Bombeiros encontram corpo de quarta vítima de cabeça d’água em Lavrinhas

O corpo da quarta vítima da enxurrada provocada por uma cabeça d’água, no Rio do Braço em Lavrinhas (SP), foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros, nessa segunda-feira (13) . Na tragédia, quatro mulheres perderam a vida e 16 pessoas foram resgatadas em razão do nível do rio subir de repente.

O corpo encontrado nessa segunda-feira é o da estudante de psicologia, Patrícia Gonçalves, de 21 anos. Patrícia é prima de uma das vítimas e vinha de Pindamonhangaba com uma excursão para estar no local, que é um ponto turístico. Os bombeiros conseguiram resgatar o corpo em um local de difícil acesso.
O fenômeno conhecido como cabeça d’água aconteceu por volta de 12h entre as cachoeiras do Poço Azul e da Pedreira. Uma forte chuva concentrada atingiu a cabeceira do rio e uma enxurrada arrastou pessoas que estavam no local.

Os  bombeiros encontraram após a enxurrada, o corpo de três mulheres, entre eles o de uma idosa de 74 anos. Foram resgatadas outras 16 pessoas no local. As buscas seguiram nessa segunda pela jovem de 21 anos que ainda não tinha sido encontrada. A enxurrada no Rio do Braço, em Lavrinhas, resultou na morte de quatro pessoas. A Polícia Militar informou a identificação das vítimas:

*Luciele Rodrigues Ribeiro, de 22 anos. Moradora de Pindamonhangaba, participava da excursão acompanhada da prima Patrícia Gonçalves;

* Patrícia Agostinho Rodrigues Gonçalves, de 21 anos. A jovem é estudante de psicologia, moradora no Araretama, em Pindamonhangaba;

* Kelisse Nascimento de Barros, de 29 anos. Dona da empresa que organizou uma das excursões para a região neste domingo;

* Iaracy da Cruz Veiga, de 74 anos, que estava em uma excursão vinda do Rio de Janeiro.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.