo 49, o valor do dia-multa será fixado pelo juiz não podendo ser inferior a um trigésimo do maior salário mínimo mensal vigente ao tempo do fato, nem superior a 5 (cinco) vezes esse salário”, comentou.

Veja a literalidade da lei:
• Artigo 176: Tomar refeição em restaurante, alojar-se em hotel ou utilizar-se de meio de transporte sem dispor de recursos para efetuar o pagamento:
• Pena: detenção, de quinze dias a dois meses, ou multa.
• Parágrafo único: Somente se procede mediante representação, e o juiz pode, conforme as circunstâncias, deixar de aplicar a pena.
• Artigo 49: A pena de multa consiste no pagamento ao fundo penitenciário da quantia fixada na sentença e calculada em dias-multa. Será, no mínimo, de 10 (dez) e, no máximo, de 360 (trezentos e sessenta) dias-multa.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Vizinhos contam como golpista gastou o dinheiro do jogador de vôlei enganado 15 anos em um relacionamento que nunca existiu

O jogador de vôlei Roberto Cazzaniga está abalado emocionalmente e financeiramente após descobrir que foi enganado 15 anos por uma mulher que se passava pela modelo brasileira Alessandra Ambrósio. Roberto agora está sendo ajudado por parentes e amigos.

A estelionatária usava fotos da modelo e conseguiu receber do jogador ao longo desse tempo cerca de R$ 4,3 milhões, com a alegação de que tinha problemas cardíacos. O jogador chegou a fazer empréstimos para ajudar a mulher.

Um amigo e ex-colega de time criou uma vaquinha par ajudar Roberto e já conseguiu arrecadar cerca de R$ 56 mil. O jogador também recebeu uma festa de amigos e da família na quadra onde joga para animá-lo.

‘‘Roberto é uma pessoa boa e muito frágil que confiou nas pessoas erradas, disse Danilo ao Globo. No começo, não foi fácil… depois de 15 anos. Ele estava muito triste, mas agora está aos poucos se sentindo melhor’’.

‘‘Claro, depois de toda essa reação midiática, ele sente muita incredulidade, mas apenas precisa de mais tempo para se dar conta (do que aconteceu) e começar de novo, com uma vida nova. Criei a campanha GoFundMe para ajudar Roberto depois dessa triste história. Ninguém vai devolvê-lo os últimos 15 anos, mas juntos podemos fazer algo para o futuro dele’’.

A dívida atual de Roberto é de R$ 375 mil, segundo o programa de TV ‘‘Le Iene’’. O jogador se apaixonou virtualmente após conversar com a estelionatária que se passava pela modelo brasileira. Em 15 anos de relacionamento os dois nunca se encontraram em razão da golpista sempre colocar desculpas. Roberto contou que se envolveu ao ouvir a voz da mulher ao telefone.

‘‘Não, nós nunca nos conhecemos. Nunca. Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho. E ainda assim me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. O contato era apenas no celular, quase que diariamente.

Ligava antes de eu ir treinar ou à noite, na hora de dormir. Como ela me tirou todo esse dinheiro? Nem sei ao certo, mil euros aqui, outros dois mil ali…No final chegamos a um total de 700 mil. Passado este pesadelo, é como se tivesse acordado de um coma que me fez perder décadas de vida, disse ao jornal ‘‘Corriere Della Sera’’.

Os vizinhos da estelionatária Valeria Satta contaram ao jornal ‘La Nuova Sardegna’ que a mulher fez uma grandiosa reforma em sua casa na Sardenha, uma ilha no mar Mediterrâneo, em 2017.

Segundo a vizinhança, a mulher colocou pisos, luminárias, banheiros, janelas, tudo novo. Relataram que provavelmente a mulher gastou na reforma o dinheiro fruto do golpe, em razão de estar desempregada e com dois filhos.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.