Mulher de 27 anos denuncia violência doméstica com um bilhete entregue à funcionária de banco

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (03). Uma mulher foi salva, ontem, de violência domestica e cárcere de privado graças a um bilhete escrito e entregue a uma funcionária de um banco enquanto sacava um auxílio benefício.

No dia de ontem, na cidade de Planaltina, a vítima enquanto ia ao banco, entregou um bilhete com os seguintes dizeres: “Você pode me ajudar. Violência doméstica. Ele tá aí fora…”
” Modulo 19
Mestre da armas
pergunta pela quites da casa do portão
se os policiais bater, ele não vai atender, é por policiais insiste pois ele vai fugir
não tá em casa
não posso passar telefone, ele pode atender ”

Após receber o bilhete, a funcionária comunicou a polícia. Assim, às 14h30 os policiais seguiram até a residência, mas não encontrou nem a mulher nem o suspeito. Um tempo depois, a equipe do PROVID ( Prevenção Orientada à Violência Doméstica e Familiar) encontrou a vítima com os seus dois filhos, no Módulo 19 da Estância Mestre D’armas. Na presença das autoridades, a mulher de 27 anos confirmou as denuncias e afirmou sofrer violências verbais e estava impedida de sair de casa. Ela foi encaminhada à delegacia da cidade e registrou a ocorrência.

O companheiro segue foragido e a vítima com os filhos foram acolhidos pelo governo.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.