William Bonner “derruba” aplicativo Conecte SUS ao vivo e brinca: ‘voltou, mas não voltou muito’

Um momento inusitado aconteceu na bancada do Jornal Nacional, na noite dessa quinta-feira (23), e envolveu o apresentador William Bonner, que foi o responsável por transmitir ao espectador a notícia da suposta volta ao ar do aplicativo Conecte SUS. 

A princípio, Bonner noticiou ao vivo que a plataforma estava funcionando normalmente após o ataque hacker ao Ministério da Saúde. Para autenticar a informação o apresentador pegou o próprio celular e testou ao vivo.

William Bonner voltou para informar que o app tinha caído novamente, há dois minutos de ter dado a primeira informação. “Eu lamento. Voltou, mas não voltou muito. Ou então voltou e eu sou o culpado e derrubei quando eu falei para você tentar aí, e o sistema não aguentou. Vamos aguardar mais um pouquinho”, comentou.

Logo depois Bonner falou que o aplicativo estava no ar, mas que estava travando. O apresentador disse que havia atualizado o aparelho celular.

Por último, o âncora do JN leu uma nota do Governo Bolsonaro que informou que o aplicativo estava de volta, mas que poderia apresentar instabilidades.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

ConecteSUS e página do Ministério da Saúde viram alvo de ataque hacker durante a madrugada

Na madrugada desta sexta-feira (10), um ataque hacker teve como alvo o aplicativo ConecteSUS e a página do Ministério da Saúde. Após o ataque, o usuário não consegue emitir, por exemplo, o comprovante de imunização contra a Covid-19, que é disponibilizado por meio do aplicativo.

Os invasores escreveram a seguinte mensagem na página do Ministério da Saúde: “Os dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos. 50 TB de dados estão em nossas mãos. Nos contate caso queiram o retorno dos dados.”

Com base na mensagem deixada no site durante a madrugada, o Lapsus$ Group assumiu a autoria do ataque hacker. De acordo com os próprios criminosos, a invasão foi definida como “ransomware”, quando o conteúdo é “sequestrado” e é cobrado um valor, em dinheiro ou bitcoin (moeda virtual), para a devolução do material captado.

O site do Ministério voltou a ser acessado às 7h, porém, os dados de vacinação no ConecteSUS continuam inacessíveis. Relatos confirmam que muitos usuários não estão conseguindo acessar o aplicativo.

O Ministério da Saúde ainda não se posicionou sobre o ataque, até o fechamento desta matéria. As autoridades foram alertadas e estão investigando o caso.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.