Presidente Bolsonaro zera impostos do botijão de gás, do diesel e manda direta para o presidente da Petrobras: “Vai ter consequência”

O Brasil despertou diante de uma decisão presidencial sem precedentes nesta sexta-feira (19). Dessa vez, o presidente Jair Messias Bolsonaro decidiu intervir em duas das reclamações mais recorrentes dos últimos tempos entre os cidadãos brasileiros.

De acordo com a decisão de Bolsonaro e da equipe econômica, a partir do mês de março o óleo diesel já estará isento de impostos federais. O presidente comunicou a decisão durante a sua live semanal. Segundo ele, isso não tem nenhuma relação com os caminhoneiros, mas tem a intenção de amenizar a recente alta dos combustíveis. Ele afirmou:

“A partir de 1º de março também não haverá qualquer imposto federal no diesel por dois meses. Até para ajudar a contrabalançar esse aumento, no meu entender excessivo, da Petrobras.”

Além do diesel, Bolsonaro também interviu nos impostos do botijão de gás. O presidente decidiu zerar os impostos federais no produto, mas com um prazo diferente. Diante das recorrentes reclamações e com o botijão passando de R$ 90 em algumas localidades, Bolsonaro afirmou que os impostos federais sobre o produto serão zerados permanentemente. Bolsonaro explicou:

“Hoje à tarde, reunido com a equipe econômica, tendo à frente o ministro Paulo Guedes, decisão nossa, a partir de 1º de março agora, não haverá mais qualquer tributo federal no gás de cozinha, ad eternum,” Mas não é só isso.

Apesar da redução dos impostos federais no botijão de gás, Bolsonaro ressaltou que grande parte do encarecimento desse item se deve aos impostos federais, que chegam a corresponder a algumas dezenas de reais no preço final do botijão.

Uma direta

Além disso, Bolsonaro aproveitou a ocasião para mandar uma direta ao presidente da Petrobras. Em referência a uma declaração recente do presidente da Petrobras, Castello Branco, na qual Castello teria afirmado “não ter nada a ver com os caminhoneiros”, Bolsonaro disparou:

“Como disse o presidente da Petrobras, a questão de poucos dias, né: ‘eu não tenho nada a ver com caminhoneiro. Eu aumento o preço aqui não tenho nada a ver com caminhoneiro’. Foi o que ele(Castello Branco) falou, o presidente da Petrobras. Isso vai ter uma consequência, obviamente.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Presidente Jair Bolsonaro faz aviso para donos de postos de combustíveis: “Quero uma plaquinha na entrada de cada posto para saberem dos impostos”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a chamar a atenção neste sábado (13). Então, dessa vez ele resolveu falar sobre uma pauta muito cobrada: o preço combustíveis.

Em conversa com apoiadores, na última sexta-feira (12) , o presidente Bolsonaro (sem partido) se manifestou no sentido de assinar novo decreto para que donos de postos de combustíveis coloquem em seus estabelecimentos placa especificando preço final do produto.

‘’Quero botar a plaquinha lá na entrada de cada posto, este é um decreto nosso. A Petrobrás vai fazer isso para vocês saberem quem é que está pegando mais impostos de vocês’’, declarou.

Contudo, Bolsonaro não disse uma data na qual irá assinar o decreto, mas esclareceu que a placa contará com descrição detalhada dos impostos cobrados e a parcela de lucro dos envolvidos na produção. Além disso, por meio das redes sociais, na noite de quinta-feira(11/2),o presidente já havia falado sobre o decreto. O líder do executivo disse que é importante para o consumidor ter informações mais apuradas sobre o preço final dos combustíveis, margem de lucro dos postos, conhecimento dos impostos federais e estaduais, além do custo de distribuição.

“A gente vai exigir via decreto aos postos de combustíveis: Você vai abastecer seu carro seja diesel, álcool, gasolina, querosene de aviação que não é num posto né ? Você vai olhar e vai ter uma placa lá dizendo o seguinte, ‘preço na refinaria’ “. Afirmou. Mas não é só isso.

‘”E você vai poder ver .Olha o governo federal está cobrando muito , o governo estadual está cobrando muito, para trazer o combustível dali até ali é esse preço? Por que não é tabelado? Pode um na Barra da Tijuca e outro lá no Meier (bairro do Rio de Janeiro), terem preços diferentes. Isso é dado liberdade.  Agora eles vão mostrar numa placa quanto tá custando cada litro de combustível’”, declarou.

O preço de combustível, desde 2016, é baseado na cotação do dólar e valor do barril de petróleo no mercado internacional obedecendo reajustes regulares. A conversa com os apoiadores  aconteceu antes do presidente ir ao Palácio do Planalto pela manhã e foi registrada em vídeo divulgado num canal do YouTube alinhado a Bolsonaro.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.