Funcionário de empresa aérea paga passagens de família surda que caiu em golpe da internet e comove as redes com sua atitude; Presidente da Azul parabenizou o funcionário

Uma bela notícia circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (25) e chamou a atenção dos internautas. Um funcionário da empresa aérea Azul ficou famoso nos últimos dias após uma belíssima ação. O homem ajudou uma família de surdos que caiu em um golpe na internet e já não tinha para onde ir.

O caso aconteceu no estado do Mato Grosso do Sul, no Aeroporto de Campo Grande. Pai, mãe e três filhos iriam embarcar com destino à Recife, porém, algo inesperado ocorreu.

Ao atender a família, o atendente Raphael Cavaleiro percebeu que os bilhetes da família eram falsos. Assim, ao conversar com a filha ouvinte de 9 anos, ele soube que a família caiu em um golpe e não tinha mais dinheiro para comprar novas passagens. Além disso, a família tinha acabado de vender tudo no estado e estava indo morar com o avô em Pernambuco, já que o pai da garota estava desempregado.

Conversando com a garota, Raphael descobriu que o golpe tinha sido aplicado pelo Facebook. Em uma conversa no whatsapp, a família pagou um boleto no valor de R$ 1.400 destinado a Agência de Turismo Ltda. Assim, após o pagamento os golpistas bloquearam o telefone do casal, que não pode mais ter nenhum contato com eles.

Assim, a garota de 9 anos teve que explicar aos pais em libras que eles haviam caído em um golpe. Neste momento Raphael se segurou para não chorar. Ele pediu licença e foi até a área dos funcionários para chorar longe da família.

“Me perguntei por que as pessoas fazem isso? Como tem pessoas más. […] A menina era igual minha filha mais nova, o mesmo trejeito. Quando ela falou que eles nem cama tinham mais, eu pensei: cara, eles não vão conseguir nem voltar pra trás”, relembra.

Assim, o funcionário, emocionado, conversou com o coordenador da companhia aérea que gostaria de ajudar o casal. Dessa forma, ele utilizou o próprio cartão de crédito para pagar a maio parte das passagens. O casal deu o resto do dinheiro que tinha para completar o valor de R$ 2 mil dos bilhetes.

“Falei pra menina: o tio vai te ajudar e pagar o restante, mas vocês não vão deixar de viajar”, afirmou o atendente à garota.

O que Raphael não esperava era a proporção que o caso teria. Dias depois, os colegas de trabalho de Raphael contaram o caso para chefia e o caso chegou até o presidente da Azul, John Rodgerson.

“Quando tomei conhecimento do caso, fiz questão de ligar pro Raphael e agradecê-lo. Alguns tripulantes, assim como eu, ficaram comovidos com a história e nós da Azul fizemos questão de reembolsar integralmente o valor gasto por ele. Fica aqui o nosso muito obrigado e parabenizações à sua atitude!”, escreveu John.

“O mais surpreendente foi a atitude de um dos nossos tripulantes da base, o Raphael Leiva Cavaleiro, que nos mostra que ao contrário da covardia dos bandidos, há pessoas que pensam no próximo e fazem o bem!”, disse o presidente da Azul.

Raphael respondeu modestamente com: “Nós somos incentivados a ter essa sensibilidade e é por isso que nos diferenciamos das demais companhias”, concluiu.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Sensibilizado pela pandemia, cantor leva idosos gratuitamente para postos de vacinação com seu carro

Uma bela história de empatia circulou nas redes e chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (16). O cantor Orlando Bendelack de Oliveira, de 34 anos, deu uma aula de empatia após organizar caronas voluntárias para levar idosos dos bairros Guaratiba, Recreio e Campo Grande, no Rio de Janeiro, para os locais de vacinação.

Orlando afirmou que esteve preocupado sobre as dificuldades que os idosos da área onde ele mora teriam para receber a dose da vacina. Assim, ele resolveu ajuda-los com caronas de carro até os locais de vacinação.

Assim, o cantor que é conhecido como Dinho Bendelack, publicou ação filantrópica nas redes sociais e ganhou grande engajamento. O homem comentou sobre o sucesso da postagem e afirmou que tem relação com o momento difícil que estamos passando.

“Acredito que a viralização é o resultado da necessidade de acreditar em dias melhores, porque boas ações e o sorriso de um “vovozinho” podem nos trazer a esperança que muitas vezes está perdida”, afirmou.

