Temendo consequências negativas, internautas pedem para Bolsonaro não se manifestar em relação à guerra entre Rússia e Ucrânia

Após visita recente à Rússia e comentários feitos que foram alvo de muitas críticas, o presidente Jair Bolsonaro (PL) está sendo detonado nas redes sociais. A guerra iniciada após a invasão da Ucrânia pelos russos e todo o poder militar envolvido no conflito, fez com que internautas fossem ao Twitter pedir que o chefe do Executivo Federal não se manifeste sobre o conflito. Há o temor de que declarações de Bolsonaro possam repercutir em consequências diplomáticas negativas.

A quantidade de publicações desse teor passava de 60 mi na manhã desta quinta-feira (24).

Só espero que o Bolsonaro não veja, não comente, simplesmente não reaja de forma alguma, apenas fique calado, em completo silêncio”, comentou um internauta seguido de mais de três mil curtidas no Twitter. “Precisamos fazer uma corrente de oração para que o Bolsonaro fique calado pelas próximas semanas”, disse outro internauta.

Que o Bolsonaro não invente de se meter nessa guerra entre Rússia e Ucrânia”, dizia outro post seguido de 7 mil curtidas. “Indo dormir com esperança de acordar e não ver nenhuma notícia falando que o presidente se meteu no meio de uma guerra mundial”, comentou outro internauta.

A Rússia iniciou a ofensiva militar contra a Ucrânia na madrugada desta quinta-feira (24). O início da invasão teve registro de explosões e ataques a unidades de fronteiras ucranianas, além de movimentações de tanques. As sirenes de emergência dispararam na Ucrânia e o presidente Volodymyr Zelensky adotou lei marcial, além de incentivar a todos os ucranianos pegarem em armas para defender a soberania do país.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

‘É muita energia ruim’, diz esposa de Arthur Aguiar, do BBB22, ao comentar ataques à filha nas redes sociais

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (20). A influenciadora digital Maíra Cardi se irritou com comentários negativos direcionados à filha Sophia, de 3 anos. As críticas foram feitas por meio das redes sociais por conta da participação do pai, Arthur Aguiar, no BBB22. 

Segundo a influenciadora, ela ficou sabendo dos comentários por meio das redes sociais de Arthur. “Eu não vi, felizmente não sei do que se trata! Mas infelizmente muitas pessoas são assim mesmo esse é nosso triste mundo! É muito pensamento ruim. Não foi à toa que ela foi parar na UTI! Obrigada pelo carinho de quem manda energia positiva, orações e palavra bonita! Peço para que sempre coloquem ela na oração de vocês”, pediu a influenciadora.

Diante da conquista de Arthur, que é o anjo da semana no reality show, as torcidas contrárias não pouparam ofensas à criança. “Sophia merece respeito”, dizia o perfil oficial de Arthur no Twitter. 

O posicionamento do participante do reality fez com que a torcida dele interagisse e o tema foi parar nos assuntos mais comentados do Brasil, após as pessoas postarem os comentários negativos sobre a criança.”Deus me perdoe, mas ela é tão feinha”, dizia um comentário feito. As traições que Arthur assumiu dentro de sua relação com Maíra também foram alvo dos comentários. “Mas de quem é a filha? De qual traição veio?”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

“Animadora de militante esquerdista”, diz Mario Frias sobre Ivete Sangalo depois dela provocar Bolsonaro

A declaração feita pelo secretário especial de Cultura do Governo Federal, Mario Frias, tem dado o que falar. O secretário repudiou a atitude da cantora Ivete Sangalo, que se juntou a uma parte de seus fãs e críticos do governo Bolsonaro, em um protesto feito durante um show da artista.

Mario Frias, ex-ator de Malhação e atual secretário do governo, usou o Twitter na última sexta-feira (31/12) para criticar a cantora baiana e os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT). 

A rainha Ivete passou todos os anos de roubo generalizado petista, como meio de impor uma ideologia abominável, no mais absoluto silêncio. Hoje, presta-se ao ridículo papel de ser animadora de militante esquerdista, pois é escrava dos caprichos da elite artística arrogante”, escreveu Mario Frias, que saiu em defesa de Bolsonaro.

