Delegadas são monitoradas por meio de tornozeleira eletrônica após serem acusadas de chefiar grande esquema

As delegadas Anna Cláudia Nery e Patrícia Bezerra de Souza Dias Branco, da Polícia Civil do Ceará, começaram a ser monitoradas por meio do uso de tornozeleira eletrônica. Acusadas de fazer parte de um esquema de extorsão e tortura, as delegadas de polícia estão cumprindo decisão judicial que abrange ainda mais de 20 policiais civis que serão monitorados.

O Ministério Público denunciou que um grupo de policiais estava envolvido em um esquema criminoso que tinha como objetivo extorquir dinheiro de traficantes de drogas, usando integrantes de facções rivais com o objetivo de delatar os criminosos com dinheiro que seria tomado por agentes. Houve ainda denúncias de tortura em alguns casos.

As delegadas da Polícia Civil são acusadas de chefiar o grupo acusado por extorsão, corrupção, associação criminosa, tráfico de drogas, falsidade ideológica e peculato. Estão sendo investigados 22 inspetores da Polícia Civil, três delegados, um escrivão e ainda seis informantes.

O sindicato e entidades que representam a classe pedem a retirada do equipamento. A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Ceará (Adepol-CE), disse que entrou com pedido solicitando a revogação da decisão. O Ministério Público do Estado entendeu que o uso do equipamento é uma ‘medida suficiente’. A Justiça do Ceará julgou que era o caso do uso da tornozeleira eletrônica.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mulher tira a vida do marido com golpe após desentendimento em Santa Quitéria

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (5). Uma mulher matou o próprio marido por volta de 02h40 dessa segunda-feira (4), com golpe de faca. O crime aconteceu na rua Belém, distrito de Lisieux, município de Santa Quitéria, CE. Antonio Nilson Oliveira Bezerra, de 28 anos, foi atingido com um golpe de faca na virilha e não resistiu ao ferimento.

A suspeita de ter cometido o crime é a própria esposa Maria de Fatima Loiola Rodrigues, de 32 anos. A Polícia Militar informou que é provável que Maria estivesse sob o efeito de álcool e tenha cometido o crime após um desentendimento com Antonio. Relatos de testemunhas confirmam que o casal estava envolvido em constantes desentendimentos.

Antonio respondia na justiça por vários crimes como embriaguez ao volante, ofensa, homicídio, violência doméstica, além de posse e porte ilegal de arma de fogo. A acusada fugiu do local do crime e está sendo procurada pela polícia que tem feito rondas na região para encontrá-la. A Perícia Forense de Canindé fez a remoção do corpo.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Delegado afirma que homem mantinha casamento “de fachada” com mulher para acobertar namoro que tinha em família

Um caso volta à tona nos noticiários nesta sexta-feira (1º). O homem que foi vítima de tentativa de homicídio a mando da companheira, está sendo investigado pela polícia. Ele e a filha foram baleados na porta de casa após a companheira do homem descobrir um caso de incesto que ele tinha com a filha e uma terceira pessoa. De acordo com o delegado Daniel Aragão Mota, da Delegacia Regional de Canindé, interior do CE, o homem mantinha o casamento para acobertar o incesto com a filha.

Acusada de pagar R$ 3 mil a dois homens para matarem o marido Jaelson Oliveira, de 39 anos, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, foi presa pela polícia nessa segunda-feira (27). Na tentativa de homicídio, a filha de Jaelson, de 20 anos, que estava com ele, foi baleada e perdeu a visão de um olho.

Antônio Herilson da Silva Lopes, 26 anos e namorado da jovem, foi preso pela polícia. Esteve na relação sexual a três com o pai e filha e é acusado de ajudar Maria Aparecida na tentativa de homicídio. “Quando ela foi presa, a gente começou a perguntar os motivos que levaram a essa ação. Ela disse que realmente ela sofria violência psicológica, violência física. Ela queria se separar e ele não deixava. Conversando com ela a gente notou que ele queria manter à força essa relação para justamente acobertar o relacionamento que ele tinha com a filha”, disse o delegado Daniel Aragão.

Jaelson foi ouvido pela polícia e confirmou que mantinha um relacionamento com a própria filha há 1 ano e 8 meses.”Ele confirma a relação incestuosa. Há 1 ano e 8 meses começaram com essa relação amorosa. Ambos dizem que foi uma paixão mútua”, disse o delegado.

A filha de Jaelson disse a polícia nessa quarta-feira (29), na Delegacia de Canindé, que se apaixonou pelo próprio pai e que o relacionamento só se iniciou após ela ter completado 18 anos.”Ele não era reconhecido como pai até os 10 anos dela. Ele fez o DNA, confirmou a paternidade, com 12 anos ela foi morar com ele, por volta dos 18 anos foi quando começou esse relacionamento amoroso com a filha. Nós tentamos fazer toda a investigação para saber se realmente ele poderia ter entrado nesse crime de estupro de vulnerável, mas não se confirmou, pelo menos com o que foi dito por eles. É difícil de ter testemunha, haja vista que é um crime entre quatro paredes, então nenhum dos dois confirmou”, disse o titular da delegacia regional de Canindé.

O namorado da jovem aceitou manter um relacionamento a três sem saber que a outra pessoa seria o sogro, segundo informou o delegado responsável.

“Segundo eles, a relação a três foi apenas em um episódio. Ela (filha) que convidou o Herilson para fazer uma relação a três. O Herilson afirma que não sabia que o segundo homem seria o pai dela. Ele foi, disse que o quarto estava escuro, depois da relação ter acontecido, quando saíram do quarto, ele viu que era o pai. Foi aí que ele se revoltou, foi até a Aparecida e contou todos os fatos”, disse o delegado.

Maria Aparecida disse me depoimento que sofria agressões físicas e psicológicas por parte de Jaelson e que o fato de saber do incesto dele com a filha foi o que a motivou a cometer o crime.”Questionei por que ela não procurou a delegacia, não foi dar o depoimento e informar que estava sendo agredida, para a polícia atuar e pedir medida protetiva. Ela disse que ele falava que se ela fosse quando chegasse em casa ele a mataria. Ela ficou com medo, não foi e acabou chegando ao extremo”, disse o delegado.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Pai de agente morre após se recusar a “obedecer ordem”

Uma notícia tem circulado nas redes sociais neste sábado (17). A Polícia Militar prendeu nessa sexta-feira (16), no bairro Quintino Cunha, três homens suspeitos de envolvimento na morte do pai de um PM. Segundo a polícia, o homem teria se recusado a acatar determinação dada por facção criminosa para que deixasse sua residência. O crime organizado na região havia expulsado outros moradores e ordenaram o idoso, de 70 anos, a sair do imóvel com sua família.

Segundo a polícia, a facção criminosa havia pedido várias vezes para o morador deixar o local, mas ele não aceitava a determinação e permanecia no imóvel. Ainda segundo a polícia, o fato de um traficante ter sido preso nessa quinta-feira (15), fez com que os criminosos do local deduzissem que o morador tenha dado alguma informação à polícia, e pode ser que o crime tenha sido motivado por vingança.

Depois que o caso foi registrado, a Polícia Militar e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizaram buscas e conseguiram prender o trio suspeito de cometer o crime. Após a prisão, os acusados foram encaminhados à sede da especializada, que fica no Bairro de Fátima.

Após o crime a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), isolou a área e colheu indícios para esclarecer o caso. Os homens foram presos em flagrante e responderão por homicídio qualificado com agravante por se tratar de crime conta agente de segurança.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.