Smartphones confiscados em presidios serão destinados a alunos da rede pública de ensino em MS

Uma notícia muito boa tem sido muito compartilhada entre os internautas nesta semana. Isso porque vários estudantes da rede pública de ensino do Mato Grosso do Sul, serão beneficiados com 1.403 smartphones para ter um melhor desempenho durante as aulas remotas. Esses aparelhos foram confiscados em presídios do estado. E agora serão destinados aos alunos carentes.

Segundo informações do portal Diário do Nordeste, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), tinha como padrão, apreender os objetos e em seguida destruí-los. Mas o Ministério Público do estado, teve uma iniciativa, por meio do Projeto “Transforme” de encaminhar esses celulares para os estudantes que estão em situações difíceis e não estão conseguindo realizar atividades  durante a pandemia do novo coronavírus.

“Identificamos que esses celulares não tinham utilidade e firmamos essa parceria para beneficiar alunos que precisam de acesso a essa tecnologia. É uma cooperação que começa agora, mas que, com certeza, terá um grande benefício.”, informou a promotora de justiça Jiskia Trentin. 

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), informou que os aparelhos em bom estado serão encaminhados para MP-MS, para serem entregues às instituições parceiras para que possam ser preparados para o uso escolar.

“Mesmo com a previsão de retorno híbrido das aulas, a partir do dia 19 de julho, as atividades remotas vão continuar. E, para aqueles que ficarão em casa, será essencial ter o aparelho, para assistirem aos vídeos e realizar as atividades”, disse a titular Elza Fernandes.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.