‘‘É muita falta de respeito com ele’’, desabafam amigos de Maurílio, após festival sertanejo apagar foto do cantor que tinha show agendado para os próximos dias

Uma polêmica foi gerada após a exclusão da imagem e do nome do cantor Maurílio do cartaz de divulgação do festival Verão Sertanejo, marcado para os dias 7 e 8 de janeiro, em Caldas Novas (GO). A atitude dos organizadores do festival em excluir o nome do artista e a falta de homenagens fez com que amigos e colegas do cantor, que faleceu aos 28 anos de idade, ficassem revoltados.

“Tem algumas coisas que me fazem pensar muito sobre a validade do meio que vivo. Será que meu amor pela música resiste a situações assim? É muita falta de respeito com ele, com a Luiza, com a família, com os fãs… Com a própria música! 2022 começou tão mal quanto 2021 terminou”, comentou o compositor Daniel Rangel, ao ver o novo cartaz sem a foto de Maurílio.

A atitude adotada pelo festival também foi criticada pelo blogueiro Marcão Blognejo. “Quando você pensa que o meio sertanejo já chegou a todos os patamares de desumanidade existentes, você se depara com isso: os caras simplesmente apagaram a foto do Maurílio e colocaram a Luiza sozinha na propaganda do show que seria no próximo fim de semana”, lamentou.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Após abocanhar braço de bebê e atacar tio, jacaré é morto por policiais

Uma notícia tem gerado bastante repercussão nas redes sociais nesta segunda-feira (3) e surgiu após a declaração feita pela Polícia Militar de Goiás que afirmou que foi preciso matar a tiros um jacaré que atacou um bebê de um ano e oito meses, na Lagoa Grande, em Porangatu, no norte do estado.

De acordo com a polícia, um tio do bebê também foi atacado e pediu ajuda quando buscava os pertences do sobrinho que ficaram no lago. Felizmente, uma viatura da PM passava por perto e desferiu tiros de arma de fogo contra o animal que não resistiu.

O animal foi sacrificado na noite da última quinta-feira (24). O médico Juliano Ferreira, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), disse ao portal G1 que o bebê foi atacado um dia antes e teve o antebraço amputado. A criança passeava com a babá.

O Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, comunicou por meio de nota que o menino está consciente, respira espontaneamente e tem estado geral regular. A expectativa é de que a criança use prótese, futuramente, afirmaram pessoas próximas à família.

“Quando recolhia os objetos, o homem foi atacado pelo jacaré e, ao pedir socorro, foi atendido pela equipe do 3° Batalhão de Polícia Militar que realizava patrulhamento pelo local e realizou o abate do animal”, explica um trecho da ocorrência policial.

O delegado Luziano Severino de Carvalho, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Demas), informou que a ocorrência deve ser investigada para averiguar a conduta dos agentes.

Em tese é crime, mas temos que analisar se foi por legítima defesa de terceiros. Tem que investigar se o animal tentou atacar, mas foi embora. É preciso ter muito cuidado, não podemos ir atirando e matando”, disse o delegado Carvalho.

O delegado Luziano disse que a investigação será iniciada quando receber a ocorrência. Caso a hipótese de legítima defesa seja afastada, os policiais podem responder por crime contra a fauna. A pena é de detenção de seis meses a um ano e multa.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Família afirma que jovem com câncer morreu após ser espancado pela agentes da PM

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (20). O barbeiro Chris Wallace da Silva, 24 anos, faleceu após ter sido vítima de agressão física praticada por policiais militares de Goiás. O caso foi denunciado pela família da vítima que registrou um boletim de ocorrência. De acordo com a família, o jovem havia sido diagnosticado com mieloma múltiplo, conhecido como câncer de osso, e estava em tratamento.

A denúncia aponta que Chris e um amigo andavam em direção a uma distribuidora de bebidas, localizada no bairro Fidélis, região sudoeste de Goiânia, no momento em que foram abordados por policiais militares em uma viatura. A abordagem aconteceu por volta das 19h do último dia (10), uma quarta-feira.

