Após homem passar a mão nela a caminho do trabalho, mulher procura imagens para identificá-lo e resolve mudar visual para tentar mudar visual para se disfarçar

Um ciclista agressor surpreendeu uma mulher de 37 anos, ao passar a mão no corpo dela, no momento em que ambos estavam pedalando por uma rua em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A mulher disse ao portal G1, nesse domingo (4), que estava indo para o trabalho. A ciclista disse que deixou de fazer o percurso sozinha e até mudou sua aparência por medo de reencontrar o agressor.

A mulher agredida, que é atendente de supermercado, não quis se identificar e falou que faz o percurso há anos e nunca passou por situação semelhante. Segundo a mulher, ela pedalava em direção ao trabalho, como sempre fazia, e foi surpreendida com a atitude do homem que passou a mão em seu corpo.

Logo depois da ação, o agressor pedalou mais rápido que a mulher e fugiu do local. “Foi muito rápido. Eu olhei para trás pra ver e pedir ajuda, ver se alguém tinha visto, mas não tinha ninguém”, contou. A agressão aconteceu por volta de 6h45, na Rua Santa Rita de Cássia, na Vila Caiçara.

“Isso é coisa que a gente nunca acha que vai acontecer, me senti invadida demais. O povo fala ‘ah, tem mulher que anda muito despida’, mas eu estava indo paro o meu trabalho, vem uma pessoa e achou que tem o direito de fazer aquilo comigo”, lamentou.

“Acho que se eu estivesse um pouco mais para trás [fundo da rua], não sei o que poderia ter acontecido comigo”, comentou. A mulher esperou sair do trabalho e procurou por câmeras de monitoramento que poderiam ter filmado o ocorrido e conseguiu imagens da agressão.

Após a agressão que sofreu, a mulher revelou que seu estado psicológico não está bem e que tem pedido ajuda de colegas para ter companhia em seu trajeto até o trabalho. Para dificultar a identificação pelo agressor, a mulher disse que mudou o aspecto de seu cabelo.

“Não sei nem o que fazer. Estou com muito medo mesmo”, disse temerosa. A mulher contou também que não está conseguindo dormir direito e que tem se assustado com aproximações repentinas de pessoas. “Estou muito traumatizada”, concluiu.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Viúva de ciclista atropelado por Ramon, do Flamengo, lamenta morte do marido: “Só sobrou um vazio no meu peito”

Na noite de ontem (04), o ciclista Jônatas Dias Santos foi atropelado e morto pelo lateral-esquerdo do Flamengo, o Ramon. O caso aconteceu na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, enquanto Jônatas trabalhava.

A viúva do ciclista, a Priscila Aline de Oliveira, publicou uma homenagem ao marido nas redes sociais. “Você era tudo para mim e agora só sobrou um vazio no meu peito. Meu marido partiu e levou com ele um pedaço meu”, escreveu.

“Meu coração está despedaçado e só consigo pensar em tudo que ainda tínhamos para viver. Você sempre será o amor da minha vida, não importa quanto tempo passe. Saiba que continuarei amando você, meu amor, minha vida, e nunca irei esquecê-lo”, completou.

Jônatas também era pai de duas meninas, uma de 7 anos e outra de 10 meses.

A polícia investiga a velocidade com que o jogador Ramon dirigia quando atropelou o rapaz. O lateral-esquerdo nega que tenha ingerido bebida alcoólica antes do atropelamento. Agora, os agentes tentarão recuperar as imagens de câmeras da Companhia de Engenharia de Tráfego (Cet-Rio) e de uma concessionária de veículos nas proximidades para analisar o caso.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Ciclista estudante de direito é derrubada por homem que tentou passar a mão nela: “Precisa ser punido severamente para servir de exemplo”

Nessa terça-feira (28) o povo se revoltou diante do que aconteceu com essa ciclista.

