Itabuna: Dois PMs são presos suspeitos de serem os autores da morte do funcionário da Ciretran

Uma notícia está sendo destaque neste sábado (13). Dois policiais militares foram presos por serem os principais suspeitos do assassinato de Pablo Barreto, funcionário do Ciretran, órgão interligado ao Detran.

Pablo morreu dia 22 de fevereiro depois de ser atingido por 13 tiros em Itabuna por dois homens que estavam em uma morto. A moto que ele também estava usando e os seus pertences não foram levados no momento do crime. Segundo as informações da Policia Civil, o primeiro policial se apresentou na última quinta-feira e o segundo se apresentou na última sexta. Um mandato de prisão temporária foi expedida para os dois policiais pela Vara Criminal da cidade onde o crime aconteceu.

Com base nas investigações da polícia, a motivação do crime seria uma dívida da vítima contraída com proprietários de máquinas de caça-níqueis. Ainda existe um terceiro suspeito do crime, que havia sido preso 2 de março, mas esse não era policial.

A prisão dos policiais são decorrentes da Operação Circuito Fechado, iniciada pela Coordenadoria Regional do Interior de Itabuna, que investiga a morte do funcionário, mas deflagrada dia 5 de março em Vitória da Conquista. Os policiais passaram por corpo de delito e foram encaminhados para o Batalhão de Choque de Lauro de Freitas.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Crianças causam incêndio em pátio do Detran após fazerem “brincadeira”

Nesta quinta-feira (19) as autoridades descobriram o que causou um incêndio num pátio do departamento de trânsito. Chegou a ser cogitada a possibilidade de incêndio criminoso, contudo descobriu-se que o fogo começou por conta de uma “brincadeira” de crianças que estavam nas proximidades. Mas afinal, o que aconteceu?

Há 1 dia, funcionários do Departamento de Trânsito de Caririaçu correram contra o tempo para apagar um incêndio. As chamas começaram no pátio e atingiram diversas motos que estavam paradas lá. Além de usar extintores, os funcionários precisaram acionar um carro pipa e também o Corpo de Bombeiros. Então, depois de muita energia desprendida, as chamas finalmente se apagaram, mas cerca de 10 motos ficaram completamente destruídas. Como o pátio fica em um local praticamente sem nenhuma fiação elétrica, a principal suspeita era de que o incêndio poderia ter sido provocado intencionalmente. Contudo, não demorou para que eles descobrissem quem provocou o fogo.

Então, após analisar evidências e imagens, a polícia identificou as duas crianças que estavam perto local quando tudo começou. Segundo as autoridades, os dois  jogaram uma bomba dentro do pátio. Essa bomba explodiu e incendiou a vegetação seca sobre o solo, fazendo as chamas se alastrarem rapidamente e chegarem até as motocicletas. Ao lado dos pais e dos advogados, as crianças se apresentaram e disseram que encontraram a bomba na rua, acenderam e jogaram dentro do pátio, mas sem qualquer intenção de causar danos, pois nem sabiam que isso poderia gerar um incêndio. Além disso, eles demonstraram arrependimento pela “brincadeira”. No momento, o caso continua em trâmite judicial.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.