Homem é preso suspeito de tirar a vida da esposa e sogra e diz que “perdeu a cabeça”

A polícia prendeu Filipe Renovato, de 30 anos, acusado de ter matado nessa quarta-feira (1º) a esposa, de 25 anos, e a sogra, de 41. O homem teria dito a polícia que “perdeu a cabeça” e por conta disso cometeu o crime. Filipe Renovato foi preso em flagrante após duas horas de negociação, em Sorocaba (SP). O homem estava em sua casa, localizada no bairro Itanguá e se entregou à polícia.

Informações contidas no boletim de ocorrência, apontam que Filipe era casado com Isabela Rosa Renovato, e o casal tinha um filho de 4 anos. Entretanto, há um mês o casal estava se separando em razão de Filipe ter visto conversas entre Isabela e outra pessoa no celular dela.

De acordo com o boletim de ocorrência, Filipe disse que “perdeu a cabeça” quando descobriu um possível caso extraconjugal envolvendo a esposa. O homem atacou com golpes de faca a esposa e a sogra, Daniela Rosa, de 41 anos.

A esposa de Filipe foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Daniela Rosa faleceu no local. A polícia informou que mãe e filha apresentavam muitos ferimentos pelo corpo e que o imóvel estava com muitas manchas de sangue. O advogado de defesa de Filipe não foi localizado para comentar o caso.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar estiveram no local por volta de 6h30, tendo sido acionados por vizinhos que perceberam que as mulheres estavam reféns. O cunhado do assassino, de 14 anos, e o filho dele de 4 anos estavam na casa onde o crime aconteceu. No momento dos ataques eles conseguiram fugir e pedir ajuda.

A polícia apreendeu quatro facas que foram usadas no crime, que foi registrado como feminicídio na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Salvador: homem invade casa de apoio e assalta pessoas que vieram do interior em busca de atendimento médico na capital

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta segunda-feira (22). Um crime que aconteceu na madrugada dessa segunda-feira, no bairro de Brotas, em Salvador, causou revolta em toda a população. Um homem invadiu um imóvel, que é mantido como casa de apoio para pessoas vindas do interior em busca de atendimento médico, e roubou telefones celulares e dinheiro de cerca de 30 pessoas. As vítimas vieram da cidade de Iraquara, na região da Chapada Diamantina, e procuravam atendimento médico em Salvador.

As pessoas que estavam hospedadas na casa de apoio viajaram cerca de 450 km para fazerem consultas e exames e chegaram na capital baiana por volta das 22h de domingo (21). O imóvel é mantido pela prefeitura de Iraquara há cinco anos, para apoiar pessoas que precisam fazer procedimentos via SUS em Salvador.

Uma das vítimas, que preferiu não se identificar, contou que o homem entrou no imóvel às 2h, cumprimentou as pessoas e roubou os pertences. “Eu estava deitado, dormindo. Chegou um rapaz e me deu ‘bom dia’. Eu olhei para o rosto e achei que era o motorista da gente. Quando percebi que não era o motorista, olhei para a cama de cima e tinha carregado minha carteira. Desci correndo atrás do ladrão, ele desceu e pulou o muro. A gente correu atrás dele na rua ainda, mas ele conseguiu fugir” disse a vítima.

Todos os que foram roubados eram pacientes em busca de uma melhora na saúde. Já vem com problema de saúde e acabam surpreendidos por um elemento desse”, desabafou. A vítima disse temer que o suspeito volte ao local, como ameaçou fazer. “Ele olhou para mim e falou que ia voltar, quando a gente saiu correndo atrás dele. Esperamos aqui na rua e vimos que ele ainda estava na esquina”, contou.

A vítima ainda disse que o homem teria voltado na entrada do imóvel, quando percebeu que tinha deixado o documento de identificação dele cair no chão. Equipe da 26ª Companhia Independente da Polícia Militar foi acionada e se deslocou até a rua Ariston Bertino de Carvalho, em Brotas, local onde o crime aconteceu por volta das 2h30. Até o momento ninguém foi preso. Segundo a Polícia Civil o caso foi registrado na 6ª Delegacia Territorial de Brotas, responsável por seguir com as investigações.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Dois principais acusados na morte do soldado Gilson são mortos em confronto com a polícia

Policiais do 16º Batalhão e uma guarnição da CIPE, localizaram dois indivíduos, que acabaram morrendo durante um Auto de Resistência por volta do meio dia desta segunda-feira, 04.

De acordo com a PM, tão logo repercutiu a informação de que um policial militar foi alvejado e horas depois não resistiu aos ferimentos iniciou-se os trabalhos minuciosamente e juntando todas informações até que tiveram a informação que os dois criminosos que atiraram contra o soldado Gilson estavam homiziados em dentro de um motel as margens da BA 120, na saída de Coité para Riachão do Jacuípe e quando os policiais deram voz de prisão foram recebidos a tiros. Os militares reagiram da mesma forma, alvejaram os dois e socorreram até o Hospital Português Unidade Regional de Coité, mas não resistiram.

Ainda de acordo com a PM, fica a certeza de que tenha sido os dois que atiraram no solado PM no Povoado Vista Bela, foram encontrados com a roupa informada por testemunhas e o armamento usado que ainda estava em posse deles.

Apenas de um dos criminosos, José Menélio de Sá Novais Neto, “Netinho” que segundo a Polícia tinha envolvimento com tráfico de drogas e homicídio foi identificado.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Autoridades confirmam que jovem encontrada sem vida tinha histórico de desaparecimentos

Segundo informações dos próprios familiares à polícia, eles não tinha informações do paradeiro da vítima desde 24 de setembro, essa não foi a primeira vez que a garota sumiu, relatou os familiares. O corpo foi encontrado às margens de uma estrada em Avaré. Mas afinal, o que aconteceu?

Um corpo encontrado em estado de decomposição, às margens de uma estrada, na área rural de Avaré (SP), na última quinta-feira (30) é da jovem de 18 anos que estava desaparecida desde o dia 24 de setembro.

Ficou constatada a identificação da vítima, Jennifer Eduarda da Cruz Blimblem, pelo Instituto Médico Legal, apenas no sábado (2), por causa do avançado estado de decomposição. Segundo parentes, o motivo foi que Jennifer havia desaparecido outras vezes em 2014, 2018 e 2020, apenas no dia 28 de setembro a família resolveu fazer o registro da ocorrência, relatou a Polícia Civil.

Os detalhes não foram informados pela Polícia civil, nem sobre os outros desaparecimentos, nem sobre onde foi localizada nas vezes anteriores. Após encontrar um corpo em estado avançado de decomposição, um morador acionou a Polícia Militar na quinta-feira (30). o laudo foi divulgado na manhã deste sábado, onde constava  o reconhecimento do corpo da jovem que foi liberado para ser sepultado.

A jovem foi encontrada com lesões na cabeça e diversas perfurações pelo corpo. Ainda não foi divulgado se as perfurações foram causadas por arma de fogo ou arma branca. Segundo a Polícia Civil, foi registrado um boletim de ocorrência e a  delegacia de Avaré estará fazendo a investigação do caso. Até a tarde de domingo (3), ninguém havia sido preso.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.