Motorista bêbado mata uma mulher, foge do local e volta para uma festa após o acidente; Além de alcoolizado, ele não estava com habilitação

Uma notícia revoltante está repercutindo nesta terça-feira (11). O motorista Hélio dos Santos Aguiar, de 25 anos, que dirigia alcoolizado ontem, no feriado do Dia das Mães, matou uma mulher ao colidir com o veículo em que ela estava, e voltou para uma festa logo em seguida. A vítima identificada como Silvana Maria Faquim Belúcio Simon, de 39 anos, estava no carro com o marido José Magno Nogueira Simon, de 41 anos e duas filhas, uma jovem de 21 anos e uma criança de 11 anos.

O caso aconteceu na cidade de Linhares, no Espirito Santo. Hélio dos Santos além de dirigir alcoolizado, estava sem habilitação. De acordo com as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele teria saído de uma casa de eventos, que fica a cerca de 400 metros da BR 101, e levado um amigo em casa. Na volta para a festa, cometeu o acidente, fugiu do local e voltou para casa de eventos.

“Nós realizamos buscas na região e o encontramos novamente na festa. Esse condutor, após colidir e matar uma pessoa, retornou para essa festa”, explicou o inspetor da PRF Vinícius Scopel ao jornal A Gazeta.

A vítima Silvana Maria Faquim morreu no local do acidente, o marido foi atendido no Hospital Geral de Linhares (HGL) e já foi liberado. A filha mais velha está no Hospital Rio Doce e a outra está internada na Unidade de Pronto-atendimento Infantil.

No teste do bafômetro, o motorista testou positivo para a presença de álcool. Ele está preso e autuado por homicídio culposo na direção de veículo automotor, embriaguez ao volante e fuga do local do acidente.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.

Piscina de prédio de luxo desaba sobre garagem no Espírito Santo e Defesa Civil interdita o local

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (24). O desabamento da piscina de um prédio de luxo localizado em Vila Velha, no Espírito Santo deixou os moradores assustados. O incidente aconteceu nessa quinta-feira (22) e fez com que a estrutura desabasse sobre a garagem do mesmo edifício. De acordo com informações do portal G1 ninguém ficou ferido na ocorrência.

Momentos depois da piscina desabar, fato que aconteceu por volta das 22h, a Defesa Civil interditou a parte da orla do bairro por medidas de precaução. Aproximadamente 270 pessoas moram no edifício Parador e as informações são de que a estrutura que veio a baixo tinha 25 metros e havia sido construída em 2018. A água da piscina escoou pela garagem e os escombros da estrutura foram parar no meio da rua. Segundo testemunho de moradores, no momento da queda da piscina foi ouvido um forte barulho e cheiro forte de gás, por ser aquecida. Os moradores do prédio saíram às pressas sem levar os seus pertences.

“Ouvimos um barulho muito grande. Imediatamente procuramos saber o que aconteceu. Fomos à varanda e vimos que saia muita água do prédio e descemos rapidamente, pegamos algumas coisas. Graças a Deus, não aconteceu nenhum problema maior’’, contou o morador Ubiracy Fonseca.

A Argo, empresa responsável pelo projeto do edifício em 2018, destacou que tem colaborado com as autoridades e tem dado suporte aos moradores do edifício. A empresa informou por meio de nota que a desocupação das duas torres na última quinta-feira (22), foi por medidas de precaução e motivada por orientação da Defesa Civil. De acordo com a nota, a empresa se compromete a arcar com os custos dos moradores com hospedagem e afins visando resolver a situação da maneira mais célere possível.

“A Defesa Civil emitiu parecer no sentido de que a estrutura da edificação não foi abalada pelo incidente, corroborando com o laudo emitido pelo engenheiro calculista, permitindo com isso o retorno dos moradores aos seus apartamentos.

O retorno acontecerá até terça-feira, a fim de resguardar a segurança dos moradores, evitando possíveis aglomerações e alto fluxo de prestadores de serviço nesse momento de pandemia. Nesse período, a Argo vai continuar a arcar com as despesas de hotel e afins’’, diz a nota.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Esposo de mulher que morreu após dar luz à trigêmeos desabafa depois da perda: “Tenho de seguir em frente, vai dar tudo certo”

Uma notícia estampou as manchetes dos jornais brasileiros nesta manhã de sexta-feira (29). O marido de Camila Cassimiro da Conceição, que faleceu ontem (28) após dar à luz à trigêmeos, desabafou sobre a perda da companheira.

“Ela desceu, aí eu não pude descer, eu aí já não vi mais nada, não consegui acompanhar ela, não fiquei junto com ela”, afirmou José Cleber Xavier Cardoso, de 34 anos, companheiro de Camila há 32 anos.

O homem trabalha como pedreiro na cidade de Itajaí, onde as crianças nasceram. O homem terá a importante missão de cuidar sozinho dos trigêmeos que perderam a mãe nesta quinta-feira (28).

Em entrevista ao site G1, o homem contou o que aconteceu antes da mulher falecer: A gente estava na sala, que já começou o sangramento, aí foi sangramento, foi sangramento, aí não teve jeito mais, fazendo limpeza aí ela foi lá e chamou a médica. A médica subiu e desceu com ela para a UTI. [O hospital disse] que tinha tirado o útero dela, por problema que deu com ela, que eu nem sei explicar direito”

O homem afirmou também sobre as possíveis dificuldades de criar as crianças sozinho. Ele demonstrou esperança sobre dias melhores e diz que terá sua mãe e irmãos para ajudar.

“Condições, condições eu não vou ter. Mas tenho que seguir em frente. Minha mãe está aí, vai me ajudar. Agora é pensar positivo. Vai dar tudo certo”.

Ele também falou sobre as necessidades de doações: “Quem puder pra doar, que tiver vontade de fazer uma doação e puder ajudar, estamos aí pra receber essa ajuda”.

Além dos trigêmeos, Camila teve mais quatro meninas com José Cleber, uma de 13 anos, uma de 11 e 2 gêmeas de 3 anos. Assim, o homem terá o desafio de cuidar de 7 crianças sozinho.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.