Os agentes não agiram com violência na primeira abordagem, entretanto, em seguida agiram de forma agressiva, segundo a família da vítima. O jovem teria apanhado mais do que seu amigo em razão de sua condição física mais franca. Os policiais bateram a cabeça do jovem contra o muro e deram golpes no abdômen, apesar do alerta feito pelo amigo de Chris.

Após a agressão, Chris foi para casa, onde chegou muito fragilizado. Segundo a mãe de Chris, o filho foi para o banheiro da casa onde apresentou uma crise convulsiva e vomitou muito sangue. O jovem foi resgatado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e confirmou por meio de gestos a agressão que sofreu dos policiais. O jovem morreu no dia 16/11, após passar seis dias internado em estado gravíssimo no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

De acordo com o boletim médico do dia 11/11, Chris sofreu um “espancamento com trauma cranioencefálico, contusões abdominais e pulmonares”. O jovem estava intubado, respirava com a ajuda de aparelhos, e chegou a passar por uma cirurgia delicada. O advogado da família, Emanuel Rodrigues, informou que Chris foi diagnosticado com câncer nos ossos quando tinha apenas 14 anos. Após o tratamento o jovem estava se sentindo melhor, sobretudo em razão de um transplante de medula óssea que foi necessário.
Circuito externo de monitoramento registrou o momento em que Chris e o seu amigo andavam na rua e uma viatura policial fazia ronda no local. O registro bate com o horário em que os jovens foram agredidos, de acordo com relatos de testemunhas.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mãe faz ‘chá de revelação de DNA’ para mostrar que ex-companheiro é pai de seu filho

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste domingo (26). Um caso curioso aconteceu em Palestina de Goiás, sudoeste de Goiás, após a estudante de enfermagem Vanda Ferreira Costa, 38 anos, fazer um ‘chá de revelação de DNA’ para mostrar que o ex-companheiro é pai de seu filho. O vídeo gravado por ela viralizou nas redes sociais e mostra que o homem é de fato pai do bebê.

Como o pai do Antônio Mikael pediu o DNA, fizemos. Se der positivo, quando eu estourar o balão azul, vai aparecer a fotinha do papai e da mamãe no período da gestação”, contou Vanda no vídeo.

A mulher contou que fez o vídeo para mostrar que ela estava certa em sua afirmação em relação à paternidade de seu filho. O vídeo foi divulgado nessa quinta-feira (24) e já alcançou mais de 137 mil visualizações.

A gente mora em uma cidade muito pequena. O pessoal ficava comentando que não era filho dele. Ficava falando que era filho de ‘tiquinho de um e tiquinho de outro’. Isso me machucava muito. Por isso gravei, só não esperava que teria tanta repercussão”, disse a estudante.

Luis Antônio contou apenas que pediu um exame de DNA quado a criança nascesse e afirmou que Vanda disse que não iria fazer pois a criança não seria dele. V anda contou que o começo da gravidez foi muito difícil e que houve muitos boatos, o que levou ao fim do relacionamento com Luis Antônio.

Vanda disse que acionou a justiça para que Luis pague a pensão do filho.“Agora com o DNA em mãos, estou aguardando uma nova audiência para realizar os acordos”, contou.

Além da gestação complicada e cheia de comentários, Vanda foi diagnosticada com a Covid-19 no oitavo mês e ficou uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de ter que passar por um parto de emergência.“Foi muito difícil. Era só eu. Meus pais são idosos e não puderam me acompanhar, mas agora está tudo certo. Consegui provar que eu estive certa o tempo todo”, disse.

Vanda ainda contou que após a repercussão do vídeo espera que possa servir de inspiração para outras mulheres.“A gente fica tão ofendida, machuca tanto. Espero que sirva de apoio para outras mães”, comentou.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.