Justiça americana condena ex-policial Derek Chauvin após ter asfixiado George Floyd até a morte

Os direitos humanos juntamente com o movimento negro, ganharam mais uma batalha. Pois, nesta terça-feira (20), uma comissão de 12  jurados, condenaram o ex-policiak Derek Chauvin, que asfixiou até a morte, George Floyd em uma abordagem policial. O fato ocorreu em maio do ano passado, na cidade de Mineápolis, nos Estados Unidos.

Segundo o portal Globo, o conselho do tribunal, estavam reunidos desde segunda-feira (19), para debater o ocorrido e chegar a um consenso. Antes do encontro, os jurista, ouviram vários depoimentos de testemunhas, defesas e acusações. Entretanto, o ex-policial, Chauvin, não quis depor.

Ainda de acordo com o portal, Chauvin, foi considerado culpado pela decisão unanimidade dos júris, por três tipos de crimes, são eles : causar a morte, sem intenção, por meio de um ato perigoso, sem consideração pela vida humana, além de,  negligência ao assumir o risco consciente de causar a morte de Floyd e homicídio culposo.

Segundo as regras jurídicas dos Estados Unidos, o condenado só saberá quantos anos ficará preso, depois de um período de tempo. Os jurados informaram que a pena só será divulgada daqui há dois meses.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Internacional.