Igor Kannário terá de pagar indenização para Policiais Militares após insulto no Carnaval de Salvador do ano passado

Uma notícia está sendo destaque neste domingo (18). O cantor Igor Kannário, de 36 anos, terá de pagar uma indenização a quatro oficiais da Policia Militar, por ter chamado os agentes de “bunda mole” no Carnaval de Salvador em 2020, enquanto puxava a pipoca no Campo Grande. A decisão foi tomada última sexta-feira pelo juiz Ronaldo Alves Neves Filho.

“Nesta senda, xingar Policiais Militares de “bunda mole”, bem como incitar milhares de pessoas contra a Polícia Militar em pleno carnaval, solicitando uma vaia para aquela não acrescenta em nada na coibição de eventuais abusos praticados por parte dos membros da referida corporação, mas, por outro viés, poderia ter levado até mesmo a uma situação de violência generalizada, acaso o incitamento aludido redundasse em agressão contra a tropa em trabalho”, disse o juiz.

Apesar de não ter citado nenhum nome em específico na ocasião, referindo-se aos policiais de modo geral, a Justiça entendeu que os quatro policiais que entraram com a ação deveriam receber a quantia de R$4 mil do cantor, mesmo não estando trabalhando no local no dia do ocorrido.

“Embora verifica-se dos autos que a conduta do acionado não se dirigiu de forma individual a nenhum dos requerentes, e que estes não estiveram presentes no evento e no momento das ofensas, estas foram de tal ordem que extrapolaram o direito de crítica comum, sendo de tal forma que, pelas circunstâncias da lide, mostra-se razoável o pleito de danos morais”, continuou o juiz.

Dessa forma, receberão a indenização o coronel Arthur Mascarenhas Fernandes e seus colegas Eduardo Antônio Souza Pacheco, José Roberto Suarez Santana e Lucas Garcia Viveiros.

Igor Kannário poderá recorrer a decisão.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Prefeito de Salvador, Bruno Reis, afirma que carnaval de 2021 será cancelado ou adiado

O atual prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou ontem (22), em uma entrevista coletiva, que, apesar do início da imunização, a possibilidade do carnaval de 2021 ser adiado ou cancelado é grande.

Segundo o gestor, a festividade só pode ocorrer após a vacinação em massa.

“O carnaval só poderá ocorrer após imunização em massa, após as três milhões de pessoas em Salvador serem vacinadas. Diante do cenário hoje, com o cronograma de vacina que temos, é fácil imunizar todo mundo até julho, para a gente realizar o carnaval? Se me perguntar qual é a tendência, eu digo que não é. Mas vai depender da vacina”, disse.

“A tendência é adiar, mas eu prefiro aguardar o desenrolar dos fatos, quais laboratórios vão produzir e a capacidade, para dar palavra concreta a carnaval. Mas a tendência é não ocorrer em julho”, acrescentou.

Além disso, Bruno comentou sobre a possibilidade de a festa ocorrer apenas no fim do segundo semestre, ou, até mesmo, dela não ocorrer.

“Pode ocorrer em outubro ou pode ser que não tenhamos condição de realizar esse ano, por causa da vacinação das pessoas. É cedo para afirmar. Sem ter um cronograma exato da vacina, não dá para falar de carnaval”, completou.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Prefeitura de Salvador anuncia: “Não haverá Carnaval”; Mas fala sobre nova data

Nessa sexta-feira (27) a Prefeitura de Salvador fez um importante comunicado. Uma das maiores festas de rua do mundo realmente não acontecerá no próximo ano. Mas afinal o que aconteceu?

A gestão publicou o comunicado na rede por volta das 11h de hoje, explicando que o Carnaval de 2021 está oficialmente cancelado, pelo menos para o mês de fevereiro. Além disso eles também falaram sobre uma futura data para a festa, que é tradicional e atrai pessoas de todo o mundo. Contudo, isso vai depender da vacinação em massa, que deve começar ainda no primeiro semestre:

“Em função da pandemia do coronavírus, NÃO HAVERÁ CARNAVAL DE SALVADOR EM FEVEREIRO. A nova data vai depender da ampla disponibilização da vacina. O calendário da festa será discutido no momento certo.”

Anteriormente, governantes já haviam comentado sobre esse cancelamento/adiamento. Então, a confirmação de hoje demonstra que ainda não há projeções de quando a festa será realocada.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Rio de Janeiro não terá Carnaval em 2021; autoridades explicam a decisão

Carnaval

Um dos maiores festejos anuais do mundo não acontecerá no ano que vem. Foi confirmado nessa semana que o Carnaval de rua da cidade do Rio de Janeiro não será realizado em 2021. A decisão foi tomada após uma reunião entre organizadores de blocos e eventos e representantes de órgãos públicos.

Após o encontro virtual na última terça-feira, dia 27, foi decidido que o famoso Carnaval de rua carioca não irá acontecer. Contudo, essa mudança já era esperada e foi justificada pela vigência da atual pandemia. Então, sem perspectiva breve para uma imunização em massa, as autoridades preferiram evitar o festejo, pois ainda existe a possibilidade de uma segunda onda acontecer. Além disso, a própria organização do Carnaval como evento inviabiliza a sua realização neste contexto, pois as festas são marcadas pelos desfiles com muitas pessoas próximas, tanto nas arquibancadas e ruas quanto nas apresentações em si. O presidente em exercício da Riotur, Fabrício Villa Flor, falou sobre a decisão:

“Uma posição responsável com relação a não tendo vacina, não tem desfile e não tem Carnaval. Como os blocos e desfilantes tem o posicionamento de que não irão desfilar sem ter uma vacina, a nossa posição (Riotur) é que não terá Carnaval em 2021, vai pular para 2022, se lá tiver condições de ter Carnaval”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.