Laudo aponta que grávida encontrada sem vida estava sem o bebê no ventre

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta segunda-feira (5). O resultado da autópsia no corpo de Thaysa Campos dos Santos, 23 anos e manicure, aponta que o bebê que ela estava esperando não estava no ventre da jovem, de acordo com o portal G1. A manicure foi encontrada sem vida na linha do trem em Deodoro, Zona Oeste do Rio, em setembro de 2020 .

O laudo afirma que no corpo de Thaysa não havia vestígios de placenta e nem marcas de corte no ventre. A mãe da manicure, Jacqueline Campos, pede o empenho das autoridades para desvendar o que aconteceu com o bebê.“Minha netinha Isabela está desaparecida. A gente não sabe o que aconteceu com essa criança. Agora vem um turbilhão de informações de que minha filha pariu essa criança”, contou.

Thaysa Campos dos Santos, 23 anos, foi achada sem vida no dia 10 de setembro na linha do trem em Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A jovem estava desaparecida há uma semana. A Polícia Civil trabalha com a hipótese da jovem ter sido morta pelo tráfico da Favela do Triângulo, em Deodoro. Mas não é só isso…

Depoimentos apresentados na Delegacia de Descoberta de Paradeiros, esclarecem que a manicure saiu de casa às 22h do dia 4 de setembro e teria ido atá a favela para buscar uma bolsa de maternidade. As investigações apontam que ela ficou até 1h do dia 5 e supostamente teria sido alvo de traficantes.

A polícia investiga uma possível motivação para o crime que seria as ameaças recebidas pela manicure de uma namorada de traficante. Outra situação analisada pelos investigadores seria a relação do pai do filho de Thaysa com uma pessoa da localidade. A vítima deixou um menino de 5 anos e uma menina de 7, que estão sob os cuidados da avó paterna.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.