Defesa de Zezé Di Camargo rebate afirmação sobre divida milionária de ex-esposa: “É mentira”

Mais um capítulo da briga judicial entre o sertanejo Zezé Di Camargo e a sua ex-esposa, Zilu Godoi, tem sido destaque nesta sexta-feira (7). Isso, porque a defesa do cantor afirmou que Zezé não tem participação na dívida milionária da Zilu.

Após a justiça confirmar a penhora de bens da influenciadora para o pagamento de uma dívida avaliada em R$ 2,3 milhões, referente a compras realizadas por um dos empreendimentos da empresária, a defesa chegou a alegar que os valores seriam, na verdade, de responsabilidade do ex-casal.

Para Marcelo Saraiva, a dívida também seria do sertanejo, já que Zilu ainda questiona na Justiça de SP todos os acordos de divisão de bens firmados entre eles quando o casamento chegou ao fim. Segundo Saraiva, à época em que houve a oficialização do divórcio, a cliente não teria sido informada sobre a situação financeira do negócio.

Entretanto, em entrevista ao portal R7, o advogado de Zezé, Cesar Alexandre Padula Miano, rebateu as declarações. “É mentira. A gente tem documento que prova isso. Essa empresa foi adquirida quando os dois já estavam separados de fato. As outras pessoas que fazem parte já fizeram declarações públicas. Por volta do ano 2012, quando os dois já não estavam mais juntos, a empresa foi comprada somente pela Zilu e outros dois sócios. O Zezé nunca participou.”

A defesa do cantor relatou ainda que a Construmax Terraplanagem teria uma dívida aproximada de R$ 4 milhões, que foi repartida entre Zilu e um dos sócios, o empresário Danilo Augusto Barbosa Machado.

“Metade da dívida era trabalhista e, a outra metade, era dos equipamentos comprados da empresa do dono das lojas Marabraz. O Danilo honrou com 100% dos processos trabalhistas. E a Zilu se responsabilizou por essas máquinas da Epel. Mesmo separados de fato, o Zezé, que é amigo do dono, nunca o deixou cobrar a dívida da Zilu. Só que aí depois que ela começou a falar todas essas bobagens, o dono da empresa decidiu entrar com o pedido de execução da dívida.”

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Zilu Camargo, ex de Zezé Di Camargo, tem bens penhorados para pagar divida milionária

A justiça de São Paulo irá penhorar bens da influenciadora digital Zilu Camargo, ex-esposa de Zezé Di Camargo, para pagar uma dívida de aproximadamente R$ 2,3 milhões da empresa ConstruMax Terraplanagem. Zilu é socia, ao lado de Danilo Augusto Barbosa Machado e Dorival Perez. A informação foi confirmada ao portal R7 pelo advogado da empresária, Marcelo Saraiva.

“Essa empresa Construmax é aquela empresa que o Zezé Di Camargo e a Zilu compraram juntos, quando ainda eram casados, em sociedade com o prefeito de Cajamar-SP e um outro rapaz que trabalhava com o Zezé. A empresa foi mal administrada pelos sócios e acabou perdendo os contratos e ficou devendo os equipamentos”, afirmou o advogado.

A Construmax teria deixado de efetuar os pagamentos de bens móveis comprados com a Empresa Paulista de Empreendimentos Ltda (Epel), em março de 2014, no valor de R$ 2.330.778,71. Entre os bens que consta no processo de cobrança estão itens, como: trator de esteiras, trator de pneus, escavadeira e motoniveladora. A decisão atendeu a um pedido do credor, que teria alegado que a sociedade de Zilu estava praticando atos de dissolução.

No entanto, a defesa de Zilu defende que a dívida também é de Zezé Di Camargo, já que Zilu ainda questiona na justiça todos os acordos de divisão de bens firmados entre eles quando o casamento chegou ao fim. Segundo Saraiva, à época do rompimento, a cliente não foi informada sobre a situação financeira do negócio.

“Na verdade, essa dívida é real, mas ela é uma dívida da Zilu e do Zezé Di Camargo. Você sabe que o processo ainda está em curso. Ele não acabou ainda. E, nesse processo a gente pede a anulação dessa empresa, que ficou só para ela no acordo [de divisão de bens]. Ela não sabia que tinha todas essas dívidas e acabou ficando prejudicada.”

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Enquanto tomava segunda dose da vacina, Silvio Santos cobra dívida a Nelson Rubens: “Toda hora me dá uma desculpa”

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (11). O apresentador Silvio Santos chamou a atenção do povo hoje durante uma entrevista ao TV Fama, da RedeTv.

Enquanto tomava a segunda dose da vacina contra a covid-19 e dava a entrevista, Silvio cobrou uma dívida do também apresentador Nelson Rubens:
“Diz a ele que nós estamos em 2021 e ele ficou de me pagar o que me deve. Toda hora me dá uma desculpa. Quero o dinheiro que ele me deve, desde o tempo da Rádio Nacional, quando ele trabalhava comigo”, disse Silvio Santos.

Além disso, Silvio Santos falou da sua rotina na pandemia e brincou: “Não posso falar o que fiz, você vai ver daqui a nove meses o que pode acontecer”. Por fim, ele falou sobre seu genro, o jogador Pato e a possibilidade dele virar apresentador:
“Pato é um bom jogador de futebol, mas só joga com uma bola, com duas ele não joga, porque até agora a minha filha não engravidou”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Mulher inadimplente deverá ser indenizada após receber 250 ligações de cobrança em 12 dias do Banco Pan

Uma situação bem incomoda e exagerada continua repercutindo neste domingo (14). Isso porque uma mulher que está inadimplente com o Banco Pan, recebeu deles 60 ligações de cobrança em apenas um dia. Em 12 dias ela teria recebido 250 ligações.

Segundo a cliente, que está em dívida por um financiamento de imóvel, além das centenas de ligações, que também acontecia durante os finais de semana, o banco enviava mensagens pelo WhatsApp para pessoas ligadas a ela para cobrar. Diante disso, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal se posicionou e condenou o banco a pagar uma indenização a mulher por abuso de cobrança. A indenização é de R$ 3 mil.

A decisão judicial tomada ainda inclui uma multa de R$ 9,6 mil contra o Banco Pan, que descumpriu a liminar que pedia o fim das ligações desde outubro do ano passado. Ao site de notícias G1, o banco apenas disse que não se posiciona sobre processos em andamento.

Para a juíza responsável, a situação é de abuso e ilegal:
“a realização de diversas ligações, ainda que referente a débito existente e reconhecido, configura abuso, nos termos do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor, ultrapassando o exercício regular de direito e os meros dissabores do cotidiano, pois atenta contra a paz do consumidor”

É importante lembrar que cobrar dívidas por ligações não é proibido, desde que não exista nenhum tipo de constrangimento e que sejam feitas dentro dos horários permitidos em lei.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.