‘Está ocorrendo a pior corrupção de todos os tempos’, diz deputado Luis Miranda em live

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (26). Uma declaração do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), gerou certa polêmica ao afirmar que existe corrupção no governo e que este problema tem se alastrado.

“Está ocorrendo a pior corrupção de todos os tempos, simplesmente estão fingindo que não existe. Em vez de termos corrupção isolada, há um alastramento, os corruptos estão nadando de braçada”, afirmou o deputado em Live do site “O Antagonista”. Mas não é só isso…

De acordo com o parlamentar tiveram outros casos de corrupção no ministério da Saúde, os quais serão investigados pela Polícia Federal (PF) e terão as irregularidades trazidas à tona, segundo o deputado.

“Foi o presidente Bolsonaro que citou o nome do Ricardo Barros, não eu”, contou, confirmando a sua versão em depoimento à CPI de que foi o presidente Bolsonaro que citou o nome de Ricardo Baros (PP-PR), quando soube das supostas irregularidades envolvendo a aquisição da vacina indiana Covaxin. O parlamentar informou que desde a última quarta-feira não esteve com o presidente Bolsonaro.

Da redação o Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

STJ decide conceder liberdade à Fabrício Queiroz; ex-assessor de Flávio Bolsonaro deve seguir para prisão domiciliar

Uma notícia estampou as manchetes dos jornais nacionais nesta manhã de quarta-feira (17). Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro juntamente com sua mulher, Márcia, tiveram sua liberdade concedida pela Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Ambos haviam sido presos após investigações da Polícia Federal no ano passado no escândalo das “rachadinhas”, prática na qual os políticos ficavam com parte dos salários dos assessores. Assim, de acordo com o Ministério Público, essa prática foi utilizada pelo atual senador Flávio Bolsonaro quando ele era deputado estadual no Rio de Janeiro. Entretanto, o parlamentar nega as acusações.

Por ordem do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, Fabrício Queiroz e sua esposa seguem para prisão domiciliar.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Marcelo Crivela, prefeito do Rio de Janeiro, é preso em operação do Ministério Público

Na manhã desta terça-feira (22), o prefeito Marcelo Crivela (Republicanos) foi autuado em uma operação conjunta entre a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). Além de Crivela, também foram presos o empresário Rafael Alves, o delegado aposentado Fernando Moraes, o ex-tesoureiro de Crivella, Mauro Macedo, além dos empresários Adenor Gonçalves dos Santos e Cristiano Stockler Campos, da área de seguros.

Ademais, o ex-senador Eduardo Lopes também está sendo procurado pela justiça para responder por supostos crimes de corrupção. Porém, ele não foi encontrado em casa e supostamente se mudou para Belém. Assim, o ex-senador deverá se apresentar à polícia. Além de senador, Eduardo Lopes também atuou como secretário da Pecuária, Pesca e Abastecimento do governador afastado Wilson Witzel.

Os presos passarão por uma audiência de custodia ainda hoje, às 15h, para avaliar a legalidade da operação.

Assim, a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro esperam conseguir com essa ação respostas para um suposto “QG da Propina” que comanda o estado do Rio de Janeiro. Dessa forma, a operação investiga uma operação criminosa de venda cargos e licitações da prefeitura carioca, que comandava por debaixo dos planos tudo que acontecia no município. Os empresários investigados são citados pelas investigações como responsáveis por receber cheques de empresas que quisessem fazer contratos com a prefeitura. Nesse contexto, eles participavam de um esquema de extorsão que incluía também um ex-delegado, Fernando Moraes.

Marcelo Crivela alega ser inocente e que sofre perseguição política. “Lutei contra o pedágio ilegal, tirei recursos do carnaval, negociei o VLT, fui o governo que mais atuou contra a corrupção no Rio de Janeiro”, afirmou.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Senador que foi descoberto com dinheiro “entre as nádegas” é afastado e Delegado explica como descobriu: “Ele pediu para ir no banheiro”

Nesta quinta-feira, dia 15, o Supremo Tribunal Federal afastou o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) por 3 meses. Na noite do último dia 14, uma notícia envolvendo Chico tomou as manchetes de todo o país. Mas o que aconteceu?

Durante uma operação da Polícia Federal, Chico foi pego numa situação, digamos, inusitada. Informações preliminares dão conta de que o senador estava com um considerável volume de dinheiro “entre as nádegas”. Então, tudo começou quando os agentes estavam fazendo buscas e o senador pediu para ir ao banheiro. Contudo, nessa hora um detalhe chamou a atenção do Delegado e foi aí que eles descobriram o dinheiro:

“Efetuamos a busca no cofre situado no quarto do Sr. Pedro Rodrigues, filho do Senador, no qual não foram encontrados valores ou documentos relacionados aos fatos sob investigação. Contudo, nesse momento, o Senador Chico Rodrigues indagou ao Delegado Wedson se poderia ir ao banheiro. O Delegado Wedson respondeu que sim, mas informou que o acompanharia. Nesta hora, o Delegado Wedson percebeu que havia um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do Senador Chico Rodrigues, que utilizava um short azul (tipo pijama) e uma camisa amarela. Considerando o volume e seu formato, o Delegado Wedson suspeitou estar o Senador escondendo valores ou mesmo algum aparelho celular. Ao fazer a busca pessoal no Senador Chico Rodrigues, num primeiro momento, foi encontrado no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas, maços de dinheiro que totalizaram a quantia de R$ 15.000,00, conforme descrito no item 3 do Termo de Apreensão em anexo.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.