Indo para a lua de mel, médico acaba morrendo do lado da esposa: “Era considerado muito experiente”

Um dos momentos mais felizes e aguardados se tornou uma despedida.

Aos 49 anos, o médico oncologista Glauto Tuquarre, morreu de maneira inesperada. Glauto estava viajando com a esposa para a lua de mel na última segunda-feira (25). Mas afinal, o que aconteceu?

De acordo com o portal Globo, Glauto e a mulher dele se casaram no último sábado (23), em Teresina, capital do Piauí. Então, o casal viajou do Brasil para as Maldivas, onde passariam a lua de mel. Contudo, O médico começou a passar muito mal durante o voo. Glauto teria começado a sentir fortes dores no peito. Ao perceberem o que estava acontecendo, outros passageiros tentaram socorrer Glauto. Entretanto, apesar dos esforços, Glauto não resistiu.

Ainda segundo o portal, Glauto nasceu no Amazonas e era formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Especialista em oncologia, Glauto tinha mestrado em câncer de intestino e era doutorando em recidiva do câncer de mama, que são os casos em que a doença reaparece após ser considerado curado. Além disso, Glauto era considerado um profissional bastante experiente.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

“A próxima vai ser uma gordinha”: Casado com 8 mulheres, brasileiro pretender chegar a ter 10 esposas

Aos 35 anos, o homem quer chegar a uma dezena de esposas.

Conhecido como “Arthur: O Urso”, o venezuelano que se naturalizou brasileiro já está casado com 8 mulheres. Adepto do estilo de vida conhecido como “amor livre”, Arthur pretende chegar a ter 10 mulheres e ainda deseja ter um filho com cada uma delas. Em conversa com o portal O Povo, Arthur falou que no primeiro casamento ele e a esposa já decidiram agregar mais pessoas a união. Ele afirmou o seguinte:

A gente achou essa ideia muito legal, até então por ter experiências sexuais com uma ou mais pessoas, que já era bom, imagina conviver com todas elas. Foi a partir daí que nasceu o objetivo de ter 10 esposas.” Então, eles começaram a adicionar mais pessoas no relacionamento e fizeram até uma cerimônia: “Tivemos uma cerimônia em uma Igreja, com um padre, mas de fato não foi oficialmente legalizada. Vivemos como casados mesmo sabendo que é proibido a poligamia no Brasil. Não iremos deixar o nosso estilo de vida.” Mas afinal, como isso funciona?

Todas as esposas de Arthur também são bissexuais, então elas acabam se relacionando entre si também. Além disso, o homem explicou o seguinte: “Nós usamos nossas redes sociais para demonstrar o nosso dia a dia e o que de fato acontece em um relacionamento aberto. A gente mostra os dois lados da moeda. Não é só amor, também tem discussão. É como um relacionamento normal, só que multiplicado.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Padrinho se declara em cerimônia de casamento e “rouba” noiva do amigo: “Foi bom e natural”

Durante a cerimônia, o padrinho resolveu se declarar para a noiva.

Um caso no mínimo curioso está repercutindo muito nas redes sociais nesta quinta-feira (31). A americana, Desiree White, de 32 anos, deixou o marido após as declarações de Bryant, antigo amigo dos dois e padrinho de casamento. Bryant resolveu se declarar para Desiree bem durante a cerimônia de casamento dela com seu amigo, na frente de mais de 200 pessoas, e no final disse que amava os dois como forma de respeito. Mas como ela e o amigo acabaram juntos?

Após a revelação, a moça continuou casada com o antigo companheiro, mas acabou se separando. Desiree afirmou que nunca olhou para o antigo amigo Bryant com segundas intenções antes e que até chegou a ajudá-lo com outras mulheres. Contudo, a situação mudou quando ela se separou do antigo marido e adoeceu: “Eu armei para Bryant [encontros com outras mulheres] tantas vezes[…]Eu estive em encontros duplos com ele e sempre digo às pessoas que nunca namoraria a pessoa que ele era na época. Ele tinha que crescer. Eu realmente não olhei para ele dessa maneira[…]Quando nos separamos, eu entrei em depressão e fiquei completamente isolada. Bryant me apoiou neste período, e insistia para eu tentar comer algo ou até sair em sua companhia. Ele estava ali para mim. Um dia acabamos nos beijando. Foi do nada. Fiquei chocada quando ele me beijou, mas o beijei de volta. Foi bom e natural.” Mas não é só isso.

A moça também falou como foi a declaração de Bryant: “Ele disse: ‘Lembro-me do primeiro momento em que vi Desiree, eu a amei. Eu me apaixonei por ela. Eu sabia que ela tinha que ser minha. Eu pensei que ela era a pessoa mais bonita que eu já vi na minha vida. Ela é a melhor pessoa que eu já conheci. Eu nunca conheci ninguém como ela. Depois descobri que ela já tinha namorado e achei que precisava descobrir um jeito de conquistá-la, mas aí conheci [o ex-marido de White] e nos tornamos amigos” Atualmente o casal já está junto há anos e têm quatro filhos juntos.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Internacional.

“A gente age como cão pastor”: Agente para o próprio casamento durante os votos para prender suspeitos que estavam nas proximidades

Aos 40 anos, o Policial Militar Rodrigo Prujansky estava realizando o sonho de se casar. Todos estavam reunidos num condomínio na zona leste do Rio de Janeiro e tudo parecia correr bem. Contudo, durante o próprio casamento, Rodrigo tomou uma atitude que pegou a todos de surpresa. Enquanto a noiva fazia os votos, sons de tiro foram ouvidos por todos os presentes e tudo indicava que os disparos ocorriam nas proximidades da festa. Então, Rodrigo interrompeu o casamento e foi verificar o que estava acontecendo junto aos colegas presentes.

No caminho, eles encontraram agentes do Choque, que os orientaram sobre o que estava ocorrendo. Tratava-se de uma ação criminosa que sequestrou um empresário e terminou em perseguição. De acordo com o portal Uol, os suspeitos teriam invadido o condomínio onde ocorria o casamento numa tentativa de fuga. Rodrigo afirmou:

“Fomos surpreendidos com uma troca de tiros. Como estava muito próximo, decidimos verificar a situação. A gente age como cão pastor, a gente é treinado para proteger o rebanho. Então na hora, a gente se agrupou no automático, e encontramos um policial do Choque que passou a orientação e começamos a seguir pelo condomínio.”

Como resultado, um suspeito morreu, uma dupla foi presa e um quarto integrante fugiu. Por fim, o agente afirmou que deu tudo certo e que a cerimônia recomeçou. Ele disse: “Foi de boa, a gente acalmou os convidados e começamos do zero. Ninguém foi embora. Foi tudo perfeito

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.