Gerentes de banco no RJ são presos acusados de desviar R$ 8 milhões de cliente morto

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (6). Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), efetuaram a prisão do ex-gerente de banco Rafael de Souza Ferreira, suspeito de sacar mais de R$ 8 milhões da previdência privada de um cliente já falecido. Rafael tem mandado de prisão expedido pela 27ª Vara Criminal que foi cumprido nessa quinta-feira (5).

As investigações apontaram que Rafael e outros dois gerentes da instituição transferiram o montante para contas pessoais de suas mulheres e usaram para isso cheques administrativos. A polícia conseguiu detectar a fraude por conta do mecanismo de segurança do banco. Temendo ser preso, Rafael chegou a procurar a viúva do cliente para que ela assinasse um documento atestando que o falecido tinha o desejo de doar o valor aos envolvidos neste crime.

A viúva negou o pedido de assinar o documento. Com a decisão, ela e o advogado começaram a receber ameaças dos criminosos que acabaram sendo denunciados à justiça. Os envolvidos no crime vão responder pela prática de furto duplamente qualificado, associação criminosa e lavagem de capitais, inclusive com pedido de sequestro de bens.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.