Dono do prédio que desabou no Rio de Janeiro confirma que construção era irregular

Uma notícia está sendo destaque neste sábado (05). O dono do prédio que desabou no Rio de Janeiro na última quinta-feira , o Genivan Gomes, confessou a policia que a construção era irregular. O desabamento deixou quatro mortos, entre eles, o filho e a neta do dono. Genivan ainda relegou que o vidro de uma janela estorou há 15 dias sem nenhum motivo aparente.

O homem procurou a delegacia voluntariamente, sem precisar ser intimado. Em seu depoimento ele revelou que comprou há 25 anos o terreno e a construção era feita aos poucos, conforme conseguia pagar.

“Toda a construção teria sido paga com recursos próprios e contratação de pedreiros, segundo Genivan. Indagado pelos policiais, ele afirmou “que nunca foi feita uma planta do imóvel ou contratado profissionais especializados”.

Ele também completou dizendo que não possui escritura do imóvel, apenas o documento de posse dele e que a construção foi para que seus familiares tivessem onde morar, sem precisar pagar aluguel.

O prédio tinha quatro andares e estava localizado em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro. O prédio desabou durante a madrugada. Moradores dos prédios próximos precisaram sair das suas casa e a área segue interditada. Um incêndio também aconteceu, mas foi controlado logo em seguida.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Prédio de quatro andares desaba no RJ e três vítimas estão sob escombros

Uma triste notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (03). Um prédio de quatro andares desabou hoje em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro. Três pessoas foram resgatadas com vida, mas outras três ainda estão entre os escombros: um bebê e um casal. A mulher, segundo o secretário de Defesa Civil, está conversando com a equipe de regaste e encontra-se em uma área de difícil acesso.

“Ela disse que estava dormindo na hora [do desabamento]. Ela tem passado informações do local provável que essa vítima masculina e essa criança estão. Ela está conversando com a gente com dificuldade e com dor. É um local de risco para os bombeiros, estamos trabalhando sob escombros, é um trabalho de muita calma e paciência. Cada hora vem informações diferentes de moradores que têm mais vítima, mas no momento estamos trabalhando com possibilidade real de mais três vítimas no local”, disse o secretário Leandro Monteiro.

O prédio desabou durante a madrugada. Moradores dos prédios próximos precisaram sair das suas casa e a área segue interditada. Um incêndio também aconteceu, mas já está controlado.

Ainda de acordo com a subprefeita de Jacarepaguá, a maioria das casa e construções da região são ilegais. “Eu tenho feito vistorias de ocupação de prédios condenados pela Defesa Civil. Tem muita ocupação irregular, mas é difícil tirar o morador, colocar em outros lugares”, afirmou. “Todas as construções do entorno, muitas não têm nenhum tipo de licença”, disse.

Ainda não se sabe o motivo do desabamento e nem se esse prédio estava regular, porém o desabamento atingiu outros três edifícios ao seu redor.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Piscina de prédio de luxo desaba sobre garagem no Espírito Santo e Defesa Civil interdita o local

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (24). O desabamento da piscina de um prédio de luxo localizado em Vila Velha, no Espírito Santo deixou os moradores assustados. O incidente aconteceu nessa quinta-feira (22) e fez com que a estrutura desabasse sobre a garagem do mesmo edifício. De acordo com informações do portal G1 ninguém ficou ferido na ocorrência.

Momentos depois da piscina desabar, fato que aconteceu por volta das 22h, a Defesa Civil interditou a parte da orla do bairro por medidas de precaução. Aproximadamente 270 pessoas moram no edifício Parador e as informações são de que a estrutura que veio a baixo tinha 25 metros e havia sido construída em 2018. A água da piscina escoou pela garagem e os escombros da estrutura foram parar no meio da rua. Segundo testemunho de moradores, no momento da queda da piscina foi ouvido um forte barulho e cheiro forte de gás, por ser aquecida. Os moradores do prédio saíram às pressas sem levar os seus pertences.

“Ouvimos um barulho muito grande. Imediatamente procuramos saber o que aconteceu. Fomos à varanda e vimos que saia muita água do prédio e descemos rapidamente, pegamos algumas coisas. Graças a Deus, não aconteceu nenhum problema maior’’, contou o morador Ubiracy Fonseca.

A Argo, empresa responsável pelo projeto do edifício em 2018, destacou que tem colaborado com as autoridades e tem dado suporte aos moradores do edifício. A empresa informou por meio de nota que a desocupação das duas torres na última quinta-feira (22), foi por medidas de precaução e motivada por orientação da Defesa Civil. De acordo com a nota, a empresa se compromete a arcar com os custos dos moradores com hospedagem e afins visando resolver a situação da maneira mais célere possível.

“A Defesa Civil emitiu parecer no sentido de que a estrutura da edificação não foi abalada pelo incidente, corroborando com o laudo emitido pelo engenheiro calculista, permitindo com isso o retorno dos moradores aos seus apartamentos.

O retorno acontecerá até terça-feira, a fim de resguardar a segurança dos moradores, evitando possíveis aglomerações e alto fluxo de prestadores de serviço nesse momento de pandemia. Nesse período, a Argo vai continuar a arcar com as despesas de hotel e afins’’, diz a nota.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Uma pessoa morreu com o desabamento de prateleiras em supermercado; Bombeiros procuram vítimas

A queda de cinco torres de prateleiras gigantes em um supermecado em São Luiz, no Maranhão, matou uma funcionária e deixou pelo menos outras oito pessoas feridas na noite desta sexta-feira (2).

O acidente aconteceu por volta das 20h e foi registrada pelo circuito interno de segurança do local.

Os nomes da vítima fatal e dos feridos não foram divulgados. Em vídeos que circulam pela internet é possível ver o exato momento em que as inúmeras estruturas metálicas começam a cair em uma espécie de efeito dominó.

No momento do acidente, havia uma movimentação intensa de clientes. Ainda não há informações sobre o que provocou o desabamento, mas há a suspeita de que um acidente com uma empilhadeira poderia ter provocado a queda de uma das gôndolas, causando um efeito dominó, derrubando quase metade da linha de frente do supermercado.

Outra hipótese, segundo os relatos de quem estava no local, é de que uma prateleira estaria balançando com o suposto excesso de peso e que um operador de empilhadeira teria tentado tirar um bloco de palete, sem tempo de evitar a tragédia.

O governo do Estado afirmou que o trabalho de buscas as vitmas realizado pelo Corpo de Bombeiros continuam na manhã deste sábado (3) e só fará a divulgação dos dados depois que todas as famílias forem informadas sobre a situação das vítimas. Ao final do resgate haverá um pronunciamento oficial, previsto para ocorrer ainda hoje.

Segundo o Corpo de Bombeiros logo após o acidente houve um princípio de curto-circuito. Por causa da escuridão e da quantidade de escombros, as equipes de resgate adotaram a tática de ouvir se telefones móveis estão tocando para chegar a possíveis vítimas que ainda não foram todas resgatadas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, quatro hospitais públicos municipais acionaram planos de emergência, inclusive chamando médicos e enfermeiros de folga, para receber as vítimas do acidente.

O supermercado envolvido no acidente, o Mix Atacarejo, faz parte do grupo Mateus, que diz ser “a maior rede de supermercados do Brasil com capital 100% nacional.” O grupo emitiu uma nota lamentando o ocorrido. “O Grupo Mateus reforça que, neste momento, o que importa é o resgate dos envolvidos no acidente, o apoio às vítimas e seus familiares. Para nós, a prioridade são as pessoas”, informou por meio de nota.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.