Após aplicar nas coxas substância estranha, professor de 26 anos morre vítima de envenenamento

Um caso intrigante aconteceu em Araçatuba, interior de São Paulo, na tarde do dia 1º, uma quarta-feira. O personagem central foi um professor de matemática, de 26 anos, que faleceu momento depois de ter aplicado uma substância nas coxas acreditando se tratar de anabolizante.

A polícia informou que o pai de Gustavo Henrique Gonçalves esteve na delegacia para registrar boletim de ocorrência, e disse que o filho foi socorrido por médicos do pronto-socorro e encaminhado para a Santa Casa de Araçatuba.

O pai de Gustavo, entretanto, não soube dizer quem levou o filho para o pronto-socorro, e também não tinha informação sobre o dia que a vítima foi encaminhada a Santa Casa.

O jovem teria aplicado Ricina intramuscular nas duas coxas acreditando se tratar de anabolizante, de acordo com a guia de encaminhamento da Santa Casa.

A Ricina, substância aplicada pelo jovem, é uma proteína altamente tóxica extraída da mamona. Ela é capaz de matar uma pessoa apenas com uma pequena quantidade, dizem os especialistas.

A investigação agora procurar concluir em grau definitivo se o produto usado por Gustavo se trata realmente da toxina extraída da mamona e onde o jovem adquiriu a substância.

A análise inicial da vítima apontou que ele teve intoxicação exógena e acidose metabólica grave por envenenamento. Informações do boletim de ocorrência, mostram que o quadro clínico do jovem evoluiu para insuficiência respiratória, insuficiência renal aguda e choque séptico.

A polícia solicitou exame necroscópico para anexar à investigação. O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mulher é presa após aplicar veneno no marido internado durante visita

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (8). A polícia prendeu nesta manhã uma mulher de 37 anos, que não teve o nome revelado, acusada de tentar matar o companheiro por envenenamento. O caso aconteceu em Parnamirim, Rio Grande do Norte, e a investigação apontou que a mulher aplicou chumbinho no marido enquanto ele estava internado.

A Polícia Civil informou que o homem precisou de atendimento médico após ter almoçado com a companheira. Com um quadro clínico grave e desconhecido, o homem entrou em coma. Após alguns dias, a mulher foi visitar o companheiro no hospital e disse aos médicos que precisava ficar um momento a sós com o marido em razão do desejo de fazer uma oração. Neste momento os equipamentos que mantinham o paciente vivo soaram o alarme.

Os médicos identificaram uma substância na sonda do paciente e a encaminharam para a delegacia. O quadro clínico do homem piorou depois deste episódio. A substância encontrada na sonda do paciente foi o inseticida conhecido como chumbinho, após laudo pericial realizado pelo ITEP/RN (Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte). A substância é comercializada de forma irregular e não possui registro na Anvisa.

A acusada foi encaminhada para a DHPP (Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa) de Parnamirim e conduzida para o sistema prisional onde permanece à disposição da justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto:Imagem ilustrativa

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Polícia prende suspeita de mandar caixa com bombons envenenados para ex e a noiva dele em MG

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (26). As Polícias Civil e Militar em uma operação conjunta, prenderam uma mulher suspeita de envenenar cinco pessoas e um cão na cidade de Jaíba (MG). As vítimas começaram a passar mal após o consumo de chocolates que chegaram em uma caixa entregue por um taxista.

Duas das vítimas estavam com casamento marcado para este final de semana. Mais duas pessoas adultas e uma criança de dois anos também foram envenenadas. A suspeita presa é ex-companheira do noivo. As vítimas receberam atendimento médico nessa quinta-feira (23) e a polícia prendeu a mulher acusada do crime nessa sexta-feira (24).

A identidade da suspeita não foi revelada. Segundo a polícia, um taxista deixou uma caixa que continha bombons e taças para a noiva. As vítimas comeram os chocolates pensando que se tratava de um presente. O cão foi o primeiro a passar mal e se debater.

A polícia conversou com as vítimas e familiares e chegou a ex-companheira do noivo como possível pessoa responsável por ter enviado a caixa com chocolates, já que não aceitava o fim de seu casamento.

A investigação está em andamento e a polícia tem levantado informações, além de analisar imagens de câmeras de monitoramento. As vísceras do cachorro também foram analisadas e é aguardado um laudo pericial para dizer qual foi a substância colocada nos bombons. O delegado de polícia, Marconi Vieira, representou pela prisão preventiva da suspeita que foi encontrada em sua casa. Também foi cumprido no local um mandado de busca.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Noivos e familiares são envenenados após receberem cesta de chocolate de presente

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (25). Noivos e familiares, além de um cão, foram envenenados após consumirem uma cesta de chocolate recebida como presente. O caso aconteceu na cidade de Jaíba, norte de Minas Gerais, nessa quinta-feira (23).

De acordo com informações, os noivos tinham casamento no civil marcado para acontecer nessa sexta-feira (24) e a cerimônia religiosa agendada para o dia seguinte. O casamento precisou ser adiado em razão da cesta de chocolate, que foi entregue por um taxista, e levou Maria Neuza Lopes, Amanda de Cássia Lopes, Dione Quirino, Regina Medeiros e a criança de dois anos (L. M) para a emergência de um hospital.

Testemunhas relataram à imprensa que a cesta recebida era composta de chocolates, vinho e taças e tinha como remetente uma ex-patroa da noiva, mas estranharam a situação pois essa mulher mora no exterior. As Polícias Civil e Militar estiveram na residência e o cão morto foi levado para ser examinado. A investigação se intensificou e as vítimas adultas não correm risco de morrer e a criança foi transferida para outro hospital onde receberá atendimento pediátrico.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.