Policiais fazem vaquinha e compram celular para menina de 11 anos acompanhar aulas online da escola em MT

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta sexta-feira (21). Uma menina de 11 anos se encaminhou até a delegacia de Polícia Militar de Guarantã do Norte, MT, com o objetivo de prestar uma queixa. A garotinha se queixou de não poder acompanhar as aulas online da escola porque não tinha internet e muito menos um celular.

Os agentes que ouviram a queixa da menina ficaram comovidos com o que foi relatado e combinaram entre si que comprariam um aparelho novo para a garotinha. Foi organizado então uma vaquinha entre os policiais com o objetivo de arrecadar fundos suficientes para que pudessem ajudar de alguma forma Maria Eduarda. Mas não é só isso…

Segundo informações, a menina reside na zona rural de Guarantã do Norte MT, e assim que os policiais arrecadaram a quantia suficiente para comprar um aparelho celular, pediram que Maria Eduarda comparecesse à delegacia. A menina compareceu à delegacia no início da semana e ficou muito surpresa com o presente que recebeu dos policiais. Talvez não acreditasse que a sua queixa pudesse ter algum resultado em concreto.

Por meio de imagens divulgadas nas redes sociais é possível ver o momento em que a pequena Maria Eduarda recebe o celular das mãos de um policial. A menina prometeu que dali pra frente o seu desempenho escolar iria melhorar. Maria ficou super feliz com o presente que a ajudará nos estudos e o gesto dos policiais merece ser lembrado e compartilhado. Parabéns!

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mulher morre eletrocutada por jogar no celular enquanto o aparelho estava carregando

Um noticia chocante tem sido destaque nesta segunda-feira (10). Isso, poque uma mulher de acabou morrendo eletrocutada supostamente por estar jogando no celular enquanto carregava.

Segundo informações do jornal britânico Daily Mail, uma mulher tailandesa, 54 anos, identificada como Yooyen Saenprasert, morreu eletrocutada supostamente após jogar em seu novo smartphone enquanto o aparelho carregava. O caso aconteceu na ultima semana, na província de Udon Thani, nordeste da Tailândia.

O marido de Yooyen, Praiwan Saenprasert, contou que ela gostava de jogar no celular enquanto relaxava na cama à noite.

Na noite do acidente doméstico, Praiwan Saenprasert havia saído e quando voltou encontrou a esposa inconsciente e com marcas de queimadura nas mãos. O serviço de emergência foi acionado, eles tentaram reanimá-la, mas não teve jeito.

O celular que ela estava usando foi um presente do marido, de aniversário, e tinha poucos dias de uso.

A polícia notou hematomas na mão direita da mulher, que acredita terem sido causados por um choque elétrico. Mesmo sem circunstâncias suspeitas, o corpo da mulher foi levado para um hospital para exames

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Internacional.

Hospital abre processo administrativo após celular de policial vítima de covid-19 ser encontrado em posse de familiar de funcionário interno da unidade

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (22). Foi recuperado pela Polícia Civil, um celular desaparecido que pertencia a um investigador da Polícia Civil de Cascavel, no Paraná, vítima de covid 19. A morte do policial Luiz Rodolfo Michalouski, aconteceu no dia 25 de março na casa hospitalar e desde então o aparelho estava desaparecido o que deixou a família intrigada. O policial foi vítima de complicações decorrentes da covid 19 e chegou a ficar internado por vários dias em estado grave mas não resistiu.

Ao retirar os pertences do policial da unidade hospital, a família percebeu que o celular não estava entre eles e a polícia foi acionada. O aparelho foi encontrado na sexta-feira (17) em posse de uma adolescente parente de funcionário interno da unidade hospitalar. A Polícia Civil investiga o caso e apura a participação de cada um dos envolvidos no crime. Podem ser enquadrados pelos crimes de receptação, furto ou apropriação indébita.

O hospital informou que abriu processo administrativo para apurar os fatos e punir os responsáveis.

Veja a nota.

A Direção do Hospital São Lucas informa que não corrobora de forma alguma com a situação ocorrida em relação ao celular, bem como irá tomar as providências administrativas cabíveis. Foi aberto procedimento administrativo interno, feito registro de boletim de ocorrência e, com auxílio da polícia, foi identificada a pessoa suspeita pelo furto. A Instituição possui código de conduta ética, cujo cumprimento é exigido com rigor. Permanecemos à disposição para colaborar com as investigações”, concluiu a nota.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.