Empresário é preso acusado de matar morador de rua com tiro na cabeça

Um triste caso tomou as manchetes nesta manhã de quarta-feira (20). O empresário Rafik Samir Feguri, de 42 anos, foi detido na segunda-feira (18) suspeito de matar um morador de rua em Cuiabá. O caso ocorreu na última sexta-feira (15).

O crime ocorreu em um terreno baldio na Rua Tereza Lobo, no bairro Consil. Além disso, a Polícia Civil ainda investiga o crime para descobrir a motivação do assassinato.

A vítima foi identificada como Cilce Pereira da Silva, de 63 anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Cuiabá encontrou o senhor inconsciente e baleado com um tiro na cabeça. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), porém, não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas indicaram Rafik como autor dos disparos. Segundo eles, ele havia fugido do local após cometer o crime. Assim, após a denúncia, a PM foi até o comercio do homem onde o encontraram.

Após buscas na casa do homem, os policiais encontraram uma pistola carregada. A perícia confirmará se foi essa arma que foi utilizada para matar o morador de rua.

Câmeras de segurança do suspeito mostram o exato momento que o homem faz disparos na região. No entanto, o homem alegou que ele fez os disparos em direção ao matagal, uma vez que a câmera não consegue mostrar o morador de rua nas gravações.

Ele foi liberado após interrogatório, já que não estava em situação de flagrante. A arma foi detida pela polícia, apesar de ser regularizada, pois está vinculada ao crime.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Homem manda Champanhe para mulher casada e causa briga generalizada

De acordo com a polícia militar, seis homens, com idade entre 28 e 44 anos, foram detidos em flagrante em um bar de Cuiabá na noite de quinta-feira (17).

Os suspeitos foram presos por lesão corporal, dano, desacato e resistência a prisão. O fato ocorreu no bar e restaurante Baronês, um estabelecimento para pessoas de classe media alta.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a confusão começou após um homem comprou uma garrafa de champanhe e enviou para a mesa de uma moça, na intenção de xavecar. Porém, o que geral começou a confusão era o fato de a mulher ser casada.

Assim, o marido da moça, que também estava no local, não gostou da atitude do homem, e foi tirar satisfação. Dessa forma, o homem foi até a mesa dos suspeitos e afirmou que aquela não tinha sido uma “atitude legal” e isso desencadeou a confusão.

Os seguranças do local tentaram intervir pedindo que os homens se retirassem do estabelecimento. No entanto, um deles pegou uma faca que estava sobre a mesa e a polícia foi acionada.

Assim, quando os Policiais Militares chegaram ao local já acontecia uma confusão generalizada. É possível ver nos vídeos cadeiras e mesas sendo arremessadas. Nesse contexto, os seis homens foram autuados e levados para Central de flagrantes da cidade de Cuiabá.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.