Nova pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas mostra ACM Neto com folga nas intenções de voto para 2022

Nova pesquisa eleitoral divulgada nessa quinta-feira (2) e realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, aponta que ACM Neto, que lança candidatura ao governo do estado hoje, despontou com 54,8% das intenções de voto do eleitorado. A aposta do Partido dos Trabalhadores na Bahia para 2022, o senador Jaques Wagner, apareceu em segundo lugar com 23,1% das intenções de voto.

O ministro da Cidadania João Roma, apontado como terceira via, somou 3,9% das intenções de voto. A Dra. Raíssa Soares, ex-secretária de Saúde de Porto Seguro, mostrou 2,6% das intenções de voto no estado.

Veja os candidatos com percentuais menores apontados no estudo: o vereador de Salvador Alexandre Aleluia (DEM) 0,9% e o ex-vereador Marcos Mendes (PSOL) 0,3%.

Os entrevistados que não souberam ou não responderam equivalem a 5% e os que votariam branco, nulo ou não escolheria nenhum dos nomes 9,3%, apontou a pesquisa.

Não sabe/Não respondeu -5,0%

Nenhum/Branco/Nulo -9,3%

ACM Neto -54,8%

Jaques Wagner -23,1%

João Roma -3,9%

Dra. Raíssa Soares -2,6%

Alexandre Aleluia -0,9%

Marcos Mendes -0,3%

A pesquisa espontânea é caracterizada quando o entrevistador não apresenta nenhuma opção ao eleitor, neste caso se verificou que 63,6% não soube responder. Entre as opções citadas pelo eleitor, o candidato ACM Neto somou o maior percentual: 12,2%.

O atual governador Rui Costa foi citado por 10,6% dos entrevistados. Já o senador Jaques Wagner foi citado por 3,2% dos entrevistados. João Roma teve 0,9%, Raissa Soares 0,4% e outros nomes 0,3%.

Não sabe – 63,6%

Ninguém -8,7%

ACM Neto -12,2%

Rui Costa – 10,6%

Jaques Wagner -3,2%

João Roma -0,9%

Dra. Raíssa Soares -0,4%

Outros nomes citados -0,3%

O estudo foi realizado por meio de entrevistas pessoais por telefone, não robotizadas, e abrangeu 200 municípios da Bahia. Foram entrevistados 2002 eleitores entre os dias 24 e 28 de novembro.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

publicidade

Nova pesquisa aponta ACM Neto à frente na disputa pelo estado em 2022; Jaques Wagner aparece em 2º colocação

Nova pesquisa eleitoral realizada pelo instituto RealTime Big Data e divulgada nesta segunda-feira (29), aponta vantagem do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, na corrida pelo governo da Bahia nas eleições em 2022.

O cenário eleitoral traz o ex-prefeito ACM Neto (DEM), na liderança da pesquisa com 43% das intenções de voto, seguido por seu concorrente direto e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, que aparece em segundo lugar na recente pesquisa com 30% das intenções de voto do eleitorado.

A pesquisa apontou que o ministro da Cidadania, João Roma, possível candidato pelo PL, teve somente 3% das intenções de voto. Bernadete Souza, candidata pelo PSOL, aparece na pesquisa com 3% da intenção de voto do eleitor baiano.

O estudo feito analisou possível cenário sem a participação de João Roma, nesse caso ACM Neto atingiu 45%, Jaques Wagner atingiu 30% e Bernadete Souza 3% das intenções de voto.

O nível de confiança na pesquisa eleitoral é de 95% e a apuração dos dados aconteceu nos dias 24 e 25 de novembro. Foram entrevistadas mil pessoas e a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Politica, Regional.

publicidade

Bolsonaro é alertado por aliados sobre o risco de Moro conseguir tirá-lo do segundo turno das eleições em 2022

Aliados e simpatizantes do atual presidente Jair Bolsonaro têm alertado sobre o risco de Sergio Moro tirá-lo do segundo turno das eleições em 2022, caso o ex-juiz consiga trazer para o seu lado eleitores de Bolsonaro e se firme como o nome da direita capaz de vencer o ex-presidente Lula.

