Casal baiano é preso pelo FBI sob suspeita de esquema de estelionato nos Estados Unidos, juntamente a outros 19 brasileiros

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (12). Em uma acusação de esquema de estelionato, dezenove brasileiros foram presos em Boston, nos EUA, dentre eles, um casal baiano. O esquema vitimou mais de 2 mil pessoas na América do Norte.

No esquema, todos operavam nos Estados Unidos criando contas fraudulentas em aplicativos de entrega e transporte. Assim, as contas eram criadas com identidades roubadas e vendidas para motoristas que não estavam aptos para atuar nesse serviço. Ainda segundo o Departamento de Justiça do distrito de Massachusetts, o esquema contava com a criação e uso de bots automatizados e tecnologia de falsificação de GPS para aumentar o dinheiro recebido.

Os crimes aconteciam desde janeiro de 2019, com ao menos cinco empresas fraudadas. Era-se obtido também imagens de carteiras de habilitação e números do Seguro Social das vítimas, além da criação de contas fraudulentas de motoristas usando esses identificadores e o aluguel ou venda dessas contas.

Os criminosos aproveitaram-se do momento em que milhões de pessoas estão dependendo desses serviços. “Uma série de pessoas sem as qualificações mínimas e não elegíveis para trabalhar nos EUA foram aptos de forma ilegal. Elas trabalhavam burlando por exemplo a verificação de antecedentes criminais”, disse o procurador em exercício nos EUA, O Nathaniel R. Mendell.

O agente do FBI Joseph R. Bonavolonta afirmou que os brasileiros ainda arrastaram milhares de pessoas inocentes para que o esquema, afim de obter uma maneira fácil e rápida de fazer dinheiro. O casal baiano Wemerson Dutra Aguiar, 25, e Priscila Barbosa, 35, naturais de Vitória da Conquista, poderá pegar até 20 anos de prisão, além da multa de 250 mil dólares.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.