Após passagem de Bolsonaro com aglomerações no Ceará, Senador Tasso Jereissati faz pedido de instalação urgente de CPI

Uma notícia tem sido destaque neste domingo (28/2). Por ocasião da passagem do presidente Bolsonaro pelo Ceará, o Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), cobra a instalação de (CPI), Comissão Parlamentar de Inquérito, em razão das aglomerações proporcionadas pela visita. A passagem do presidente pelo Ceará se deu na sexta-feira (26/2), um dia depois do Brasil contar 1.582 óbitos em 24 horas pelo coronavírus. 

Segundo o Senador, a atitude de Bolsonaro não condiz com o momento em que o estado tem adotado medidas rígidas no intuito de combater a pandemia. 

“Ao conclamar a população para ir à rua, o presidente está mandando as pessoas à morte. Bolsonaro veio ao Ceará para tentar desmoralizar as medidas de restrição. Isso é criminoso”, informou o Senador ao blog do jornalista Gerson Camarotti.   

Pelo menos 30 Senadores entraram com o pedido para que se instale a CPI da covid 19 antes do carnaval deste ano. As informações são de que o Senador Tasso é um dos subscritores da CPI e que tem cobrado urgência para que Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado, inicie as atividades. 

Na visita ao estado o presidente Bolsonaro chegou a criticar o governador Camilo Santana que não o acompanhou na agenda alegando possível aglomeração. O Ministério Público Federal já havia recomendado para que se evitasse aglomerações por conta da pandemia e acompanha os desdobramentos a fim de apurar abusos decorrentes da passagem de Bolsonaro pelo Ceará. 

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Politica, Regional, Social.