Em um show da artista que aconteceu em Natal, Rio Grande do Norte, na última quarta-feira (29/12), o público gritou “ei, Bolsonaro, vai tomar no c*!”. A cantora então provocou. “não ouvi… ‘tá’ baixinho”. Após esse momento Ivete falou: “[Ele] vai acabar escutando, de tão alto que foi”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Após fala de Bolsonaro em live, Anvisa diz que repudia “com veemência qualquer ameaça”

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), se posicionou na tarde desta sexta-feira (17), e emitiu uma nota em que afirma repudiar e repelir “com veemência” qualquer ameaça “explícita ou velada que venha constranger, intimidar ou comprometer o livre exercício das atividades regulatórias” do órgão.

O nota emitida é uma resposta a uma declaração feita por Bolsonaro (PL), nessa quinta (16), durante uma live transmitida por meio das redes sociais. Na transmissão, o presidente da República pediu o nome das pessoas da Anvisa que aprovaram a vacinação para crianças de 5 a 11 anos.

“A Anvisa não está subordinada a mim – deixar bem claro isso. Não interfiro lá. Eu pedi, extraoficialmente, o nome das pessoas que aprovaram a vacina para crianças a partir de 5 anos. Nós queremos divulgar o nome dessas pessoas para que todo mundo tome conhecimento de quem são essas pessoas e, obviamente, formem o seu juízo. […] Você tem o direito de saber o nome das pessoas que aprovaram a vacinação a partir de 5 anos para o seu filho”, afirmou Bolsonaro.

O chefe do Executivo Federal tem uma filha de 11 anos com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e afirmou que analisará a orientação do órgão e tomará sua decisão com relação a Laura.

A Anvisa autorizou nessa quinta-feira (16) o uso da vacina Pfizer em crianças de 5 a 11 anos, entretanto ainda não há expectativa para o início da vacinação desse público alvo no país. O Ministério da Saúde tem a responsabilidade de adquirir doses do imunizante para essa população e incluí-las no Programa Nacional de Imunização contra a Covid-19.

Nesta semana, a Pfizer emitiu um comunicado à imprensa em que afirma que o contrato mais recente firmado com o governo federal, para compra de 100 milhões de doses em 2022, permite a modificação das vacinas para diferentes faixas etárias.

Sendo assim, caso o Ministério da Saúde decida incluir as crianças no PNI em 2022, a empresa poderá fornecer doses específicas para esse grupo, seguindo o acordo firmado com o governo federal. Vale ressaltar que nenhuma vacina com dosagem especial foi enviada ao Brasil até este momento.

“O terceiro contrato assinado com o governo brasileiro, no dia 29 de novembro de 2021, para o fornecimento de 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para o ano de 2022 também inclui a possibilidade de fornecimento de versões modificadas do imunizante para variantes, que poderão ser eventualmente desenvolvidas caso necessário, e versões para diferentes faixas etárias, conforme solicitação por parte do Ministério da Saúde”, comunicou o laboratório.

Nota

Em relação às declarações do Sr. Presidente da República durante “Live” em mídia social no dia 16 de dezembro de 2021 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária comunica:
A Anvisa, órgão do Estado Brasileiro, vem a público informar que seu ambiente de trabalho é isento de pressões internas e avesso a pressões externas.
O serviço público aqui realizado, no que se refere à análise vacinal, é pautado na ciência e oferece ao Ministério da Saúde, o Gestor do Plano Nacional de Imunização – PNI, opções seguras, eficazes e de qualidade.
Em outubro do corrente ano, após sofrer ameaças de morte e de toda a sorte de atos criminosos, por parte de agentes antivacina, no escopo da vacinação para crianças, esta Agência Nacional se encontra no foco e no alvo do ativismo político violento.
A Anvisa é líder de transparência em atos administrativos e todas as suas resoluções estão direta ou indiretamente atreladas ao nome de todos os nossos servidores, de um modo ou de outro
A Anvisa está sempre pronta a atender demandas por informações, mas repudia e repele com veemência qualquer ameaça, explicita ou velada que venha constranger, intimidar ou comprometer o livre exercício das atividades regulatórias e o sustento de nossas vidas e famílias: o nosso trabalho, que é proteger a saúde do cidadão.

Antonio Barra Torres, Diretor-Presidente
Meiruze Sousa Freitas, Diretora
Cristiane Rose Jourdan Gomes, Diretora
Romison Rodrigues Mota, Diretor
Alex Machado Campos, Diretor

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.