Conhecido como ‘Hulkinho do tráfico’, homem é preso por vender ‘combo de serviços’ e fazer fama com clientes

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (22). A Polícia Civil prendeu o traficante Jean Ferreira Leal, 27 anos e conhecido como “Hulkinho do tráfico”, com porções de cocaína e ecstasy no Distrito Federal. Jean ficou conhecido entre seus clientes por oferecer um ‘combo’ que era composto de drogas e sexo.

O traficante foi alvo de uma operação policial deflagrada pela Seção de Repressão às Drogas (SRD) e passará por audiência de custódia nesta quarta-feira. Durante os encontros íntimos o traficante oferecia drogas aos seus clientes, que na grande maioria eram de pessoas com poder aquisitivo elevado.

Quando recebeu voz de prisão, o traficante estava próximo a uma padaria vendendo cocaína “escama de peixe”, (droga com alto teor de pureza). Ao perceber a presença dos agentes, Jean arremessou mesas e cadeiras e tentou uma fuga mal sucedida. O traficante foi preso pela polícia e os entorpecentes apreendidos.

O homem foi preso por tráfico de drogas e encaminhado à carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE), onde ficará a disposição da justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Pai tira a vida do próprio filho com tiro após discussão e desentendimentos familiares

Uma triste notícia tem circulado nas redes sociais nesta quarta-feira (28). Foi preso em flagrante na cidade de Ceilândia, um homem de 50 anos, suspeito de matar o próprio filho com um tiro fatal no peito. O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (28) e foi registrado na QNN 12, em Ceilândia Sul, por volta de 0h30.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), que fez o primeiro atendimento a vítima identificada como Jerzley Guedes, 32 anos, todos os procedimentos foram feitos, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Uma guarnição da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) estava realizando ronda pela região quando recebeu a informação de uma ocorrência em andamento com disparo de arma de fogo. Segundo algumas testemunhas, o crime teria acontecido após uma discussão entre pai e filho que estavam bebendo juntos e se desentenderam ao ponto de ocorrer a tragédia familiar.

De acordo com relatos, a vítima teria agredido a mulher e o pai foi intervir, momento em que aconteceu o desentendimento entre pai e filho. No endereço específico, os agentes da polícia encontraram a vítima já em óbito com um disparo de arma de fogo no peito. Foi apreendida uma pistola calibre .380 com 10 munições dentro do apartamento onde o crime aconteceu.

O local do crime passou por perícia e o caso é investigado como homicídio. O pai da vítima foi preso em flagrante e encaminhado à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro).

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Procurador fere a própria mãe por engano após tentar atirar em cunhado no Distrito Federal

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (27). O servidor público federal, Henrique Celso Gonçalves Marini e Souza, foi preso em flagrante após ter ferido a própria mãe, no Lago Sul, Distrito Federal. O incidente aconteceu no último final de semana quando o servidor discutiu com o cunhado e tentou acertá-lo com disparo de arma de fogo, mas acabou ferindo a própria mãe, que foi atingida no braço e foi encaminhada para o Hospital de Base, onde recebeu atendimento.

O caso aconteceu em um imóvel que fica localizado na QI 28, onde os policiais encontraram nove armas de fogo, uma espingarda de pressão e centenas de munições de calibres variados. Segundo informações, o armamento foi apreendido e o imóvel passou por perícia. As investigações estão na responsabilidade da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

Os advogados de Henrique alegaram que o armamento apreendido eram do pai do servidor que era militar e já faleceu. A defesa ainda disse que dentre as pessoas que moram na residência ninguém tem porte de arma. De acordo com os advogados, houve um ‘desentendimento’ e o servidor agiu em ‘legítima defesa’. Segundo informações, o cunhado do procurador sabia onde as armas estavam e conseguiu sair às pressas. O servidor conseguiu realizar o disparo e atingiu a própria mãe ,”sem querer”, disse a defesa.

De acordo com a Polícia Militar, houve uma chamada para o 190 de alguém da casa informando que uma senhora foi ferida pelo próprio filho, e que este filho mantinha outras pessoas reféns. Um agente que estava na ocorrência contou que o servidor resistiu a abordagem policial e que a rendição só aconteceu após 1h30 de negociação. A corporação informou ainda que foi encontrada uma garrafa de whisky no quarto, e que Henrique além de estar sob efeito de álcool pode ter tido um surto psicótico. Houve uma audiência de custódia nesse domingo (25) e a justiça manteve a prisão preventiva de Henrique.

Da redação do Acontece na Bahia

 

 

 

 

 

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após 5 dias desaparecido, rapaz que trabalhava em Ministério é encontrado sem vida em lago

Um caso repercutiu muito nesta sexta-feira (2). Aos 34 anos, um jovem funcionário público que estava desaparecido há 5 dias foi encontrado sem vida.

Maurício Teixeira de Sousa, que vivia no Distrito Federal, havia desaparecido na última segunda-feira (28). Ele trabalhava no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Antes de sair pela última vez de casa, o rapaz teria deixado um áudio de despedida para a mãe. De acordo com o Metrópoles, Maurício teria dito o seguinte:

Mãe, estou com sequela de Covid. Minha cabeça tá demente, estou com fraqueza no corpo, não comi porra nenhuma. Então, minha vida acabou. Depois, a senhora olha a carta que eu deixei. Obrigado, mãe. Valeu”

Então, após informações de que o rapaz teria sido visto próximo a uma lanchonete da Ponte JK, na terça-feira (20), os policiais encontraram o carro dele e alguns pertences como celular e carteira. As buscas continuaram até que ele foi localizado sem vida pelos Bombeiros e pela Polícia Civil no Lago Paranoá. Ainda segundo o portal, a mãe dele comentou sobre como o filho estava se comportando antes do episódio:

“”Ele estava sentindo muita fraqueza, falava que a cabeça estava bagunçada e não conseguia organizar os pensamentos. Ele estava com medo, ficava dizendo que ia ter sequelas para o resto da vida e entrou em colapso, deixando carta de despedida e tudo.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.