Chuva de dinheiro: Pessoas se juntam para pegar cédulas jogadas ao ar em Salvador

Uma história inusitada tomou as manchetes nesta segunda-feira (18). Isso porque uma noite pareceu um sonho para muita gente, pois estava chovendo dinheiro…Ou quase isso…Mas afinal, o que aconteceu?

Que a capital baiana é palco de histórias únicas e bastante inesperadas a gente já sabe. Contudo, já pensou se chovesse dinheiro em Salvador? Foi mais ou menos isso que aconteceu na Barra, um dos locais mais icônicos da cidade, no último final de semana.

Várias pessoas se juntaram na frente de um hotel para pegar notas de R$ 50 e R$100 que caíam de cima, como chuva. Informações preliminares dão conta de que essa tal “chuva de grana” começou depois que um casal brigou e a mulher jogou várias notas para a rua, totalizando quase R$10 mil. O influenciador Atan Uber também divulgou essa versão e até conseguiu garantir R$50. Entretanto, não houve confirmações sobre essa história até o momento. Independente disso, várias pessoas continuaram do local e algumas delas tiveram a sorte de conseguir pelo menos uma cédula. Mas a alegria não durou muito tempo.

Diante da situação incomum, pessoas acionaram a polícia militar que chegou ao local para dispersar o povo. Além disso, nenhuma aglomeração é bem-vinda no momento em que estamos vivendo. Outras versões sobre a origem da “chuva de dinheiro” circulam entre os populares, mas o caso segue cercado de mistério.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Tapete de dinheiro: Após assalto a banco, grupo deixa rua coberta de cédulas e pessoas se aproveitam

O Brasil amanheceu diante de um caso incomum nessa terça-feira (30). Um grupo realizou um assalto a banco digno de filmes. Contudo, na fuga não conseguiram carregar todo o dinheiro e algumas pessoas foram às ruas para pegar as notas para si.

Tudo aconteceu na cidade de Criciúma, em Santa Catarina. Na madrugada de hoje, um grupo de mais de vários criminosos realizou um assalto a banco na cidade Criciúma, em Santa Catarina. Eles fizeram um super plano, fazendo pessoas de reféns e dificultando o trabalho das autoridades.

Então, depois do roubo o grupo não conseguiu carregar todo o dinheiro, deixando muitas cédulas pelas ruas da cidade. Vendo aquilo, pessoas resolveram se aproveitar da situação. Mas isso não terminou bem para pelo menos quatro delas.

Ao chegar no local, a polícia encontrou moradores catando o dinheiro e ordenou que eles parassem imediatamente. Além disso, quatro deles acabaram pegos com mais de R$ 800 mil em mãos. Provavelmente, algumas das pessoas que se aproveitavam da situação podem ter fugido, mas ainda não se sabe ao certo. De acordo com as autoridades, todas as cédulas já foram recolhidas das ruas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Ex-deputado é preso com pilhas de dinheiro vivo: “Já chegou a movimentar R$600 milhões”

Nesta quarta-feira (19) um ex-deputado federal foi preso com pilhas e mais pilhas de dinheiro. Uma operação da polícia federal descobriu que ele já desviava dinheiro público há cerca de 20 anos. Mas não é só isso.

O ex-deputado federal e estadual pelo Ceará está sendo acusado de ser o líder de um esquema milionário. De acordo com a Polícia Federal, ele movimentou um valor próximo de R$600 milhões nas últimas duas décadas. Além disso, ele conseguiu tal feito se utilizando da Prefeitura de Fortaleza. Então, na data de hoje ele foi pego com uma quantidade absurda de dinheiro vivo.

Segundo os agentes, o ex-político foi preso em flagrante com pilhas e mais pilhas de dinheiro, totalizando R$2 Milhões em espécie. Mas afinal, como ele movimentou tanto dinheiro assim por tanto tempo? Para conseguir tanto dinheiro assim, o esquema traçado envolvia criação de empresas fantasma, fraudes de licitações e lavagem de dinheiro. Numa conjuntura complexa, esse esquema vai de locação de veículos com verbas públicas até empresas do ramo de energia eólica e pessoas do mercado financeiro. Até o momento, não há divulgação da identidade do ex-deputado. Além disso, a PF continua trabalhando e deve chegar a outras dezenas de pessoas envolvidas no esquema.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Valor não sacado do Auxílio Emergencial em 90 dias retorna para o Governo

Os beneficiários do auxílio emergencial precisam estar atentos. As parcelas não sacadas até 90 dias depois do crédito na conta poupança digital da Caixa Econômica Federal retornam automaticamente para os cofres da União. A exceção são os cerca de 19 milhões de inscritos do Bolsa Família, que terão até 270 dias (nove meses) para sacar o benefício.