O atual chefe do executivo federal, no entanto, não considera que Sergio Moro consiga ameaçá-lo nas eleições em 2022. Segundo Bolsonaro, o ex-ministro não consegue se posicionar como um conservador (O atual presidente da República se considera um conservador, e não um extremista).

Aliados de Bolsonaro julgam que existe falta de organização para identificar o candidato Sergio Moro como o primeiro adversário a ser derrotado. De acordo com os aliados do governo, os ataques nas redes sociais deveriam focar no candidato Sergio Moro, ao invés de se concentrar no ex-presidente Lula, que possui grande chance de estar presente no segundo turno das eleições 2022.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

publicidade

Nova pesquisa aponta Lula à frente na disputa presidencial com 46% contra 29% de Bolsonaro

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (5). Pesquisa realizada pelo Instituto Genial/Quaest e divulgada nessa quarta-feira (4), aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, liderando a corrida eleitoral para o Palácio do Planalto, em 2022. Segundo a pesquisa, Lula aparece à frente tanto no primeiro quanto no segundo turno, contra todos os candidatos.

De acordo o levantamento feito pelo Instituto Quaest para a Genial Investimentos, em possível confronto entre Lula (PT), Jair Bolsonaro (sem partido) e Ciro Gomes (PDT), o petista aparece com 46%, contra 29% de Bolsonaro. Ciro Gomes aparece em terceiro, com 12%. A pesquisa apontou nesse cenário que 4% declaram voto branco, nulo ou abstenção e 9% dizem não ter definição.

Foi avaliado ainda outros cinco cenários onde um nome diferente é colocado ao lado dos três. Diante do nome do apresentador José Luís Datena (PSL), que declarou-se pré-candidato ao Planalto, Lula mantém a liderança com 44%, contra 27% de Bolsonaro que fica em segundo lugar. Datena aparece empatado com Ciro Gomes com 10%. Não houve, neste cenário, declaração de voto branco, nulo ou abstenção e 10% não sabem opinar.

No cenário em que aparece o ex-juiz Sergio Moro, Lula soma 44% das intenções de voto contra 27% de Bolsonaro. Sergio Moro soma 10% e Ciro Gomes 9%. A pesquisa apontou que o percentual de brancos, nulos e abstenções soma 2% e os que não sabem opinar são 7%.

Colocando o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) na disputa, Lula permanece com 44%, Bolsonaro soma 29%, Ciro Gomes fica com 10% e João Doria soma 5%. Segundo a pesquisa, o percentual de brancos e nulos é 3% e 9% não sabem opinar.

Num cenário em que aparece o governador do Rio Grande do Sul, o também tucano Eduardo Leite, Lula soma 45% das intenções de voto contra 29% de Bolsonaro. Ciro Gomes soma 10% e Eduardo Leite 4%. A pesquisa apontou que brancos, nulos e abstenções são 3% e 9% não souberam opinar.

Em novembro terão prévias dentro do PSDB para definir o nome a disputar as eleições presidenciais do ano que vem. Farão parte também das prévias o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-senador e ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

No último cenário verificado pela pesquisa, aparece o nome do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM). A pesquisa apontou que Lula soma 45% contra 29% de Bolsonaro. Ciro Gomes aparece com 11% e Mandetta 3% das intenções de voto. Brancos, nulos e abstenções somam 2% e 9% não sabem opinar.

Segundo a pesquisa, Lula lidera as intenções de voto em simulação de segundo turno. Lula venceria Bolsonaro com 54% a 33% das intenções de voto. Contra Moro seria 54% a 26%. Em um confronto com Datena, 54% a 24%, contra Ciro 53% a 23%, contra João Doria 57% a 14%, diante de Eduardo Leite 57% a 15%, e num embate com Mandetta 58% a 14% das intenções de voto.

Por fim, a pesquisa apontou a avaliação negativa do governo Bolsonaro que se manteve em 44%, mesmo percentual verificado no mês passado. Dentre os entrevistados, 26% aprovam o governo atual, mesmo percentual verificado anteriormente. Segundo a pesquisa, os que consideram regular a atual gestão oscilaram 1 ponto para baixo, para 27%. Foram ouvidas 1.500 pessoas em todo o país entre 29 de julho e 1 de agosto e a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade