Após altas nos preços e troca na Petrobras, Bolsonaro dispara: “Vai dar uma arrumada lá, tem muita coisa errada”

Uma notícia vem repercutindo nesta terça-feira (23/2). Isto por que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o general Joaquim Silva e Luna, novo presidente da Petrobras, vai ‘’dar uma arrumada’’ na estatal petroleira. A fala do presidente aconteceu nesta terça-feira (23) e veio confirmar a narrativa de que não pretende interferir na empresa. Mas não é só isso… 

A indicação do general para a presidência da Petrobras aconteceu diante de sucessivos reajustes nos preços de combustíveis e de um desconforto com o presidente da empresa Roberto Castello Branco. Silva e Luna, que foi indicado sexta-feira (19/2), precisa ser aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras que se reúne nesta terça-feira. 

“Tem muita coisa errada. O novo presidente vai dar uma arrumada lá, pode deixar”, declarou Bolsonaro. 

Esta indicação do presidente Bolsonaro gerou uma turbulência no mercado que fechou o dia com queda na Ibovespa de 4,87%, chegando a 112.667,70 pontos e o dólar terminou o dia em alta de 1,30%, atingindo o valor de r$ 5,454. 

Durante a fala o presidente voltou a afirmar que de nenhuma forma interferiu na Petrobras. “O que eu interferi na Petrobras? Alguém responde aí. O que que eu falei para baixar o preço? Nada, zero.” Mas não é só isso. 

Destacou que é muito provável acontecer outras mudanças, mas não disse quais seriam. “Vocês vão ver a Petrobras como vai melhorar, assim como se tiver que fazer qualquer mudança, nós faremos.” Disse que as mudanças seriam realizadas nesta semana: Não é [troca] de bagrinho, é de tubarão”, afirmou.  

 

Da redação do Acontece na Bahia   

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

General da reserva Geraldo Miotto, ex-comandante militar do Sul, morreu devido às complicações da Covid-19

Uma triste notícia circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (21). O general da reserva e ex-comandante militar do Sul, Geraldo Antônio Miotto, faleceu ontem (20) aos 65 anos. O homem veio a falecer devido às complicações da Covid-19 na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, onde estava internado.

O homem foi internado no início de dezembro, no Hospital Militar de Área de Porto Alegre. Naquela época, o quadro clínico do General não era muito grave. Entretanto, com o passar do tempo o Geraldo teve seus pulmões comprometidos pela doença gradativamente.

Assim, o homem foi transferido para Canoas, na UTI do Hospital da Aeronáutica. Apenas poucos dias antes de falecer o general foi transferido para o Hospital de Clínicas da capital do estado.

Geraldo iniciou sua carreira militar no ano de 1972, quando ingressou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em São Paulo. Em sua carreira, ele chegou a ser Comandante Militar da Amazônia, Comandante Militar do Sul e alcançou o prestigiado cargo de general.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.