Após filho de Renato Russo mandar prender os materiais inédito da banda Legião Urbana, Dados Villa-Lobos desabafa : “caso de um psiquiatra”

Uma notícia tem sido destaque nesta semana. Isso porque o ex-integrante da banda Legião Urbana, Dado Villa-Lobos, teria chamado o filho de Renato Russo, que era o vocalista da banda, de “caso de um psiquiatra”. Os dois estão brigando a anos na justiça por causa de direitos autorais das músicas, principalmente as inéditas.

“Sempre estivemos abertos a um acordo e nem no tribunal ele apareceu para expor o seu lado. Já me ocorreu: será que é uma vingança pessoal dele contra o pai? Giuliano precisa de amor. Seria o caso de um psiquiatra. Sua vida econômica está resolvida. O Renato gera muito dinheiro em direitos autorais” disse o guitarrista, Villa-Lobos, em entrevista à Veja.

Durante a entrevista, Dado comentou sobre a operação policial que apreendeu todo o material antigo da banda a pedido de Giulliano.

“Essa operação policial é uma loucura. A nossa vida estava dentro daqueles estúdios e foi entregue ao Giuliano. Existem, sim, versões inéditas de músicas, como Renato cantando Fábrica em inglês, e experimentos e sobras de estúdio. Queríamos lançar um álbum, mas, sem a autorização do herdeiro, o projeto não sairá da gaveta”, contou indignado. 

De acordo com o portal UOL, o artista declarou que seu único objetivo era apenas prestar uma homenagem à banda, e não tomar os direitos autorais, como o filho de Renato Russo estava pensando.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.