Falido, empresário que chegou a comer lixo consegue emprego como garçom: “As pessoas sumiram quando precisei”

Após perder tudo, ele achou que teria com quem contar, mas teve que se reerguer sozinho.

Aos 49 anos, Márcio Rodrigues está mudando de vida mais uma vez. Ex-empresário e falido, Márcio teve até que se alimentar com comida do lixo quando esteve na sua pior fase. As informações são do portal Globo. Então, ele teve que se reinventar e começou a vender água gelada nos semáforos de Santos vestido de garçom. O diferencial chamou a atenção e começou a lhe render boas vendas, mas não era o bastante. Para Márcio, foi muito difícil perder tudo, mas pior que isso foi não contar com a ajuda daqueles que pareciam estar ao lado dele na época em que ganhava cerca de R$10 mil por mês. Márcio disse:

“Foi muito dolorido o que passei. Fui empresário, e de repente tive que pegar lixo para comer[…]As pessoas que imaginei que fossem colegas, quando precisei, sumiram. Vi pessoas que batiam nas minhas costas dizendo ‘tamo junto’ desaparecerem”

Então, com o sucesso nas vendas, Márcio começou a fazer viagens para mostrar o seu trabalho e uma nova oportunidade surgiu. Por conta da repercussão de sua ideia, Márcio foi convidado para atuar como garçom num hotel em Santa Catarina e já se mudou. Sendo um homem de fé, ele ainda deseja retornar aos negócios:

“O sofrimento continua, mas vou dar a volta por cima[…]Pode anotar: ainda vou ser um milionário.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Paulo Afonso: empresário Mailson continua desaparecido há mais de 72 horas e Bombeiros ajuda nas buscas

O empresário Mailson, proprietário de uma gráfica rápida, a APRISCO, continua desaparecido desde a última terça-feira (22). Segundo Jaqueline, esposa do empresário, o marido saiu de casa por volta das 14 horas da terça-feira, sem documentos, sem dinheiro, sem celular e a pé.

Mailson não estava bem e trajava uma camisa vermelha com o nome da sua empresa APRISCO e vestia calça jeans. O empresário é irmão da Sgt. Márcia Fernandes que está recebendo os contatos sobre o possível paradeiro de Mailson através do WhatsApp (75) 98865-1631.

Várias pessoas estão empenhadas nas buscas pelo empresário. Por meio das redes sociais, grupos de WhatsApp, ex-colegas de Mailson estão solidários na busca pelo pauloafonsino Mailson. O Grupamento de Bombeiros Militares de Paulo Afonso também se colocou à disposição para ajudar na localização do desaparecido.

A esposa de Mailson concedeu uma entrevista ao radialista Arnaldo Ferreira, da Rádio Angiquinho, na manhã desta quinta-feira (24), onde pediu que quem tiver alguma informação sobre o paradeiro do marido entre em contato. Além disso, pediu também que as pessoas não façam Fake News em um momento tão delicado para a família.

O empresário Mailson é pai de duas crianças pequenas que ficam procurando por ele, sem entender o que aconteceu. A família continua na expectativa de que Mailson seja encontrado o mais breve possível.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Empresário troca tiros com invasor em sua fazenda na região onde o suspeito de ter tirado a vida de três pessoas está sendo procurado

O barulho de tiros disparados durante a madrugada dessa quarta-feira (1º), causou pânico aos moradores da região da fazenda Curralinho das Lajes, na zona rural de Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. Envolvido no tiroteio estava o empresário Caio César Marques Coelho, de 32 anos, que teria, segundo ele, trocado tiros com um homem estranho em sua chácara.

Curiosamente, o município de Abadiânia é o suposto local onde o criminoso Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, está foragido. Wanderson é suspeito de ser o responsável por  três mortes bárbaras que aconteceram em Corumbá de Goiás, no último domingo (28/11). As vítimas são a sua companheira grávida de 4 meses e sua enteada de 2 anos de idade. Também foi assassinado um vizinho de 73 anos.

O empresário disse que chegou de caminhonete em sua chácara por volta de uma hora da manhã. No local chovia muito e não havia energia elétrica. Caio estava sozinho. No momento em que estacionou a sua caminhonete e desceu do veículo disse que ouviu barulho de vidro se quebrando.

Achei estranho. Liguei a lanterna do celular, saquei minha arma de defesa pessoal e fui verificar o que era”, disse Caio.
Quando Caio focou a lanterna em direção a uma das extremidades do alpendre que cerca a casa da chácara, percebeu a presença de um homem armado. O homem suspeito era de porte mediano, tinha uma camiseta clara e era magro, informou o empresário. Ao ser percebido, o suspeito teria dado dois tiros na direção do empresário.

