Justiça condena filhos de Flordelis pela morte do pastor Anderson do Carmo

 A Justiça condenou dois filhos da ex-deputada federal Flordelis, juntos, a mais de 35 anos de prisão. Os filhos de Flordelis respondiam pela morte do pastor Anderson do Carmo, que ocorreu em junho de 2019.

O julgamento, que foi presidido pela juíza Nearis dos Santos Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, aconteceu nessa terça-feira (23), no Fórum da cidade. A sessão teve início na tarde dessa terça-feira, e a sentença foi proferida por volta das 5h45 desta quarta-feira (24).

Flávio dos Santos Rodrigues, que estava sendo acusado de atirar no pastor Anderson, foi condenado pela Justiça a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.

Lucas Cézar dos Santos Souza, que era acusado de ser o comprador da arma que foi utilizada no assassinato, foi condenado pela Justiça a sete anos e meio de prisão por homicídio triplamente qualificado. Por ter colaborado com as investigações, a pena de Lucas foi reduzida.

No total, oito pessoas prestaram depoimento, e os réus foram interrogados em 15 horas de julgamento. Durante seu interrogatório na noite de terça-feira, Lucas afirmou que Flávio desejava acabar com o sofrimento da mãe, segundo informou o portal G1. Lucas ainda revelou que Flávio teria contado sobre a sua intenção cerca de um mês antes do crime.

Nesta conversa, Flávio teria falado que a mãe estaria sofrendo por causa de “trâmites” do pastor Anderson do Carmo em Brasília. Lucas disse no interrogatório que não sabia que a pistola Bersa 9 milímetros, que havia comprado, seria usada para matar o pastor Anderson.

O pastor Anderson do Carmo foi morto a tiros em 2019. A ex-deputada Flordelis é acusada pela Justiça de ser a mandante do assassinato. Flordelis foi presa um dia após ter perdido o mandato parlamentar na Câmara dos Deputados e ter sido expulsa do PSD, e segue em prisão desde o dia 13 de agosto. A ex-parlamentar está presa no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Regina Duarte é condenada a retratação após boato envolvendo a ex-primeira-dama Marisa Letícia

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (26). Regina Duarte, a ex-secretária nacional da Cultura, precisará se retratar após propagar um boato sobre a esposa falecida de Lula, morta em 2017.
A condenação foi parcial e decidida na tarde de hoje pelo magistrado Manuel Eduardo Pedroso Barros, da 12ª Vara Cível de Brasília.

No ano passado, Regina Duarte publicou em seu Instagram que foram encontrados R$256 milhões em uma conta de Marisa Letícia. Assim, Luiz Inácio Lula da Silva e seus filhos, no passado, ajuizaram o processo. A condenação, porém, cabe recurso.

O valor, por sua vez, que existia na conta da ex-primeira-dama era de R$26.281,74. Dessa forma, o juiz concordou que Regina “propalou Fake News a respeito do patrimônio da falecida Marisa Letícia”, mas destacou que ela foi “induzida a erro” porque o valor errado foi informado pela própria Justiça e por conta disso, não cabe indenização na condenação.

Mas isso não inclui uma retratação e caso Regina Duarte não se retrate, terá de pagar uma multa que varia de R$150 a R$50mil. “Deverá a ré ser condenada a publicar, em sua conta no Instagram ou, na hipótese de a conta estar cancelada, em meio virtual similar, a integralidade da presente sentença, com sinceros pedidos de desculpa à memória da falecida”.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.