Índia: Geleira se rompe, atinge rio, causa mortes e deixa mais de 150 pessoas desaparecidas

Uma notícia triste chocou o mundo neste domingo (07). Uma geleira do Himalaia rompeu, atingiu um rio e causou inundações e danos em duas hidrelétricas próximas, deixando 3 mortos e 150 pessoas desaparecidas.

Na manhã de hoje o governo indiano informou a operação de buscas.  Em uma entrevista local, Ravi Bejaria, porta-voz do governo e morador da parte mais alta do vilarejo de Raini, disse:

“Veio muito rápido, não houve tempo para alertar ninguém. Eu pensei que até nós seríamos varridos”.

O desastre começou quando uma porção  do glaciar Nanda Devi, norte do estado de Uttarakhand, se rompeu. Com isso, toda a água que estava retida atrás dela foi liberada, arrastando lama e detritos montanha a baixo.  Os moradores que vivem às margens do rio Alaknanda estão em estado de alerta e sendo aconselhados a se abrigarem nas partes mais altas.

Os moradores da região estão preocupados com os trabalhadores das duas hidrelétricas da região, temendo que também tenham sidos levados pela água.

A índia é um país que conta com diversos projetos energéticos  ao longo do rio Alaknanda e seus afluentes, assim como nas montanhas do Himalaia. Porém, mesmo investindo bastante na região, ela não deixa de ser uma área sujeitas a inundações e deslizamentos repentinos. Em 2013, uma forte chuva denominada “tsunami do Himalaia” causou inundações que deixaram mais de 6 mil pessoas mortas. A grande quantidade de água lançou as pedras e lamas das montanhas, destruindo tudo que encontrava pela frente.

As buscas no derretimento da geleira de hoje continua em ritmo acelerado e autoridades já consideram um número entre 100 e 150 de vítimas fatais.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.