Após passar 30 dias preso injustamente, homem desabafa: “Não durmo mais à noite”

Um homem de 44 anos foi preso sem nenhuma prova de crime e permaneceu preso por 30 dias em Queimados (RJ). Ele foi preso na frente dos próprios filhos enquanto fazia o jantar. Eduardo de Assis Fernandes, de 44 anos, foi acusado de roubar dois empresários e preso por causa disso. Além disso, a polícia suspeitou que ele também tentou extorquir os empresários.

De acordo com o site Uol, Eduardo foi liberado em 22 de novembro devido à falta de provas do crime. Após ser solto Eduardo comentou: “O amanhã a Deus pertence. Vou continuar trabalhando, como sempre fiz”

Nesse contexto, Eduardo disse em entrevista que por causa da prisão ele teve medo de perder o emprego. Entretanto, na sua volta ao trabalho os seus colegas lhe deram as boas-vindas. “No país em que vivemos, alguém preso automaticamente é visto como bandido. Mas me deram boas-vindas e me abraçaram. Estou trabalhando em dois lugares e estou muito feliz que o ocorrido não me prejudicou profissionalmente”, disse.

Os empresários que foram roubados acusaram Eduardo devido a uma foto do homem no Facebook.  Assim, a polícia prendeu Eduardo em sua própria casa. Entretanto, após o decorrer das investigações, a polícia não encontrou provas e Eduardo foi solto.

Da redação Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque.