PDT envia denuncia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal

Uma notícia tem repercutido ainda nesta segunda-feira (10) entre os meios de comunicação. Isso, porque o partido PDT enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia-crime contra Jair Bolsonaro.

De acordo com informações do jornal Estado de São Paulo, o documento emitido na última quinta-feira (6) atribui ao mandatário da Republica supostos crimes de perigo contra a vida da população e charlatanismo em razão da “excessiva difusão” da cloroquina.

O medicamento não tem eficácia comprovada contra a Covid-19. A legenda defende a abertura de inquérito contra o presidente com base nos artigos 132 e 128 do Código Penal, que preveem penas de detenção de três meses a um ano, cada. Para o PDT, o presidente incorre nos crimes “ao fazer propaganda massiva de que a cloroquina é medida infalível para promover a cura da Covid -19”. Sem estudo científico que comprove a eficácia do medicamento.

Além disso, o partido argumenta que o presidente “mobilizou todo o aparato estatal para que a distribuição do medicamento virasse uma política de governo”. Na notícia-crime, o PDT cita, por exemplo, o aumento na produção de cloroquina pelo Exército – alvo de pedidos de investigação.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Em protesto contra Lockdown, apoiadores de Bolsonaro prestam continência à caixa de cloroquina

Uma notícia inusitada viralizou nas redes sociais nesta manhã de sexta-feira (26). Em protesto contra medidas restritivas impostas por prefeitos e governadores, um grupo de empresários se reuniram na tarde da última quinta-feira (25), na cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

A imagens do protesto viralizaram devido à um dos protestantes que se fantasiou de caixa de hidroxicloroquina para protestar contra as medidas restritivas. Além dele, os outros participantes vieram vestidos de verde e amarelo e em dado momento, os manifestantes prestaram continência para a pessoa fantasiada de caixa de cloroquina.

A mensagem passada pelo ato é simbólica uma vez que boa parte dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e o próprio presidente fazem apoio ao uso do medicamento como “tratamento precoce” da Covid-19, apesar de evidências provarem que a droga é ineficaz perante o vírus.

 

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Mesmo sem eficácia, Governo Federal usou Fiocruz para produzir 4 milhões de comprimidos de cloroquina

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quinta-feira (11). Documentos mostram que o governo federal, através do Ministério da Saúde, utilizou os serviços da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para produzir cerca de 4 milhões de comprimidos de cloroquina. Além disso, o documento consta que parte do dinheiro utilizado para produção era do dinheiro destinado para o tratamento da Covid-19, doença cujo o remédio não tem eficácia.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os documentos são datados de 29 de junho e 6 de outubro, e demonstram também a produção de fosfato de oseltamivir (o Tamiflu) pela Fiocruz. O Tamiflu também era destinado ao tratamento da Covid-19.

Os documentos demonstram os gastos de R$ 70,4 milhões, com a produção de cloroquina e Tamiflu pela Fiocruz. Estes gastos são associados com o dinheiro destinado ao combate à pandemia.

A Fiocruz é também é responsável por importar e produzir, no Brasil, a vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.