Funcionários da Caixa garantem paralisação nesta terça em algumas agências de todo o país

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (26). Os funcionários da Caixa de todo país pretendem paralisar amanhã, terça-feira e permaneceram assim por 24h.

De acordo com as informações do Sindicato dos Bancários da Bahia, a paralisação é uma resposta contra a abertura de capital da Caixa Seguridade – um braço do banco que atua nas áreas de seguro e previdência-, que, segundo o líder do Sindicato, Luiz Claudio, descumpre duas das instruções da Comissão de vendas das ações na IPO da Caixa Seguridade e ameaça para uma privatização.

“A Caixa Econômica Federal comete um crime quando, primeiro, cobra de forma abusiva de seus funcionários a venda de ações da IPO sem uma preparação e determinação de quem efetivamente poderia vender os papéis. Outro crime colocado também é oferecer es ações para 100% dos seus clientes, quando apenas 10% estaria qualificado para a compra, seja pela sua condição financeira, seja por sua perspectiva de investimento de médio e longo prazo”, explica Luiz Claudio.

A mobilização também é uma ação em prol da contratação dos aprovados no concurso de 2014. Os concursados aprovados lutam na Justiça e vem tendo vitórias para considerar válidas as contratações dos aprovados no concurso daquele ano, mas ainda não estão trabalhando. Além disso, exigem maior proteção contra a Covid-19 nas agências, inclusão dos empregados da linha de frente no grupo prioritário da vacina; e pelo pagamento integral da PLR Social, que foi retirada dos trabalhadores.

O presidente do Sindicato de Bancários da Bahia, o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), informou ao portal Metro1 que os protestos aconteceram nas principais cidades do estado baiano e em Salvador acontecerá às 7h da manhã, em agência da Caixa 2006, na Avenida Sete.

Ainda segundo o vereador, algumas unidades poderão abrir, mas que será divulgada após uma Plenária que acontecerá hoje.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Xand Avião demite parte dos funcionários depois de manter os salários por um ano mesmo sem shows

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira (16). O cantor de forró Xand Avião, assim como grande parte dos artistas nesta pandemia, precisou demitir parte dos funcionários que integravam a equipe. O cantor tentou manter a equipe por um ano, mesmo sem realizar shows e eventos.

Em uma nota publicada nas redes sociais, a assessoria do cantor explicou que as incertezas da pandemia fizeram com que fosse preciso tomar essa decisão:

“Sem a previsão de retomada das apresentações públicas por conta da pandemia do Covid-19, e pelo atual momento que vários setores vivem, o cantor Xand Avião precisou demitir alguns funcionários. Após quase um ano mantendo seus músicos e equipe de produção, mesmo sem shows e eventos, o cantor infelizmente precisou tomar tal atitude este mês. A intenção é recontrata-los assim que possível”.

Não foi informado pela assessoria quantos funcionários precisaram sair e nem quais eram as funções exercidas por cada um.

Redação da Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Equipe da BBB21 Karol Conká reduz salários dos funcionários e demite estilista pessoal da cantora

As consequências das atitudes de Karol Conká, do BBB21, continua sendo motivo de destaque nesta segunda-feira (15). Devido  aos crescentes cancelamentos de shows, contratos e programas, a equipe da cantora, dessa vez,  decidiu por demitir e reduzir os salários dos funcionários.

Segundo as informações obtidas pela coluna do repórter Léo Dias, a mãe de Karol optou por diminuir para R$ 2.500 ao mês o salário do produtor da cantora, além de demitir o estilista pessoal, Dário Mittmann. A família também planeja que a BBB volte a morar em Curitiba, pois a equipe de comunicação garante que ela não terá condições de pagar o apartamento de luxo que morava em São Paulo, cujo aluguel custava R$ 10 mil.

Nas últimas semanas, a revista “Forbes” fez um levantamento que destacava uma perda de lucros de até R$ 5 milhões, tudo resultado dos comportamentos racistas, homofóbicos e  xenofóbicos , além das humilhações projetadas ao ex-BBB Lucas Penteado, que fizeram com que diversas empresas desistissem de ter o nome da Karol Conká vinculado a elas.

Karol continua confinada, mas é uma das participantes com o maior índice de rejeição pelo público.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.