Lázaro acompanhou notícias sobre ele com o uso de celular roubado e perfil falso em rede social

Uma notícia tem circulado nas redes sociais neste sábado (26).O foragido da justiça Lázaro Barbosa, 32 anos, procurado há 17 dias por uma força-tarefa composta exclusivamente com o objetivo de capturá-lo, criou um perfil falso no Facebook usando um celular roubado de reféns.

No último dia 15 de junho o foragido fez uma família refém e nessa ocasião roubou o celular de uma das vítimas. Este aparelho foi monitorado pela polícia e ficou com o suspeito até o dia 18 de junho, três dias após ter sido roubado. A família feita refém foi libertada pela polícia e na ação houve troca de tiros com o fugitivo que conseguiu fugir levando o aparelho. Mas não é só isso…

Neste período, Lázaro conseguiu criar um perfil falso em rede social mesmo sendo procurado na mata por um contingente de 270 agentes policiais. Os investigadores acreditam que o fugitivo criou a conta falsa para monitorar e acompanhar as informações sobre a perseguição.

Lázaro Barbosa usou como foto de perfil a imagem de um helicóptero usado nas buscas por ele e usou também uma foto de policiais na mata a sua procura. “As buscas não param. Breve estará nas mãos da polícia. Não volta em viatura, volta com o IML”, escreveu na legenda, como uma maneira de provocar os policiais. O perfil criado pelo fugitivo tem apenas um amigo, uma adolescente de Águas Lindas (GO), que não é investigada pela polícia.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.