“Eu dei doze disparos que era o que eu tinha no carregador na hora. Descarreguei minha arma”, disse o empresário, que estava armado com uma pistola 9mm.

Na chácara é possível ver várias marcas de tiros. Um deles acertou a caminhonete de Caio acima do pneu. Os disparos feitos pelo empresário atingiram a mureta da casa e também perfuraram móveis de madeira.

“Quando acabou a munição, eu larguei minha pistola no chão e vazei. Ele sumiu. Eu corri para um lado e ele correu para o outro. Graças a Deus eu não estava com meus filhos e minha esposa”, disse Caio.

Após a troca de tiros, o empresário disse que correu a pé na direção da estrada e tentou entrar em contato com a polícia, porém estava sem sinal de celular. Desesperado, Caio conseguiu enviar uma mensagem de áudio para o número de WhatsApp de um amigo pedindo ajuda.

Descarreguei minha pistola aqui cara. Só que não sei se acertei. Acabou a munição. Estou tentando falar com o 190 aqui é não estou conseguindo. Me ajuda aqui. Você está na cidade, perto da polícia. Manda vir aqui na minha chácara, estou sozinho aqui”, disse o empresário na mensagem de áudio.

Foram deslocadas para o local, ainda na madrugada, viaturas da Polícia Militar e equipes de policiais para realizar buscas na chácara e na mata ao redor. A polícia encontrou uma garrafa quebrada e um armário com panelas revirado.

No local havia algumas pegadas de lama no chão. Policiais Civis estiveram no local e a Polícia Científica foi acionada para recolher impressões digitais e material para exame de DNA.


Caio afirma com certeza que o homem com quem trocou tiros era o bandido Wanderson. O barulho dos disparos acordou o caseiro da chácara, que assustado deixou o imóvel. Caio, por sua vez, trancou a chácara e decidiu voltar para sua casa em Anápolis.

Wanderson Protácio praticou os crimes, pelos quais é suspeito, no fim da tarde de domingo (28/11). A Polícia Civil informou que ele é suspeito de ter matado a facadas a própria esposa, Raniere Aranha Figueiró, de 19 anos, e a filha dela, Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos.

Logo em seguida, Wanderson invadiu a casa de um vizinho, roubou o revólver dele e matou a tiros o produtor rural Roberto Clemente de Matos, de 73 anos. Segundo informações, o suspeito teria cometido o crime para roubar uma caminhonete. Nesta ação, Wanderson teria tentado estuprar a esposa da vítima, de 45 anos, porém não conseguiu e atirou na mulher. A vítima conseguiu resistir ao ferimento.

O suspeito abandonou a caminhonete roubada em uma rodovia da região. A polícia conseguiu prender um receptador de Alexânia para quem Wanderson Mota vendeu o celular que pertencia a sua esposa.


Em 2019, na cidade de Goianápolis (GO),Wanderson esfaqueou várias vezes uma jovem de 18 anos no dia do aniversário dela. A agressão só parou porque a faca usada pelo criminoso quebrou. Por este crime de tentativa de feminicídio, o jovem chegou a ser preso, mas foi solto em seguida.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Pouco antes de morrer, empresário brinca e depois grava áudio: “Nossa, acho eu fui atingido, mano!”

Ainda na madrugada desta segunda-feira (30) um empresário acabou perdendo a vida. Contudo, ele conseguiu gravar um áudio antes de partir.

Aos 38 anos, o empresário Renato Bortolucci, morreu nas horas em que um grupo de criminosos assaltou um banco em Araçatuba. Renato era dono de um posto de combustíveis na cidade e estava próximo do perímetro onde tudo ocorreu. De acordo com um registro divulgado pelo portal Globo, ele estava abrigado atrás de um carro enquanto a ação do grupo ocorria. De bem longe, o empresário brincou com a situação:

“Peraí, é o Renatinho! Vou trocar uma ideia com vocês aí”, iniciou. Quando começou a ouvir os tiros, Renato disse:” Não deu muito certo não. O cara não gostou, não. Falei que ia trocar uma ideia com ele. Também quero uma fatia, filho.” Contudo, depois desse vídeo ele acabou atingido.

Não se sabe exatamente como o empresário acabou baleado depois disso, contudo, ele gravou um áudio antes de morrer. No registro, Renato disse:

“Nossa, acho eu fui atingido ó, mano. Nossa Senhora! Meu Deus! Ai!”

Horas depois, ele já foi encontrado sem vida dentro do carro dele, que havia sido parado no centro da cidade poucos minutos antes. Ainda não se sabe o que o empresário fazia ali naquele momento, mas suspeita-se que ele tenha se aproximado do local para ver o que estava acontecendo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.