Após sobreviver ao trágico voo da Chapecoense, Mecânico fica vivo após grave acidente em estrada que deixou 21 mortos

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quarta-feira (3). O boliviano Edwin Tumiri, que foi uma das seis pessoas que sobreviveram ao trágico acidente aéreo com o time da Chapecoense em novembro de 2016, saiu vivo de um grave acidente rodoviário que deixou dezenas de mortos na Bolívia.

Em 2016, o rapaz servia como mecânico de aviões para a aeronave que caiu.

Edwin era um dos passageiros de um ônibus que capotou em um barranco ao sair da estrada na região de Cochabamba, no centro da Bolívia. Entre as 45 pessoas que estavam no carro, 21 morreram devido à queda de 150 metros enquanto 24 ficaram feridas.

Em entrevista, A irmã de Erwin, Lucía Tumiri, contou ao jornal Los Tiempos o estado de saúde do irmão: “está estável e mais uma vez se salvou”. De acordo com a família, o rapaz não teve ferimentos no joelho e no ombro, e segue internado em um hospital da região.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.