Enquanto pedalava pelas ruas de Palmas, no Paraná, uma estudante de direito viveu um dia muito difícil no último final de semana. Em um movimento estranho, um carro aleatório se aproximou dela, chegando muito mais próximo do que o limite permitido para garantir a segurança da ciclista. Então, o carona passou a mão no corpo de Andressa, fazendo ela perder o equilíbrio e cair no chão. Em entrevista ao programa Encontro com Fátima Bernardes, Andressa desabafou:

“Não esperava passar por isso. Está na hora de alguém parar esses abusadores. É uma situação degradante e humilhante para qualquer mulher. Fiz o boletim de ocorrência, vou fazer exame de corpo de delito e vou atrás de punição.” Além disso, Andressa também afirmou que a presença das câmeras foi essencial para ela entender o que aconteceu, pois ela pensou que o veículo havia colidido com a bicicleta:

“Se não fossem as câmeras, como eu iria provar que sofri assédio? Ali tem mais do que um ato criminoso e precisa ser punido severamente para servir de exemplo a todos os outros homens que acham que não acontece nada. Denunciem!”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Casal de ciclistas vão a primeiro passeio com novas bicicletas e acabam perdendo a vida

Um caso comoveu a população nesta segunda-feira (7). Isso porque um casal de ciclistas acabou morrendo enquanto estreavam suas novas bicicletas.

O casal que morreu após o tombamento de um caminhão na BR-101 em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, nesta domingo (6) haviam comprado as bicicletas havia poucos dias. Segundo Pamela Belusso, cunhada de Ivan Antônio Belusso, de 40 anos, ele e Suellen Schveitzer Belusso, de 36, eram casados há 20 anos e deixam três filhos. O interesse pelo ciclismo era recente.

“Faz uma semana que eles estavam começando a praticar ciclismo. Era a primeira vez que eles estavam fazendo esse trajeto. Tinham comprado há pouco tempo as bicicletas. Eles gostavam muito de esportes e viagens”, disse Pamela.
Segundo Pamela, o casal avisou a família que faria o passeio neste domingo. A filha mais velha, de 19 anos, ficou em casa cuidando dos irmãos de 12 e 2 anos. De acordo com a familiar, os filhos já sabem do falecimento dos pais e estão na casa de familiares.

Em sua última postagem nas redes sociais, Suellen registrou, ao lado do marido, o primeiro passeio com as bicicletas novas.

Ivan era supervisor comercial e Suellen empresária. A família morava em Camboriú, na mesma região. O velório dos dois acontece neste domingo (6) na Igreja Adventista e o casal deve ser sepultado junto em um cemitério de Itajaí, no Vale.

Nas redes sociais amigos e parentes lamentaram a morte do casal. “Luto por esse casal que era exemplo de parceria, trabalhavam juntos, uma família linda… a vida é um sopro! Suellen Schveitzer Belusso e Ivan Belusso vocês foram muito cedo! Que Deus conforte e de forças para seus filhos principalmente, familiares”, escreveu uma amiga.

Acidente
Segundo a empresa a concessionária do trecho da BR-101 onde ocorreu o acidente, a carreta com placas de Rodeio, no Vale do Itajaí, tombou ao fazer uma curva por volta das 06h40 no km 138,5, na localidade conhecida como Morro do Boi. A carga de placas de madeira caiu sobre o casal e outras duas pessoas que estavam em uma moto.

As outras vítimas eram um homem e uma mulher que estavam em uma moto com placas de Balneário Camboriú. Segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP) até as 15h deste domingo a identificação destas vítimas ainda não havia sido concluída.

O motorista da carreta, de 48 anos, sofreu ferimentos leves. A carga do caminhão pegou fogo e os bombeiros conseguiram conter as chamas.

Além da equipe de resgate da empresa que administra a rodovia, o Corpo de Bombeiros e a Policia Rodoviária Federal (PRF) auxiliaram na ocorrência. Em razão do acidente, as pistas no sentido Sul da rodovia tiveram que ser interditadas e houve registro de retenção de 10 quilômetros.

Com textos e informações do portal Globo.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Facebook, Nacional.