Morre o empresário Masataka Ota, que ficou conhecido após sequestro e assassinato de seu filho de 8 anos

Uma notícia tem repercutido neste sábado (27). Isto porque Masataka Ota, empresário, ex-vereador e atual suplente de vereador na Câmara de São Paulo, perdeu a luta para um câncer que lutava já há algum tempo. O empresário de 63 anos teve seu filho, Ives Ota de 8 anos, sequestrado e assassinado em agosto de 1997. 

Masataka Ota criou o Instituto Ives Ota que se dedica ao trabalho comunitário na zona leste de São Paulo logo após o trágico incidente envolvendo o seu filho e chegou a afirmar que havia perdoado o assassino de Ives numa entrevista feita ao Estadão, em 2012. 

‘’Vai finalmente abraçar seu filhinho amado, Ives Ota’’ desabafou Márcio Franca (PSB), ex-governador, numa rede social. Outras pessoas lamentaram também a morte do empresário como por exemplo o deputado estadual José Américo (PT) que foi colega de Masataka na Câmara. 

O assassinato de Ives causou grande comoção em agosto de 1997. Ele foi morto e enterrado na casa de um dos assassinos, um motoboy, antes mesmo do recebimento do resgate. Além do motoboy que foi condenado a mais de 40 anos de prisão outros dois policiais tiveram participação e cumprem pena. 

Além disto a lei 13.473 que veio instituir o Dia Nacional do Perdão, sancionada pelo ex-presidente Michel Temer em 30 de agosto, teve como marco inicial o dia deste terrível crime. 

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Imagem: Silva Junior/Folhapress          

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.

Empresário do ex-BBB Lucas Penteado pede 30% de tudo que ele conseguiu: “Lucas disse que, de tudo o que eu conseguisse para ele, me daria”

Uma situação envolvendo o ex-BBB Lucas Penteado continua repercutindo neste sábado (13). O ex-empresário do ator, Leandro Alladin, afirmou que processará Lucas caso ele não cumpra com o combinado feito.

De acordo com Leandro, ele e Lucas mantinham um vinculo trabalhista, no qual ele o assessorava antes de entrar no programa, conseguindo serviços e patrocínios.

“Conheço o Lucas há quatro ou cinco anos. Ele me procurou antes do BBB dizendo que precisava de um patrocínio de R$ 1,5 mil. Em questão de minutos, consegui R$ 8 mil e um dentista, que fez o canal nele e, quando saísse do programa, colocaria lentes de contato. Lucas disse que, de tudo o que eu conseguisse para ele, me daria 30%”

Ainda segundo Leandro, ele apoiava e ajudava a família de Lucas, garantindo a entrega de um smartphone para que as publicações nas redes sociais fossem feitas enquanto o programa acontecia, além de enviar lanches para os familiares. Leandro diz:
“Quando estava indo, disse para a mãe dele: ‘O Leandro vai ser responsável por tudo’. Agora, quero ser pago pelo meu trabalho e ter minha dignidade de volta”.

Leandro também assegura que Lucas estar a par de tudo que está acontecendo e que desde que um amigo da família de Lucas resolveu participar das negociações, ele foi bloqueado em todas as redes sociais: “Minha amizade com ele é grande. Me ligava praticamente toda hora. Agora, preciso apelar para isso”.

E agora?

Apesar de não existir contratos formais, existem conversas no WhatsApp que comprovem as promessas que Lucas tenham feito. Em notas, do advogados de Leandro dizem:

“Não há contrato assinado, mas há conversas nas quais Lucas diz que Leandro é assessor dele e faz promessas de pagamentos. Pelos documentos que visualizei, acredito que o juiz entenderá que meu cliente merece ser remunerado. Se Lucas tiver boa vontade e pagar aquilo que foi acordado, o assunto se encerra”.

Além disso, Lucas Penteado ainda não se pronunciou diretamente sobre a situação, mas em uma nota a assessoria do ex- BBB diz:

“No momento não nos manifestaremos de forma mais aprofundada. Porém, afirmamos que não reconhecemos qualquer tipo de relação trabalhista/profissional entre o ator e cantor Lucas Penteado e Leandro Alladin.” Mas não é só isso.

Recentemente, fãs conseguiram mais de R$ 300 mil para Lucas Leia Mais.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Paulo Afonso: Empresário conhecido na região é morto a tiros e caso choca a população

Um caso continua assustando o povo neste sábado (6) . Na última sexta-feira, em Paulo Afonso  Bahia, o empresário Maicon Pacco , dono  da loja MD Cell – acessórios e manutenção ,localizada no Bairro Tancredo Neves, foi morto a tiros. 

Maicon não resistiu aos ferimentos  de vários disparos de  arma de fogo e veio a óbito. Investigação em andamento ainda desconhece  a motivação do crime. Buscas foram realizadas  pela Polícia Militar  no intuito de apurar informações  e colher provas  más até o momento ninguém foi preso. 

Amigos lamentaram a morte  do jovem empresário em desabafo nas redes sociais: “Tiraram sua vida  lamentável e covardemente; não vamos nos ver novamente; de você só ficou lembranças e saudades; meus pêsames a toda a família e amigos assim como eu; descanse em paz. Mais um jovem que se foi vítima da violência do Brasil.”, escreveu. 

 Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Regional.

Em 2020, empresário baiano começa a transformar e entregar casas para família humildes

Um empresário gerou emoção nesse sábado (4). Ao doar mais uma casa em 2020, em parceria com o seu projeto, Edilson Leite impressionou pela transformação que fizeram na humilde casa. O empresário baiano já entregou dezenas de casa. Mas afinal, quem é ele e por quê faz isso?

Ideia do coração

Uma ideia que veio do coração. Essa foi a definição dada ao projeto iniciado pelo empresário baiano Edilson Leite e sua esposa, a Simone. Trabalhando no ramo da construção civil há anos na região de Ibotirama, oeste da Bahia, eles realizam o sonho de entregar casas próprias a inúmeras famílias carentes. Então, dessa vez Edilson anunciou que irão transformar mais algumas casas e a publicação chamou a atenção.

As casas escolhidas tem uma estrutura muito improvisada e isso se destacou na publicação do empresário. Agora, mais famílias poderão desfrutar de ter seu lar transformado antes do final do ano, como disse Edilson: “Casas escolhidas, agora, vamos colocar a mão na massa….fazer as casas e, entregá-las antes do NATAL…Tudo posso naquele que me fortalece!” Além disso, o casal falou sobre o projeto numa entrevista recente. Questionada sobre como eles conseguem manter tal iniciativa, mesmo diante da crise, a Simone respondeu:

“Todos os anos não foram fáceis. Esse ano não será diferente. Por mais que estejamos noutra realidade, não será fácil. Mas é um projeto que nasceu no nosso coração um dia e eu creio que, assim como nos outros anos, esses recursos irão aparecer. Desde o início nós falamos que esses recursos são recursos próprios, a gente tira da nossa empresa, existem algumas empresas parceiras mas a ajuda em relação ao que a gente investe é relativamente muito pouco.”

Com as novas entregas, a iniciativa deve passar o número de 40 lares entregues. Isso se reflete num número muito maior, pois as famílias que neles habitam agora podem viver tranquilas, sem medo do tempo, como acontecia com uma mãe de 3 filhos que se desesperava sempre que chovia. Contudo, a dimensão desse gesto altruísta vai ainda mais além, sendo um exemplo prático de transformação social .

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.