Salvador: Mulher que foi assassinada ao lado do marido no Engenho de Brotas era filha de policial conhecido nos grupos de Whatsapp

Uma triste notícia chamou a atenção dos internautas baianos nesta manhã de sábado (1). A jovem de 20 anos executada na última noite de quinta-feira (29/04), no Engenho Velho de Brotas, em Salvador, era filha de um conhecido policial da capital, que ganhou notoriedade por divulgar vídeos irônicos nos grupos do Whatsapp.

Ele ficou conhecido após a gravação de um vídeo mandando um recado a um amigo que devia dinheiro a ele: “Faça o favor de pagar, irmão. Com brevidade. Se não eu vou ter que ir aí e a coisa não vai dar certo. Entendeu? Vocês estão entendendo? Os senhores entenderam a mensagem? Pronto, afirmativo!”

Stephanie Raquel Almeida Pedra de Oliveira faleceu por volta das 22h50 da noite de quinta após ter sido abordada por dois homens encapuzados enquanto andava de carro com seu marido. A dupla efetuou diversos disparos contra a mulher, que não resistiu aos ferimentos e faleceu. O marido da moça não se feriu.

Moradores da região afirmaram que Stephanie não era envolvida com a criminalidade, o que deixa o caso ainda mais misterioso.

“Está estranho porque estava ela e o marido dentro carro. E só atiraram nela. Aqui no bairro todos dizem que ela não era envolvida, pelo contrário, era uma pessoa de bem”, afirmou o morador.

“Agora, a gente também não sabe se tem alguma coisa a ver com o pai dela ser policial, mas a gente também nunca soube que Tabajara tinha envolvimento com coisa errada, tipo tráfico. Ele nem gostava de traficante. Pode ser outra coisa”, continuou.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.