Após falta de insumos, FIOCRUZ anuncia que interromperá a produção da vacina Oxford/AstraZeneca

Uma notícia tem repercutido nas mídias sociais nesta quarta-feira (19). Isso, porque a produção da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19 será interrompida.

A fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que irá interromper a produção da vacina Oxford/AstraZeneca a partir desta quinta-feira (20) por falta de insumos. Segundo informações do “portal” CNN, as maquinas que fazem a primeira etapa da fabricação da vacina deverão ser religadas somente na próxima terça-feira (25), após a chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA).

Serão desligados os equipamentos das etapas que correspondem à primeira semana de produção da vacina, como que misturam os ingredientes, os que fazem o envase e a rotulagem. Essa paralisação pode provocar um impacto de cerca de 2,5 milhões de doses a menos na entrega prevista para a terceira semana de junho. Como já haviam imunizantes sendo fabricados, com o IFA que havia em estoque, a previsão é as doses a serem entregues até o início de junho não sejam afetadas.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Fiocruz diz que suspenderá a produção de vacinas AstraZeneca por falta de insumos, assim como o Butantan

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (16). A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), anunciou a interrupção da produção da vacina AstraZeneca contra a Covid-19, em razão do baixo estoque do insumo chinês imprescindível para a produção dos imunizantes. A Fiocruz informou que tal imprevisto não implicará a alteração das datas de entrega, mas pode afetar a quantidade de doses disponibilizadas.

De acordo com a Fiocruz, o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), irá garantir a produção dos imunizantes até a próxima semana em razão do último lote com a substância ter chegado ao Brasil há 20 dias. Segundo informações, duas remessas de IFA estão previstas para chegar ainda neste mês de maio com mais quatro remessas sendo esperadas até julho.

As entregas estão garantidas com o que nós já temos no Brasil até praticamente o dia 10 de junho e, com a chegada dessas duas remessas em maio, provavelmente a gente fecha o mês de junho. E aí temos que trabalhar para que recebamos, o mais rapidamente possível, esses quatro lotes que estão faltando. Nós estamos chegando no momento onde nós vamos ter pequenas interrupções da produção, por um ou dois dias – o que provavelmente vai acontecer na semana que vem – porque a gente está com a produção acelerada”, disse o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger. Mas não é só isso…

Nessa sexta-feira (14), o Butantan informou que suspenderá a produção dos imunizantes até a chegada de 10 mil litros de IFA. O carregamento com os insumos ainda não foi liberado pelo governo chinês para embarcar ao Brasil, de acordo com informações do governo de São Paulo.

“Esses 10 mil litros correspondem a aproximadamente 18 milhões de doses da vacina, absolutamente necessários para manter a frequência do sistema vacinal, acelerar e atender os que precisam da segunda dose”, afirmou o governador João Doria.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após autorização da ANVISA, Fiocruz irá produzir insumos da vacina AstraZeneca.

Nesta sexta-feira (30), foi aprovado pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que a Fundação Oswaldo Cruz produza o insumo Farmacêutico Biológico (IFA) da vacina Oxford/AstraZeneca.

“Com isso, a Fiocruz está autorizada a iniciar a produção de lotes pilotos em escala comercial, da vacina Covid19 (recombinante) com o IFA produzido no Brasil. A produção será destinada ao SUS. Após a realização dos testes, a Fiocruz deve solicitar a inclusão do insumo no registro ou fazer um pedido de autorização de uso emergencial”, informou a Anvisa.

De Acordo com a Anvisa, a aprovação técnica veio após inspeção que verificou as Boas Práticas de Fabricação da linha de produção e concluiu que Bio-Manguinhos cumpre os requisitos das Condições Técnico-Operacionais (CTO) para iniciar a produção dos lotes.

A Fiocruz trabalha com a previsão de que a “validação dos processos do IFA nacional” esteja concluída em julho para depois solicitar a inclusão do novo local de fabricação do insumo no registro da vacina. “Com isto, a partir de agosto, a Fiocruz já começará a entregar vacinas 100% produzidas em Bio-Manguinhos/Fiocruz”, informa a fundação.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

2 milhões de doses da vacina de Oxford chegarão ainda no mês de fevereiro, afirma Fiocruz

Uma ótima notícia circulou nas redes nesta manhã de segunda-feira (23). A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmou na última sexta-feira (19) que estão a caminho do Brasil mais 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 feita pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, ainda em fevereiro.

Assim, no total devem ser recebidas 10 milhões de doses do imunizante no país. O Brasil já recebeu um total de 2 milhões de doses no mês de janeiro e está na expectativa da chegada das doses restantes. Entretanto, não há previsão da chegada das outra 8 milhões de doses do imunizante.

Devido ao esgotamento das vacinas, as capitais Salvador, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre anunciaram a paralização do calendário vacinal na semana passada até as novas doses chegarem.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.