Após chegar em casa, homem detona caminhonete de suposto amante da esposa, mas descobre que na verdade era de outra pessoa

Um caso bastante inusitado tomou as manchetes nesta quinta-feira (8). Trata-se de um caso de traição que terminou num episódio bastante complicado.

Um homem não ficou nada feliz com o que encontrou ao chegar em casa. De acordo com informações preliminares, ele vivia em Ariquemes, cidade que fica em Rondônia, com a então esposa. Ele trabalharia como mecânico na cidade. Num certo dia ele teria saído para pescar, deixando a esposa sozinha em casa sob aviso de que demoraria um pouco para voltar.

Contudo, o homem acabou voltando antes do previsto pois havia esquecido um objeto necessário para a pesca. Chegando em casa, ele encontrou uma caminhonete de um estranho parada bem em frente à residência. Diante da situação, a mulher dele explicou que havia outro homem na casa com ela, mas que seria apenas um massagista que estaria prestando serviços. No registro, o massagista aparece dizendo “Eu não preciso disso, velho!Olha aqui pra mim! Eu não fiquei com a sua mulher! Não faz isso!” Mas história não acabou bem.

Revoltado e bastante agressivo, o homem pegou um objeto, que parece ser uma barra de ferro, e partiu pra cima da caminhonete de luxo. Ele quebrou vidros, para-brisa e espelhos, além de amassar bastante a lataria do carro. Entretanto, todo esse esforço para se vingar foi em vão.

Não demorou para que ele descobrisse que a caminhonete não pertencia ao suposto massagista. O dono do veículo era um outro homem que estava visitando um vizinho do mecânico. Agora, além de lidar com a suposta traição, ele ainda terá que se desdobrar para pagar o prejuízo dos danos que causou. A polícia foi acionada e agora o homem terá que lidar com o que causou.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Queimadas: Casal morre de Covid-19 com intervalo de apenas oito dias e caso choca a cidade

Uma triste noticia está sendo destaque nesta terça-feira (30). Uma dona de casa Veronica Sena Sobrinha, da cidade de Queimadas, morreu ontem em decorrência da covid-19 depois de quinze dias internada. Mas não é só isso. Veronica morreu com um intervalo de oito dias da morte do marido, o gerente regional do GBarbosa, Hebert Santos Silva.

Uma tia de Veronica também chegou a falecer por Covid-19 no ultimo dia 18. A tia é a senhora Vinebalda, diretora da Escola Municipal Antônio Carlos Magalhães. Hebert já serviu a Marinha e se mudou de Feira de Santana para Queimadas para atuar como gerente e na cidade conheceu Veronica. Eles tinham um filho recémCa nascido, que foi infectado, mas já está recuperado.

O caso da família chocou a cidade. Com a morte de Veronica, Queimadas soma a decima oitava morte desde o inicio da pandemia. Segundo o boletim, 826 estão recuperadas, tem 39 com vírus ativos, sendo que sete foram transferidos.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Casal que desapareceu durante banho de rio é encontrado pelos Bombeiros: “Foram pegos pela cabeça d’água”

Uma notícia difícil continua repercutindo nesta quinta-feira (25) . Segundo informações do Corpo de Bombeiros do estado de São Paulo, foram encontrados corpos de duas pessoas que estavam desaparecidas desde domingo (21/2) vítimas de afogamento no rio Perequê, em Cubatão, no litoral de São Paulo. 

O casal envolvido no incidente é Florisvaldo Neto Xavier, vigilante, e sua esposa Jussara Xavier Raimundo. Os dois estavam na margem do rio quando foram surpreendidos por uma cabeça d’água que se formou repentinamente. As chuvas que caem na cabeceira do rio ou em locais mais altos fazem com que o nível das águas aumente de forma rápida trazendo risco a quem estiver próximo. Mas não é só isso.

O vigilante foi o primeiro a se afogar e Jussara, sua esposa, pulou na água a fim de salvá-lo, mas também foi levada. Após o fenômeno no rio outras três pessoas seguem desaparecidas e equipes de busca e salvamento estão numa força-tarefa a fim de encontrá-las, segundo informou o Corpo de Bombeiros. 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.

Casal de empresários, dono de uma pousada de luxo no recôncavo baiano, foi preso por um crime cometido há 20 anos

Um caso ganhou destaque nesta quarta-feira (24). Um casal, dono de uma pousada de luxo na Praia dos Garcês, em Jaguaripe,  Recôncavo da Bahia, foi preso na última sexta-feira por um crime que aconteceu há 20 anos.

Leandro Silva Troesch e Shirley da Silva Figueredo foram condenados a 14 e 9 anos de prisão, respectivamente, pelos crimes de roubo e extorsão, envolvendo o sequestro de uma de mulher na capital baiana em 2001. Porém, desde que a sentença foi dada, os dois estavam foragidos.

O casal foi encontrado em casa, na cidade de Valença. Os dois foram levados para exame de corpo de delito no IML e seguiram para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, para cumprirem a pena. Leandro e Shirley estão juntos há 20 anos.

De acordo com as informações do jornal “Correio da Manhã”, o crime cometido pelo casal teve a ajuda de outras três pessoas, de nomes Joel Costa Duarte, Carlos Alberto Gomes de Andrade e Júlio da Silva Santos. No dia 01 de março de 2001 a vítima foi abordada na frente de casa em Salvador e mantida dentro do carro enquanto faziam retiradas de dinheiro em caixas eletrônicos. Além disso, mantiveram a vítima em cárcere de privado em um motel no bairro Itapuã e depois em uma casa de praia alugada por Joel, Leandro e Shirley. O grupo liberou a mulher somente quando ela pagou R$35 mil.

Os responsáveis pela defesa do casal não se manifestaram desde que os dois foram presos.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.