Após ser pego com drogas e cheque, homem coloca a culpa na amante e os dois são autuados

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (25). Durante um patrulhamento no bairro São Carlos, em Anápolis, Militares da Companhia de Policiamento Especializado (CPE) prenderam na última segunda-feira (22) um homem de 40 anos e sua amante, de 46, pois no bolso do homem havia porções de maconha e um cheque de quase R$5 mil.

Os casal estava dentro de um carro no momento da abordagem e durante a revista no veículos foram encontrados as drogas e o cheque. Ao ser questionado sobre o local de onde tirou a droga, o homem apontou para a casa em frente. Ao entrar na casa, os policiais encontraram um “laboratório” de cocaína e shank. Uma chácara próxima ao Lago de Corumbá também foi apontada pelo casal e nela, além dos entorpecentes, os agentes apreenderam uma arma de fogo e mais R$ 2 mil em espécie.

O homem, para não sair como o único culpado, afirmou que a amante era a locatária da casa em Anápolis, porém, isso não foi verificado nas buscas feitas pela CPE. Entretanto, ela é a fiadora do contrato e por isso também foi levada à Central de Flagrantes da Polícia Civil. Os dois, então, foram autuados por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Grávida de oito meses é presa com drogas e munições em casa após denúncia anônima

Uma notícia chocante está sendo destaque nesta sexta-feira (05). Uma mulher de 22 anos e grávida de oito meses,  foi presa em sua casa após ser pega pela polícia com drogas e munições na casa dela. A denuncia contra a mulher foi feita de forma anônima e na casa foram encontradas 37 barras de maconha, material para dolagem, 35 munições, uma quantia de R$ 2600 e poções de cocaína.

A grávida de 8 meses afirmou que as drogas seriam do seu namorado, que morava junto com ela, mas que os dois estavam brigados e que não se veem há três dias. E pelo depoimento, foi possível entender que ela não sabia da existência das drogas, pois afirmou que chegou a sentir o cheiro da maconha, mas não quis procurar por ela.

A mulher suspeita foi presa por se recusar a entregar o número telefone do namorado para que ele fosse procurado. Assim, a Policia Civil irá investigar o caso.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Feira de Santana: R$ 500 mil em maconha foram apreendidos em uma pousada pela polícia local

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (16). Após uma operação da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE/Draco) de Feira de Santana, cerca de 300 kg de maconha foram apreendidos no bairro Novo Horizonte, na noite do último domingo (14).

A droga foi encontrada após as equipes de policiais monitorarem um homem suspeito de receber e distribuir a droga. Assim, devido ao ótimo trabalho de investigação, os policiais encontraram a grande quantidade de entorpecente em pousada onde ele estava hospedado.

Equipes de policiais abordaram o suspeito quando ele chegava no local onde se encontrava a droga. De acordo com a Polícia Civil, o homem aproveitou que o hotel estava cheio e aproveitou a oportunidade para fugir.

No entanto, o suspeito deixou para trás dois carros que estavam cheios de sacos de maconha durante a sua fuga.

Além disso, a polícia afirma que a apreensão significa um prejuízo de cerca de R$ 500 mil ao tráfico.

“A apreensão é fruto de um longo trabalho de investigação. A equipe já vinha acompanhando esse alvo e, quando obteve a informação de que o indivíduo estaria chegando com uma grande quantidade de drogas, a equipe já iniciou o trabalho de campana. Quando percebeu a oportunidade de fazer a abordagem, no momento correto, a equipe conseguiu fazer a ação policial e obter êxito nessa apreensão de grande quantidade de maconha”, afirmou o delegado.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Cláudia Rodrigues tem melhora com o uso de drogas contra esclerose múltipla

Cientistas da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, descobriram que um remédio usado contra o câncer pode dar resultados também contra a esclerose múltipla, doença que afeta entre outros, a atriz Cláudia Rodrigues.

A humorista foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2000 e se afastou da televisão em 2013. Desde então ela teve redução de 30% da massa encefálica em decorrência da progressão do problema de saúde e vem fazendo tratamentos alternativos para conter o avanço e sequelas.

O cientistas europeus descobriram que a droga bexaroteno regenera a bainha de mielina – o alvo do distúrbio autoimune da esclerose múltipla – ou seja, ela repara danos nos nervos e isso dá esperança para um futuro tratamento contra a doença.

A descoberta foi feita num recente ensaio clínico de fase 2, pesquisa financiada por uma bolsa de £ 250.000 para a MS Society UK.

O professor Alasdair Coles, da Universidade de Cambridge, disse que “As lições que aprendemos são incrivelmente emocionantes, pois agora temos mais evidências concretas de que a remielinização – regeneração – em humanos é possível.

Esta descoberta nos dá a confiança de que vamos frear a esclereose múltipla e rapidamente seremos levados adiante em estudos adicionais para testar outros novos tratamentos potenciais de reparo da mielina”, afirmou.

Uma camada lipídica protetora em torno dos nervos no cérebro e na medula espinhal, a bainha de mielina é direcionada incorretamente pelas células do sistema imunológico em pacientes com esclerose múltiplia, o que leva aos sintomas da doença de neurodegeneração e deficiência.

O estudo mostrou que o bexaroteno foi capaz de recuperar esses nervos danificados.

A razão pela qual novos tratamentos de reparo da mielina seriam necessários é porque a droga, normalmente destinada a pacientes com câncer, cria alguns efeitos colaterais graves, como lipídios elevados no sangue e doenças da tireoide e, portanto, não pode ser usada como um tratamento.

O co-pesquisador Professor Siddharthan Chandran, da Universidade de Edimburgo, sentiu que este é um passo à frente, porque o reparo da mielina agora está confirmado como possível, e também porque as propriedades do bexaroteno poderiam ser examinadas para encontrar futuros candidatos a drogas que não tenham lado sério efeitos.

“Agora entendemos muito mais sobre o reparo da mielina e estamos em uma posição significativamente melhor para medir a remielinização em testes clínicos”, disse Chandran.

“Enquanto este trabalho estava ocorrendo, pesquisas de laboratório adicionais identificaram tratamentos novos e mais toleráveis ​​que poderiam reparar a mielina, e esperamos que eles sejam testados em testes eminentemente.”

A Sociedade de Esclerose Múltipla não está contando apenas com os testes com bexaroteno, mas também está lançando um teste clínico de Fase 2 baseado em pesquisas de 2019 que demonstram que uma combinação do medicamento para diabetes metformina e um anti-histamínico chamado Clemastina também levou à regeneração de uma bainha de mielina danificada pela esclerose múltipla.

“A metformina é um dos desenvolvimentos mais interessantes no reparo da mielina que já vimos. Nossas descobertas no ano passado lançaram luz sobre por que as células perdem sua capacidade de regenerar a mielina e como esse processo pode ser revertido”, disse o professor Robin Franklin, também de Cambridge, que liderou o estudo de 2019.

“Estamos muito orgulhosos de ter feito este trabalho e emocionados em ver nossa descoberta levada adiante tão rapidamente.”

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Social.