Atualmente desempregado, o cantor complementa a renda como motorista de aplicativo. Porém, com a vinda da pandemia, Dinho se viu em uma situação complicada e com seu poder aquisitivo significativamente reduzido. Mesmo assim, o senso de empatia de Orlando apenas aumentou neste momento de dificuldade.

“Eu me reinventei, estou trabalhando com pipas. Tenho saúde para correr atrás. Meus pais são idosos e podem contar comigo, mas penso nos idosos que não têm as mesmas condições. Corta o coração vê-los sozinhos no mercado, nas ruas; eles podem pegar o coronavírus e morrer”, contou.

Uma das beneficiadas com as caronas de Dinho foi Maria Rizalva Silva de Aquino, de 89 anos, que é cadeirante e é portadora da doença de Alzheimer em estágio avançado. A filha de dona Maria, Sandra Lourenço, afirmou que a ajuda é muito bem vinda e em um momento oportuno, uma vez que é muito difícil locomover a mãe pela cidade devido à cadeira de rodas.

“Achei linda a atitude do Dinho. Tenho que agradecer muito a Deus e a ele, porque até na própria família pessoas com carro não tiveram essa disponibilidade.”, afirmou Sandra.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Ex-prefeito de Colatina, Sérgio Meneguelli mostra escola construída com verba que iria pro carnaval do ano passado

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (16). Sérgio Meneguelli, que é considerado por muitos o melhor prefeito do Brasil, chamou a atenção novamente após mostrar a conclusão da construção de uma escola que ele havia prometido a partir do dinheiro que seria direcionado para o carnaval do ano passado.

No ano passado, o agora ex-prefeito de Colatina (ES) afirmou aos seus eleitores que cancelaria o carnaval de 2020 uma vez que suas prioridades como prefeito eram outras.

Assim, o prefeito fez novamente sucesso em suas redes sociais após fazer o anuncio que faria o investimento de R$ 200 mil em construção de uma escola municipal na zona rural da cidade, valor que seria antes destinado para o desfile das escolas de samba da cidade. Sérgio afirmou que em meio à uma crise econômica e com falta de recursos não poderia priorizar o carnaval em detrimento da educação e da saúde. Dessa forma, muitos internautas o elogiaram pela sensatez.

Um ano depois do anuncio, Meneguelli apareceu nas redes sociais mostrando a escola que ele construiu com o dinheiro “não gasto” do carnaval 2020. Assim, o prefeito trouxe a reflexão sobre as prioridades dos prefeitos no Brasil.

Entretanto, o prefeito afirmou que o cancelamento do carnaval “não era par sempre”, uma vez que o lazer é algo essencial na vida das pessoas também.

“Se na festa do município, em agosto, estivermos em situação melhor com nossos postos equipados e escolas reformadas, podemos pensar em uma programação com os desfiles dentro da festa”, afirmou.

“Me perdoem. É triste tirar esse lazer de vocês, mas é por pouco tempo”.

“A nossa saúde e nossa educação estão exigindo, neste momento, um tratamento especial. Para que façamos um carnaval como foi no ano passado, eu teria que gastar de R$ 180 a R$ 200 mil e seria uma irresponsabilidade minha usar este dinheiro para fazer desfile de escola de samba, quando em nossos postos, às vezes, faltam material de limpeza”, continuou

“Certos momentos da vida chegam a ser irônicos. Eu incentivei a retomada do carnaval nessa cidade, em 2009 e, quando chega 2018, eu preciso vir a público para dizer que está difícil fazer carnaval hoje”, concluiu.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Santa Inês: Médico é flagrado levando paciente em cadeira de rodas após receber alta e dá exemplo de empatia

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (1). Um médico foi flagrado conduzindo uma paciente em sua cadeira de rodas na saída de um hospital na cidade de Santa Inês (BA), no vale do Jiquiriça.

Não há informações ao certo do dia nem a hora que as fotos foram tiradas, mas, as fotos viralizaram e o médico virou um exemplo de como tratar os pacientes com carinho e empatia.

Nas fotos, o médico identificado como doutor Eusmar, aparece guiando uma paciente de cadeira de rodas para a parte de fora do hospital por conta própria. Além disso, o médico ajuda a senhora a entrar no carro da família, que a levaria para casa após receber alta.

As fotos chamaram a atenção dos internautas pelo carinho e empatia do médico. A senhora das fotos ainda não identificada.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.