Carlos Bolsonaro, filho do presidente, tem sigilos quebrados pela Justiça; outras 26 pessoas também tiveram

Uma decisão tomou as manchetes na noite desta terça-feira (31). O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, teve seus sigilos quebrados.

A determinação veio da 1ª Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), que determinou a quebra de sigilos fiscal e bancário de Carlos. A quebra ocorreu durante as investigações que apuram as supostas contratações de funcionários fantasmas no gabinete de Carlos no Rio. Esse funcionários não cumpririam a carga horária mínima e também compareceriam pouco ao trabalho. Mas a história não termina aí.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro, há a suspeita de que Carlos também poderia estar praticando um suposto esquema de “rachadinha”. Nesse tipo de esquema, o político contrata pessoas e depois exige que elas lhe repassem parte do salário recebido no cargo. Além disso, a quebra de sigilo também foi aplicada pra outras 26 pessoas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

“Genocídio? Acho que não”, alfineta Carlos Bolsonaro a Bruna Marquezine que fez passeio de barco com amigos no Rio

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta segunda-feira (26). O filho do presidente Bolsonaro e vereador pelo (Republicanos-RJ), Carlos Bolsonaro, criticou nesse domingo (25) por meio de uma publicação no Twitter, a atriz Bruna Marquezine. A atriz aproveitou o dia para fazer um passeio em um iate com vários amigos, entre eles a influenciadora Rafa Kalimann.

Genocídio? Acho que não”, disse o vereador.

Além da publicação feita, Carlos Bolsonaro aproveitou para compartilhar a notícia sobre o passeio feito por Bruna Marquezine em que ela é flagrada com pelo menos dez amigos na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

A atriz Bruna Marquezine fez duras críticas ao presidente Bolsonaro em março deste anos. Por meio das redes sociais a atriz qualificou o presidente da República como ‘monstro genocida’. Marquezine aproveitou, na época, para compartilhar um vídeo em que o chefe do executivo ironiza sua culpa na gestão sanitária.“Desgraçado”, criticou Bruna.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Em discussão complicada, Doria rebate Carlos Bolsonaro e dispara: “Vive de rachadinha”

Nesta terça-feira (20) o Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a ter atritos com um adversário político. Dessa vez o envolvido foi o vereador e filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro (Republicanos).

O fato ocorreu após o vereador atribuir causa do aumento da inflação no Brasil ao gestor tucano, que por sua vez, rebateu escrevendo em sua conta do twitter:

“Tonho da Lua em mais um surto. Até Rutinha sabe a culpa dos preços altos é do papai. Brasil tem inflação acumulada de 87,5 % nos 12 meses encerrados em fev/21 – IBGE.”

“Até minha calça apertada está mais cara. Só a família que vive de rachadinha não sofre com aumento dos preços.”

Nas redes de bolsonaristas, o governador Doria, hoje desafeto da família Bolsonaro, é chamado de “calça apertada” por conta das vestimentas justas utilizadas pelo gestor. O apelido, que tem derivações como “calcinha apertada”, é usado de forma pejorativa para sugerir uma suposta falta de masculinidade.

“Vive de rachadinha”, diz Doria.

O tucano ainda disse que “só a família que vive de rachadinha não sofre com aumento dos preços”. Doria se referiu ao esquema de rachadinhas no qual Flávio Bolsonaro (Republicanos) é investigado, concernente ao exercício do mandato de deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

Na prática, as rachadinhas são os confiscos, feitos por parlamentares, de parte dos salários dos assessores de gabinete. O caso repercutiu em 2018, após Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) notar movimentações suspeitas de R$ 1,2 milhão na conta bancária de Fabrício Queiroz, assessor de Flávio.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.