Segundo a Caixa Econômica Federal, a devolução de uma parcela para a União não interfere no pagamento das parcelas seguintes. Caso o beneficiário perca o prazo de uma parcela, continuará a receber as demais parcelas normalmente. O auxílio emergencial prevê o pagamento de cinco parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) e o pagamento de metade desse valor em parcelas adicionais até dezembro.
A Caixa informou que não existe a possibilidade de saque do dinheiro por meio do banco oficial depois que retorna à União. Responsável pela administração dos programas sociais do governo federal, o Ministério da Cidadania esclareceu que o dinheiro das parcelas devolvidas retorna à conta única do Tesouro Nacional, sem vinculação ao orçamento da pasta.
Regulamentação
O prazo de 90 dias para saques do auxílio emergencial consta do Decreto nº 10.316, que regulamentou o auxílio emergencial. Na ocasião, o governo informou que eventuais exceções dependeriam de novas regulamentações.
No fim de julho, o Ministério da Cidadania editou a Portaria nº 444, que ampliou para 270 dias o prazo de saque para os inscritos no Bolsa Família que sacam o auxílio por meio do cartão do programa. Na ocasião, a pasta informou que a medida foi necessária para evitar aglomerações decorrentes da pandemia e para que famílias que vivem em locais remotos, com dificuldade de deslocamento até uma agência da Caixa, não percam o dinheiro.
Calendários
O calendário de depósito do auxílio emergencial na conta poupança digital e de saques do dinheiro foi divulgado em julho. O pagamento está sendo feito em ciclos, conforme a data de aprovação dos pedidos pela Dataprev, estatal de tecnologia que confere a validade dos cadastros com a lei que instituiu o auxílio.
Em agosto, a Caixa divulgou calendários residuais. O primeiro refere-se a beneficiários que contestaram o resultado negativo do cadastro e tenham sido considerados elegíveis. O segundo calendário vale para os trabalhadores que se cadastraram nas agências dos Correios entre 8 de junho e 2 de julho.
Dependendo do mês de nascimento do beneficiário, o auxílio emergencial só poderá ser sacado ou transferido para uma conta bancária de três dias a três semanas depois do depósito na conta poupança digital da Caixa.
O dinheiro na conta digital só pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas residenciais e de boletos bancários, além de possibilitar compras com cartão de débito virtual e com código QR (versão avançada do código de barras) em máquinas de cartão de estabelecimentos comerciais parceiros.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Social.

Caixa paga compra de mulher que esqueceu carteira e recebe quase R$ 65 mil

A caixa de supermercado Rita Jackson Burns ajudou uma cliente que foi fazer compras, esqueceu a carteira em casa e entrou em pânico porque não daria tempo de voltar pra pegar a bolsa. Rita salvou o dia da cliente Rina Liou.

Mesmo tendo apenas US$ 20 no banco, a caixa pagou os U$ 12,41 que a mulher precisava para levar as compras.

Rina ficou tão feliz que decidiu retribuir a gentileza! Ela voltou mais tarde ao Walgreens, em Houston, no Texas, EUA, para devolver o valor e dar um pouco mais para demonstrar sua gratidão. Não satisfeita, Rina foi à página Nextdoor do bairro e compartilhou a história.

Como a caixa Rita é bem conhecida na comunidade, porque está sempre cheia de alegria, as pessoas começaram a elogiar a funcionária e criaram uma vaquinha pra ela no GoFundMe “para garantir que a Sra. Rita tenha mais de US $ 20 em sua conta”.

Em menos de 24 horas, a campanha atingiu a meta de US $ 5 mil, depois dobrou para US $ 10 mil e duas semanas depois, eles arrecadaram U$ $ 11 mil para a heroína do dia a dia! Isso dá mais de R$ 61 mil.

Rita ficou chocada com o apoio que a comunidade. Perguntada sobre o que a leva a ser tão gentil com os clientes, ela disse:

“Só tento encontrar algo para conversar com eles. Pra aliviar a cabeça, talvez, só por um minuto… Tento tratar as pessoas da maneira como quero ser tratada”, disse a caixa.

O resultado da bondade dela taí! Mais de R$ 61 mil na conta.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Social.