‘Não era bebê abandonado’, diz mulher de Cid Moreira após a filho ser deserdado pelo pai

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quinta-feira (15). As declarações feitas pelo filho adotivo de Cid Moreira, Roger Moreira, fez com que Fátima Moreira, esposa do jornalista, usasse as redes sociais para apresentar a sua versão dos fatos. Roger foi avisado por Cid Moreira de que não fazia mais parte do seu testamento.

Nessa terça-feira (13), Roger concedeu uma entrevista para a Record afirmando que chegou em suas mãos um documento escrito por Cid Moreira avisando-o de que não faria mais parte de seu testamento. Em um trecho do documento entregue a Roger, Cid Moreira diz ‘‘ ter sido um erro adotá-lo.’’

Fátima Moreira conta em um vídeo publicado que a adoção de Roger aconteceu quando ele já era adulto.“Ele foi adotado adulto, não foi abandonado bebê pelo Cid. Tinha pai e mãe, ele deixou pai e mãe para ser adotado pelo Cid e pela tia já adulto.”

A esposa de Cid Moreira contou que quando conheceu o jornalista já estava em andamento o processo de adoção.“Cheguei na vida do Cid em 2000, nos conhecemos no Ceará e esse moço estava com ele, ainda não era adotado. Já era um moço adulto e fazia dois anos que ele [Cid] havia se separado da tia desse rapaz. Não é uma questão para eu julgar o porquê fizeram isso. Ele já era adulto. O Cid conheceu ele e os dois irmãos e ajudaram a mãe e o pai dele a se instalarem aqui. Cid ajudou ele a montar uma loja no Leblon, porque era isso que ele fazia no Sul. Ele voltou ao Rio Grande do Sul e o Roger voltou algumas vezes para cá na adolescência dele.”

De acordo com Fátima, o distanciamento entre os dois começou em razão dos custos em manter um estúdio que Roger trabalhava. Este impasse motivou Roger a processar Cid Moreira e exigir um ressarcimento de R$ 1 milhão. A justiça deu ganho de causa para o jornalista e os dois não tiveram mais contato.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.