Familiares e amigos fazem manifestações em memória do tio e sobrinho que foram torturados e mortos após suposto furto em mercado

A população de Salvador e agora de todo o Brasil clama por justiça pelo crime bárbaro que aconteceu nesta semana na localidade da Polemica. Durante a tarde de sexta-feira (30), a esposa de Bruno Barros, um dos homens que foram achados mortos, com sinais de torturas dentro do porta-malas na última segunda-feira (26), fez um protesto em frente ao supermercado Atakarejo, onde teria ocorrido o suposto furto dos produtos alimentícios

Em entrevista ao portal G1, Paula Santos, contou que todos estão estão muito tristes com a situação, e que a sua filha, de 12 anos, está totalmente desolada com o crime ocorrido com o pai. Na última quinta-feira (29) os familiares divulgaram áudios que  revelavam que Tio que teria furtado carne com sobrinho em mercado pedia R$ 700 para ser ‘solto’, enquanto era ‘entregue’ juntamente com o sobrinho para traficantes da região.

A dona de casa desabafou dizendo, que estava casada com o Bruno há 15 anos, e comentou que a filha está psicologicamente abalada, entretanto, Paula, não sabe como pode ajudar a filha a lidar com a situação.

“Ele era um pai carinhoso, atencioso. Tinha um amor enorme por essa filha. Filha única. E hoje estou com minha filha em casa, chamando pelo nome dele, e eu nem sei o que dizer”, desabafou Paula.

Ainda de acordo com a matéria, Paula contou que o marido de 29 anos, trabalhava como ajudante de pedreiro, porém, estava desempregado. Ela afirmou que segue lutando por justiça.

“Eu não vou poder tapar esse buraco que ficou nela [na filha]. Mas que Deus me ajude a suprir metade do que ela vai precisar de agora em diante”, concluiu.

Vários familiares e amigos de Yan Barros e Bruno Barros, fizeram uma passeata onde ambos moravam e, em seguida, fizeram uma manifestação em frente ao supermercado Atacadão Atakarejo, que fica situado na localidade da Polemica.

Ian Barros e Bruno Barros foram encontrados sem vida na noite de segunda-feira (29). Eles foram torturados, levaram golpes de facadas e receberam muitos disparos de tiro.O crime segue sendo investigado pela Polícia local.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Tio e sobrinho são encontrados sem vida após furtar alimentos em mercado: “Foram entregues”

Corpos encontrados no porta-malas do carro, são de tio e sobrinho que teriam furtado alimentos em um mercado

Uma notícia muito triste foi divulgada nesta quarta-feira (28). Segundo a Polícia, dois corpos foram encontrados dentro do  porta-malas de um veículo na última segunda-feira (26). Os agentes informaram que os homens já foram identificados como, Bruno Barros da Silva, de 29 anos, e seu sobrinho, Ian Barros da Silva, de 19 . Ambos estavam com marcas de tortura e de tiros. Eles foram brutalmente assassinados na região da Polêmica, situada em Brotas.

Segundo o portal Correio, os homens teriam sido flagrados furtando alimentos em mercado no bairro de Amaralina. De acordo com as informações de testemunhas, o gerente teria acionado os traficantes que chegaram ao local da ocorrência em pouco tempo. Sendo assim, os suspeitos do furto, “foram entregues” aos traficantes que levaram os “acusados” para dentro de uma comunidade, onde segundo testemunhas, teria ocorrido uma sessão de tortura e o assassinato de ambos.

“Ficamos sabendo que um gerente chamou os traficantes da área, que botaram os dois na mala de um carro. Se eles estavam roubando, tinham que chamar a polícia, e não fazer isso” informou um dos parentes dos jovens, que estavam os corpos serem liberados do Instituto Médico Legal (IML) Nina Rodrigues.

 Ainda de acordo com o portal, o duplo homicídio está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Homicídio (DH/Atlântico), e que a Polícia Civil, já tem conhecimento de quem praticou o crime. Até o momento da publicação desta matéria, ninguém tinha sido preso.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Gerente de supermercado entrega suspeitos de furto para Tribunal do Crime: “Levaram para algum lugar”

Uma situação chocou várias pessoas nesta semana. Pois na tarde desta segunda-feira (26/04) dois indivíduos teriam sido mortos por traficantes da facção Vermelho. A situação ocorreu no Nordeste de Amaralina, por volta das 15h30, na região do Boqueirão.

Segundo o portal Informe Baiano, os homens teriam sido acusados de furtar um estabelecimento em Amaralina, e o gerente da empresa teria feito uma grande confusão por causa do ocorrido. Em seguida, o gerente teria acionado os traficantes que chegaram ao local da ocorrência em pouco tempo.

Os suspeitos do furto, “foram entregues” aos traficantes que levaram os “acusados” para dentro de uma comunidade, onde segundo testemunhas, teria ocorrido uma sessão de tortura e o assassinato de ambos.

“Eu não tenho certeza se eles estavam furtando mesmo e independente disso não poderiam ter entregue eles para os traficantes. Eu não sei se eles ligaram, mas fizeram um escândalo grande. Tem que mostrar a foto aí pra ver se as famílias aparecem. Podem ser pessoas de bem também. Absurdo o que aconteceu. Mais de 10 cabeças”, informou a testemunha.

 Ainda de acordo com o site, os traficantes teriam compartilhado no WhatsApp fotos dos homens vivos e depois mortos. As testemunhas informaram que as vítimas, levaram pauladas, facadas e tiros de fuzil 762 e que em seguida  “colocaram os corpos na mala de um carro e levaram para algum lugar”. informou a testemunha.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.