Jornalista bolsonarista diz que Damares manteve relacionamento com homem casado

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (3). O jornalista e blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio é notícia novamente ao acusar a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, de ter se relacionado de forma extra-conjugal com o pastor Humberto Lúcio Lima, que tem uma filha que há cinco anos trabalha na Secretaria de Igualdade Racial.

O jornalista responde judicialmente por espalhar notícias falsas e fez estas acusações por meio de uma carta enviada a trinta pessoas, com alguns líderes evangélicos inclusos, como o pastor Silas Malafaia. Na carta era pedido que ajudassem a ministra a ‘‘ resolver o problema.’’

“Tem de ver se é verdade, não estou dizendo que é. Mas, se for, ela pode cair”, contou Malafaia em entrevista concedida à revista Veja. A publicação traz a confirmação da ministra de que manteve um relacionamento com o pastor, por não saber que se tratava de uma pessoa casada. Mas não é só isso…

As acusações feitas pelo blogueiro teriam sido motivadas por ter sido ele colocado de lado pela ministra e também porque a sua mulher perdeu um cargo comissionado no ministério.

Alvo das acusações de Eustáquio, Marco Feliciano afirmou que perdeu o prestígio junto a ministra depois de ter sido alvo de inquérito e prisão domiciliar. O blogueiro confirmou que divulgou notícia falsa contra Feliciano e isto teria impedido o parlamentar de ter assumido o ministério ocupado atualmente por Damares. Eustáquio confirmou ainda que já caluniou adversários a mando de Damares e que agora é a vez de acusá-la junto aos evangélicos.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Advogado de Oswaldo Eustáquio revela documentos sobre a reunião do blogueiro no ministério chefiado por Damares

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira (27). O blogueiro Oswaldo Eustáquio se tornou mais uma vez pauta de notícias. Dessa vez, o motivo é decorrente de uma entrevista dada pelo seu advogado para explicar uma reunião que aconteceu no final do ano passado no ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, chefiada por Damares Alves.

Entenda: Oswaldo é investigado desde junho de 2020 em um inquérito que apura o financiamento e realização de atos antidemocráticos contra a Corte e o Congresso Nacional. Ele tinha sido concedido com uma prisão domiciliar mas desrespeitou diversas regras e foi transferido para o presídio.

Uma dessas infrações foi a ida a uma reunião no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos para solicitar uma audiência com a ministra Damares.

Agora, o advogado de Eustáquio fez algumas declarações explicando. Segundo ele, a ministra não estava na reunião e sim o Chefe de Gabinete substituto e que foi esse chefe que chegou, inclusive, a enviar uma mensagem para Vara de Execuções e para o ministro Alexandre de Moraes, dizendo que o blogueiro poderia estar cometendo infrações.

Para comprovar isso, o advogado chegou a divulgar alguns documentos, entre a Ata de Audiência/Termo de Comparecimento e a Declaração de Comparecimento e um email de “convocação” para a reunião presencial no ministério.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.