Mãe de criação da filha adotiva de Agnaldo Timóteo disse que família do cantor nunca gostou da jovem

Uma notícia tem sido destaque nesta semana, Isso porque depois do falecimento do cantor Agnaldo Timóteo,em abril deste ano, seus familiares começaram a brigar entre si para ficar com a herança. Além disso, a filha adotiva do artista foi expulsa da casa do artista pois eles não aceitavam a menina como parte da família. Mas hoje quem resolveu falar sobre toda a situação, foi a mãe de criação da filha adotiva de Timóteo.

Segundo o portal R7, a mãe de criação de Keyty Evelyn, de 14 anos, resolveu dar sua primeira entrevista sobre o caso. A criança vivia com o cantor desde os 2 anos de idade, o processo de oficialização da adoção foi interrompida, pois Timóteo foi infectado pelo coronavírus e vindo a falecer em seguida. Atualmente, o advogado do cantor está tomando conta da criança, enquanto a advogada Maria Lúcia Vieira está lidando com o caso.

Em entrevista para o R7, Maria do Rosário , mãe de criação de Keyty, informou que Timóteo amava a filha incondicionalmente. Entretanto, os seus familiares rejeitavam a criança. Após várias brigas, o testamento de Agnaldo Timóteo deixou parte dos bens e todos os direitos autorais do cantor, para Keyty. A mãe da menina também informou que a familia do artista trancava os pertences do cantor para que a jovem não tivesse acesso.

No final da entrevista, Rosário informou que um dos familiares da artista encerrou o contrato dela como faxineira, e disse que Keyty tinha que procurar a família dela, pois Rosário não era a responsável por ela.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Após ter sido despejada de dentro da sua própria casa, Filha adotiva de Agnaldo Timóteo recebe herança e todos os direito autorais do cantor

Nesta segunda-feira (26), uma notícia tem sido destaque nas redes sociais. Pois, após a filha adotiva de Agnaldo Timóteo ter sido despejada de dentro da sua própria casa, ter que “fugir” com a empregada. Um novo capítulo dessa história aconteceu e agora, Keyty Evelyn, de 14 anos, descobriu que seu pai adotivo, Timóteo, deixou 50% da herança para ela, além de todos os direitos autorais do cantor.

Segundo o portal R7, essas informações foram confirmadas pelo o assessor e sobrinho do cantor. ele ainda informou que a relação entre Agnaldo e Keyty era algo muito amável e natural.  “Era uma relação como pai e filha, mesmo. Porque ele pegou ela com 2 anos de idade”., informou Timotinho, sobrinho e assessor do artista.

Em entrevista para o R7, Timotinho disse que, Keyty já estava preparada, em relação a morte de seu pai. “Ela teve que aceitar, porque ela já tinha passado um susto, quando o Agnaldo teve o AVC (Acidente Vascular Cerebral), em maio de 2019. Aquilo já tinha sido um baque para ela, e nós também não esperávamos que fosse acontecer. E como ele já estava entre a vida e a morte, ela já estava meio que preparada”,  disse, o sobrinho de Agnaldo

Ele ainda comentou sobre a rejeição dos familiares em relação a Keyty.”Na verdade, os irmãos nunca tiveram uma relação com a família da Keyty, nem com a menina. A relação era o Agnaldo com a garota e com a família dela. Só”, informou.

Ainda de acordo com o portal, o sobrinho do Agnaldo concluiu a entrevista, informormando que, todos os familiares, filhos, irmãos e demais parentes, irão respeitar as decisões que o artista declarou no testamento.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Filha adotiva de Agnaldo Timóteo é “expulsa” da mansão do cantor e tem que fugir com empregada

Um caso tomou as manchetes nesta sexta-feira (23). Isso porque está havendo uma disputa pela herança do cantor Agnaldo Timóteo, que faleceu recentemente com Covid-19. Mas isso não para por aí, pois a sua filha adotiva, Keyty Evelyn, de 14 anos, está sendo despejada de dentro da própria casa.

O cantor Agnaldo Timóteo, a amava imensamente, e estava tomando todas as providências para adotar Keyty, entretanto, o artista veio a falecer antes de concluir os trâmites de adoção. Então isso culminou em problemas grave no âmbito familiar do cantor.

Segundo o portal R7, ainda em vida, o cantor gravou um vídeo onde aparecia ao lado de seu advogado, informando que todos procedimentos para legalizar a sua paternidade, teria que ser tratada como prioridade. 

Ainda de acordo com o portal, todos os imóveis estão inacessíveis aos familiares. Porém, Keyty teria permanecido num desses imóveis, estava em uma mansão com uma empregada doméstica. Contudo ainda segundo o portal, elas tiveram que fugir do local, após sofrerem ameaças dos familiares de Timóteo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Antes da internação, Agnaldo Timóteo fez testamento que gerou disputa entre filha adotiva de 14 anos e restante da família

Uma história tomou as manchetes nesta quarta-feira (7). O cantor Agnaldo Timóteo fez um testamento dias antes de ser internado em decorrência da covid -19 e repartiu os mais de R$ 15 milhões de uma forma que deixou a família em uma briga sem precedentes. A filha adotiva do cantor, Keyty Evelyn, de 14 anos, ficará com 50% da herança enquanto os demais familiares ficarão com os outros 50%. 

Segundo relatos, o cantor Agnaldo Timóteo parecia já estar com um mau pressentimento mesmo antes de ter contraído a covid 19 e dias antes de ser internado por conta do vírus resolveu fazer o testamento e chegou a querer gravar algumas músicas pedindo presa para o seu produtor musical.  

O produtor Thiago Marques Luiz, confirmou a história e disse que o cantor Agnaldo Timóteo queria gravar algumas músicas em homenagem à Ângela Maria por pressentir que o cara  de cima iria carimbar o seu passaporte.  ”E eu preciso deixar isso pronto. Eu devo essa homenagem à Ângela”, disse o cantor. 

O produtor comentou:” Agnaldo! Não é o momento ideal, porque a gente teria que fazer isso com calma e esperar passar esse momento”. Agnaldo então falou: Não, não, não! Eu preciso fazer isso. A gente vai para lá com cuidados e tudo mais e grava esse trabalho”. Foram gravadas 7 das 14 músicas que estavam no planejamento e o restante seria finalizado quando o cantor retornasse à São Paulo. 

Segundo o produtor, as músicas gravadas por Agnaldo Timóteo ficaram lindas e serão lembradas como o último trabalho registado em vida do cantor. As produções serão lançadas em um futuro breve.  

Da Redação do Acontece na Bahia 

  

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.