Antes de desaparecer e ser encontrada sem vida, Gabriela foi vista chorando, afirma delegada

Nesta segunda-feira (30), o povo foi tocado por novas informações sobre o caso Gabriela. Dessa vez, descobriu-se como ela estava chorando pouco antes de desaparecer.

Depois de desaparecer por dias, Gabriela Jardim Peixoto, de 35 anos, foi encontrada sem vida. Ela foi achada próximo da BR-116, na região de Feira de Santana, na Bahia, e o caso intrigou o povo. Então, agora chegou a informação de que ela foi vista chorando antes do crime. De acordo com a delegada Klaudine Passos, a informação foi dada por testemunhas. Ela afirmou:

“A senhora Gabriela sai chorando do veículo [dela] e abraça o senhor Antônio Marcos. Em seguida, eles saem do local e vão até um estabelecimento na Avenida Fraga Maia. Posteriormente, o carro é visto visto na BR-116, por volta das 1h40, retornando por volta das 2h.”

Gabriela desapareceu no dia 22 e só foi encontrada no dia 28. Além disso, o carro dela foi achado num posto de gasolina com todos os pertences dela. O principal suspeito no caso é o ex-marido de Gabriela, um médico que trabalharia na região. Ela foi sepultada na cidade de Piatã, na chapada diamantina. Gabriela deixou uma filha de 12 anos. Agora, as investigações seguem apurando os fatos para revelar o que realmente aconteceu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Autoridades confirmam que Gabriela, ex-companheira de médico, foi encontrada sem vida próximo da BR-116

Uma busca teve um desfecho duro nessa sábado (28). Após dias de procura, uma jovem mulher foi encontrada sem vida.

Agentes das polícias Civil e Técnica confirmaram, Gabriela Jardim Peixoto, de 35, foi encontrada sem vida. O corpo foi achado na manhã de hoje, na BR-116, na região conhecida como Matinha. Desaparecida desde o último dia 22, Gabriela, mobilizou equipes em sua busca. Em entrevista ao portal Acorda Cidade, o delegado Gustavo Coutinho falou sobre o caso:

“O DPT agora à tarde confirmou realmente que o corpo pertence a ela. Foi feito o exame datiloscópico e os familiares compareceram e reconheceram vários objetos que ela usava. Então fica confirmado que o corpo encontrado próximo à entrada da Matinha, na BR-116, pertence a Gabriela. Agora, o caso será encaminhado à Delegacia de Homicídios, que tem como titular o delegado Rodolfo Faro, que vai investigar esse crime bárbaro que ocorreu em Feira de Santana.”

Além disso, ele falou sobre o principal suspeito no caso, que é ex-companheiro dela e médico:

“Inclusive ela já tinha sido agredida fisicamente por ele, estava sendo ameaçada e já tinha se separado dele. Por conta de ciúmes, ele praticou esse ato violento contra a Gabriela”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.